quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Venus, o iate idealizado por Steve Jobs, aparece pela primeira vez

Pouco mais de um ano após sua morte, aquela que parece ser uma das derradeiras criações de Steve Jobs veio a público. O iate Venus não tem nenhuma ligação com a Apple, mas possui muitas similaridades com a visão do cofundador e antigo CEO da empresa.


A primeira imagem de Venus (nome da deusa romana do amor e beleza) foi flagrada em docas da cidade holandesa de Aalsmeer. Com curvas sóbrias e design minimalista, o iate se aproxima do descrito por Walter Isaacson em sua biografia Steve Jobs.
Conforme relata o jornalista Isaacson no livro, Jobs buscava a harmonia dessa embarcação com traçados suaves. Semelhanças entre o iate Venus e a arquitetura de Apple Stores podem ser notadas na cabine de controle e na área social, cercadas por paredes de vidro inteiriças. Jobs pediu ao engenheiro-chefe das lojas da Apple para desenvolver um vidro especial para o iate.



Pouco antes de falecer, Steve Jobs ainda trabalhava bastante no que deveria ser o design ideal do Venus, tendo como preocupação não deixar um barco semipronto para sua família após sua morte. De certa maneira, este iate foi uma forma de mantê-lo ativo em sua luta, conforme declarou Jobs a Walter Isaacson: “Eu sei que é possível que eu morra e deixe a Laurene (esposa de Jobs) um barco inacabado. Mas eu devo seguir em frente neste projeto. Se eu não o fizer, será admitir que estou prestes a morrer”.



No Venus, sete iMacs de 27 polegadas estão dispostos no cômodo superior da embarcação. Externamente, o iate foi feito com paredes de alumínio, material responsável pela leveza do modelo e mede oitenta metros de comprimento.
A versão final do Venus foi desenvolvida tendo como colaboradores o designer francês Philippe Starck e construtores da empresa Feadship, onde a criação encontra-se ancorada. Cada membro da empreitada Venus recebeu da família Jobs, que esteve na apresentação do navio, um iPod Shuffle comemorativo, com o nome do iate gravado, acompanhado de uma carta, agradecendo pela colaboração e habilidade empregadas.
Fonte: Globo



Ponte inicia planejamento para 2013 com a dispensa de dois jogadores


Os primeiros efeitos práticos do planejamento para 2013 começam a aparecer na Ponte Preta. O passo inicial foi dado nesta quarta-feira, com a liberação de dois jogadores. Sem espaço no atual elenco e fora dos planos para a próxima temporada, o zagueiro Léo Kanu e o meia Bruno Sabino deixaram o clube.

A dupla chegou ao Majestoso com o Campeonato Brasileiro já em andamento, com status de aposta e não vingou. Bruno Sabino foi contratado junto ao Lajeadense, chegou a entrar durante algumas partidas com Gilson Kleina, mas nunca virou titular.

Léo Kanu, por sua vez, sequer estreou pela Macaca. Foram apenas três meses de clube. Ele desembarcou no clube em julho, após passagem pelo Belenenses, de Portugal. Os dois atletas já não fazem mais parte do grupo, e a diretoria alvinegra já deu entrada na documentação para rescindir ambos os contratos.



A reformulação para 2013 também causará a liberação de outros jogadores em breve. Por outro lado, a diretoria negocia a permanência dos destaques da equipe na Série A.

Renê Júnior, Baraka, Cicinho e Nikão são prioridades. As conversas para renovar com o técnico Guto Ferreira também já começaram.

Dentro de campo, a Ponte ainda tem mais cinco jogos pela Série A do Brasileiro. Praticamente livre do risco de rebaixamento, a Macaca agora mira uma vaga na Sul-Americana. Com 43 pontos – dez a mais que o Sport, que abre a zona da degola, a Alvinegra campineira ocupa a décima colocação e volta a campo sábado, quando enfrenta o Grêmio, às 19h30, no Olímpico.

Fonte: Globo Esporte

Em jogo de nove gols, Chelsea vence United e se classifica na Copa da Liga


Chelsea e Manchester United definitivamente tiveram inveja do que aconteceu na véspera. Depois de o Arsenal conquistar uma virada épica sobre o Reading, por 7 a 5, Blues e Diabos Vermelhos protagonizaram um clássico com nove gols no Stamford Bridge, nesta quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa. Melhor para o campeão continental, que conseguiu o empate nos acréscimos do segundo tempo para resolver a classificação na prorrogação: 5 a 4.



Como o placar sugere, o jogo foi intenso desde o início até o apito final do árbitro Lee Mason, dessa vez um coadjuvante em campo - no último domingo, quando ambos se enfrentaram pelo Campeonato Inglês, Mark Clattenburg deixou o gramado como um dos responsáveis pelo triunfo do United por 3 a 2. O efeito foi uma faixa levada pela própria torcida vermelha ao estádio agradecendo ao juiz pela "colaboração"

Discussões sobre arbitragem à parte, três brasileiros deixaram seus nomes no duelo desta quarta. O zagueiro David Luiz, de pênalti, e o volante Ramires, já no fim da prorrogação, marcaram para a equipe de Roberto Di Matteo, que contou ainda com os gols de Gary Cahill, Hazard e Sturridge. O time de Alex Ferguson teve Anderson, dono de três assistências, como sua figura mais brilhante - Chicharito, com dois gols, Giggs e Nani também apareceram no marcador.

Os outros confrontos do dia reservaram duas eliminações até certo ponto surpreendentes. Jogando fora de casa, o Tottenham deu adeus diante do Norwich com a derrota por 2 a 1 e direito a pênalti perdido por Dempsey, dos Spurs, nos acréscimos. Já o Liverpool fez ainda mais feio e caiu em pleno Anfield para o Swansea, por 3 a 1.

Nas quartas, os Blues irão visitar o Leeds United, atualmente na Segunda Divisão nacional. O Arsenal também jogará fora de casa, mas teve mais sorte no sorteio: pegará o Bradford, da Quarta Divisão. Swansea x Middlesborough e Norwich x Aston Villa são os outros confrontos.



Lá e cá

Assim como no último domingo, foi o Manchester United quem saiu em vantagem no Stamford Bridge. E também com uma colaboração do rival - a bola bateu em David Luiz no gol de Van Persie. Dessa vez a ajudinha veio de Romeu, que vacilou ao receber de Cech. Anderson o desarmou e a bola ficou limpa para Giggs só escolher o canto, aos 21 minutos.

O Chelsea, porém, tinha atitude e ia para cima mesmo sem titulares como Oscar, Hazard e Ramires, os três no banco de reservas, além de Lampard, machucado. Com Lucas Piazon e Victor Moses em velocidade, o time de Roberto Di Matteo conseguiu chegar ao empate. Aos 31, Moses pedalou para cima de Büttner e sofreu o pênalti. David Luiz cobrou com força para vencer Lindegaard.

O próprio defensor brasileiro, no entanto, seria capital para o segundo gol dos visitantes. Ele saiu jogando errado aos 41 minutos e acabou desarmado por Rafael. O lateral acionou Anderson, que deixou Chicharito livre na cara de Cech para deixar o seu - ele já havia marcado o polêmico gol da vitória no último domingo, em impedimento.

Titulares entram, e Chelsea reage

Di Matteo parecia dar importância à vaga nas quartas de final e colocou mais um titular em campo para a etapa final. Com a movimentação que lhe é peculiar, Ramires viu Gary Cahill empatar em um escanteio. Aos seis, após ligeira pressão, o zagueiro da seleção inglesa subiu alto para igualar novamente. Rafael ainda tentou salvar, mas a bola já havia ultrapassado a linha.

O United também tinha suas armas. Nani, então sumido no jogo, apareceu para deixar sua marca. O português, que já chegou a ser comparado a Cristiano Ronaldo no início de sua carreira, iniciou bela troca de passes com Anderson e apareceu na pequena área para encobrir Petr Cech.

Não seria um exagero dizer que o gol acomodou os visitantes. Foi o suficiente para o Chelsea crescer - ainda mais com as presenças de Oscar e Hazard. Aos 27, os Blues reclamaram da não marcação de um pênalti quando Mata cruzou e Keane cortou com o braço. Por ironia do destino, o árbitro Lee Mason acabou assinalando a penalidade sobre Ramires no último lance, quando torcedores já deixavam o Stamford Bridge. Hazard igualou e levou o jogo para a prorrogação.

Com um time mais encorpado - o United àquela altura era formado por muitas promessas e reservas -, o Chelsea foi superior o suficiente para dar as cartas. A virada veio aos sete minutos do primeiro tempo, com Sturridge, aproveitando falha incrível de Wootton. Coube ao brasileiro Ramires fechar o caixão aos 11 da etapa final depois de linda jogada de Hazard. Ou achar que o caixão estava fechado, pois Chicharito, de pênalti, ainda descontou nos acréscimos. Parou por aí.

Fonte: Globo Esporte

Frase do dia

"Se eu fosse um anjo da guarda, viveria para te guardar, mas como sou humano, vivo para te amar."

Mariana

Frase do dia

"Palavras são perdidas, promessas são esquecidas, papéis e cartas apodrecem, mas o verdadeiro amor é o que permanece..."

Jonathas Hardy

Signos do Zodiaco

Vejamos a seguir a Missão Cármica dos Doze Signos Solares e a forma como ela deve ser empreendida, de acordo com a qualidade ou predisposição psicológica sutil do signo:

Signos da Qualidade Cardinal - Missão: Liderar
Áries - Liderar de maneira inspirativa, agressiva, dinâmica e idealista.
Libra - Liderar de maneira mental, agressiva, dinâmica e idealista
Capricórnio - Liderar de maneira material, reservada, reflexiva e estratégica
Câncer - Liderar de maneira sensível, reservada, reflexiva e estratégica

Signos de Qualidade Fixa - Missão: Organizar:
Leão - Organizar de maneira inspirativa, agressiva, dinâmica e idealista
Aquário - Organizar de maneira mental, agressiva, dinâmica e idealista
Touro - Organizar de maneira material, reservada, reflexiva e estratégica
Escorpião - Organizar de maneira sensível, reservada, reflexiva e estratégica

Signos de Qualidade Mutável - Missão: Comunicar:

Sagitário - Comunicar de maneira inspirativa, agressiva, dinâmica e idealista
Gêmeos - Comunicar de maneira mental, agressiva, dinâmica e idealista
Virgem - Comunicar de maneira material, reservada, reflexiva e estratégica
Peixes - Comunicar de maneira sensível, reservada, reflexiva e estratégica.

Sonetos

96

Eu cantei já, e agora vou chorando
O tempo que cantei tão confiado;
Parece que no canto já passado
Se estavam minhas lágrimas criando.

Cantei, mas se me alguém pergunta: -- Quando? --
Não sei, que também fui nisso enganado.
É tão triste este meu presente estado,
Que o passado por ledo estou julgando.

Fizeram-me cantar, manhosamente,
Contentamentos não, mas confianças.
Cantava, mas já era ao som dos ferros.

De quem me queixarei, que tudo mente?
Mas eu que culpa ponho às esperanças,
Onde a Fortuna injusta é mais que os erros?

97

Por sua Ninfa, Céfalo deixava
Aurora, que por ele se perdia,
Posto que dá princípio ao claro dia,
Posto que as roxas flores imitava.

Ele, que a bela Prócris tanto amava,
Que só por ela tudo enjeitaria,
Deseja de atentar se lhe acharia
Tão firme fé, como nele achava:

Mudado o trajo, tece o duro engano,
Outro se finge preso, põe diante:
Quebra-se a fé mudável e consente,

Ó engenho sutil para seu dano!
Vede que manhas busca um cego amante,
Para que sempre seja descontente!

98

Sentindo-se tomada a bela esposa
De Céfalo no crime consentido,
Para os montes fugia do marido
E não sei se de astuta ou vergonhosa.

Porque ele, enfim, sofrendo a dor ciosa,
De amor cego e forçoso compelido,
Após ela se vai como perdido,
Já perdoando a culpa criminosa.

Deita-se aos pés da Ninfa endurecida
Que do cioso engano está agravada;
Já lhe pede perdão, já pede a vida.

Oh, força de afeição, desatinada,
Que da culpa contra ele cometida,
Perdão pedia à parte que é culpada!

99

Senhor João Lopes, o meu baixo estado
Ontem vi posto em grau tão excelente,
Que vós, que sois inveja a toda a gente,
Só por mim vos quiséreis ver trocado.

Vi o gesto suave e delicado,
Que já vos fez, contente e descontente,
Lançar ao vento a voz tão docemente,
Que fez ao ar sereno e sossegado.

Vi-lhe em poucas palavras dizer quanto
Ninguém diria em muitas. Eu só, cego,
Magoado fiquei na doce fala.

Mas mal haja a Fortuna e o Moço cego:
Um, porque os corações obriga a tanto;
Outra, porque os estados desiguala.

100

O céu, a terra, o vento sossegado,
As ondas, que se estendem pela areia,
Os peixes, que no mar o sono enfreia,
O noturno silêncio repousado.

O pescador Aônio, que, deitado
Onde co vento a água se meneia,
Chorando, o nome amado em vão nomeia,
Que não pode ser mais que nomeado.

-- Ondas -- dizia -- antes que Amor me mate,
Tornai-me a minha Ninfa, que tão cedo
Me fizestes à morte estar sujeita.

Ninguém lhe fala; o mar de longe bate;
Move-se brandamente o arvoredo;
Leva-lhe o vento a voz, que ao vento deita.

101

Erros meus, má fortuna, amor ardente,
Em minha perdição se conjuraram;
Os erros e a fortuna sobejaram,
Que para mim bastava o amor somente.

Tudo passei, mas tenho tão presente
A grande dor das cousas que passaram,
Que as magoadas iras me ensinaram
A não querer já nunca ser contente.

Errei todo o discurso de meus anos,
Dei causa que a Fortuna castigasse
As minhas mal fundadas esperanças.

De Amor não vi senão breves enganos.
Oh, quem tanto pudesse, que fartasse
Este meu duro Gênio de vinganças!

102

Cá nesta Babilônia, donde mana
Matéria a quanto mal o mundo cria;
Cá donde o puro Amor não tem valia,
Que a Mãe, que manda mais, tudo profana;

Cá onde o mal se afina e o bem se dana,
E pode mais que a honra a tirania;
Cá onde a errada e cega Monarquia
Cuida que um nome vão a desengana;

Cá neste labirinto, onde a nobreza,
Com esforço e saber pedindo vão
Às portas da cobiça e da vileza;

Cá neste escuro caos de confusão,
Cumprindo o curso estou da natureza.
Vê se me esquecerei de ti, Sião!

103

Correm turvas as águas deste rio,
Que as do céu e as do monte as enturbaram;
Os campos florescidos se secaram,
Intratável se fez o vale, e frio;

Passou o Verão, passou o ardente Estio,
Umas cousas por outras se trocaram;
Os fementidos Fados já deixaram
Do mundo o regimento ou desvario.

Tem o tempo sua ordem já sabida,
O mundo, não; mas anda tão confuso,
Que parece que dele Deus se esquece.

Casos, opiniões, natura e uso
Fazem que nos pareça desta vida
Que não há nela mais que o que parece.

104

Despois que viu Cibele o corpo humano
Do fermoso Átis seu verde pinheiro,
Em piedade o vão furor primeiro
Convertido, chorou seu grave dano.

E fazendo a sua dor ilustre engano,
A Júpiter pediu que o verdadeiro
Preço da nova palma e do loureiro
Ao seu pinheiro desse, soberano.

Mais lhe concede o filho poderoso:
Que as estrelas, subindo, tocar possa,
Vendo os segredos lá do Céu superno.

Oh, ditoso Pinheiro! Oh, mais ditoso
Quem se vir coroar da folha vossa,
Cantando à vossa sombra verso eterno!

105

Na desesperação já repousava,
O peito longamente magoado,
E, com seu dano eterno concertado,
Já não temia, já não desejava,

Quando uma sombra vã me assegurava
Que algum bem me podia estar guardado
Em tão fermosa imagem, que o traslado
Na alma ficou, que nela se enlevava.

Que crédito que dá tão facilmente
O coração àquilo que deseja,
Quando lhe esquece o fero seu destino!

Oh, deixem-me enganar, que eu sou contente!
Que, posto que maior meu dano seja,
Fica-me a glória já do que imagino.

106

Senhora minha, se a Fortuna imiga,
Que em minha fim com todo o Céu conspira,
Os olhos meus de ver os vossos tira,
Porque em mais graves casos me persiga,

Comigo levo esta alma, que se obriga,
Na mor pressa de mar, de fogo, de ira,
A dar-vos à memória que suspira
Só por fazer convosco eterna liga.

Nesta alma, onde a Fortuna pode pouco,
Tão viva vos terei, que frio e fome
Vos não possam tirar, nem vãos perigos.

Antes co som da voz, trêmulo e rouco,
Bradando por vós, só com vosso nome
Farei fugir os ventos e os imigos.

107

Árvore, cujo pomo belo e brando
Natureza de leite e sangue pinta,
Onde a pureza, de vergonha tinta,
Está virgíneas faces imitando,

Nunca da ira e do vento, que arrancando
Os troncos vão, o teu injúria sinta,
Nem por malícia de ar te seja extinta
A cor, que está teu fruito debuxando.

Que pois me emprestas doce e idôneo abrigo
A meu contentamento, e favoreces,
Com teu suave cheiro minha glória,

Se não te celebrar como mereces,
Cantando-te, sequer farei contigo
Doce, nos casos tristes, a memória.

108

Por cima destas águas, forte e firme,
Irei por onde as sortes ordenaram,
Pois por cima de quantas me choraram
Aqueles claros olhos pude vir-me.

Já chegado era o fim de despedir-me,
Já mil impedimentos se acabaram,
Quando rios de amor se atravessaram,
A me impedir o passo de partir-me.

Passei-os eu com ânimo obstinado,
Com que a morte forçada e gloriosa
Faz o vencido já desesperado.

Em que figura, ou gesto desusado,
Pode já fazer medo a morte irosa,
A quem tem a seus pés rendido e atado?

109

O filho de Latona, esclarecido,
Que com seu raio alegra a humana gente,
O hórrido Píton, brava serpente,
Matou, sendo das gentes tão temido.

Feriu com arco e de arco foi ferido,
Com ponta aguda de ouro reluzente;
Nas Tessálicas praias, docemente,
Pela Ninfa Penéia andou perdido.

Não lhe pôde valer, para seu dano,
Ciência, diligências, nem respeito
De ser alto, celeste e soberano.

Se este nunca alcançou nem um engano
De quem era tão pouco em seu respeito,
Eu que espero de um ser que é mais que humano?

110

Presença bela, angélica figura,
Em quem, quanto o Céu tinha, nos tem dado;
Gesto alegre, de rosas semeado,
Entre as quais se está rindo a fermosura;

Olhos, onde tem feito tal mistura
Em cristal branco e preto marchetado,
Que vemos já no verde delicado
Não esperança, mas inveja escura;

Brandura, aviso e graça, que aumentando
A natural beleza c'um desprezo,
Com que, mais desprezada, mais se aumenta,

São as prisões de um coração que, preso,
Seu mal ao som dos ferros vai cantando,
Como faz a Sereia na tormenta.

111

Diversos dons reparte o Céu benino,
E quer que cada uma um só possua:
Assi, ornou de casto peito a Lua,
Ornamento do assento cristalino.

De graça, a Mãe fermosa do Menino,
Que nessa vista tem perdido a sua:
Palas de discrição, que imite a tua:
Do valor, Juno, só de império dino.

Mas junto agora o mesmo Céu derrama
Em ti o mais que tinha, e foi o menos,
Em respeito do Autor da natureza;

Que a seu pesar te dão, fermosa Dama,
Diana honestidade, e graça Vênus,
Palas o aviso seu, Juno a nobreza.

112

Tal mostra dá de si vossa figura,
Sibila, clara luz da redondeza,
Que as forças e o poder da Natureza
Com sua claridade mais apura.

Quem viu uma confiança tão segura,
Tão singular esmalte da beleza,
Que não padeça mais, se ter defesa
Contra vossa gentil vista procura?

Eu, pois, por escusar essa esquivança,
A razão sujeitei ao pensamento,
Que, rendida, os sentidos lhe entregaram.

Se vos ofende o meu atrevimento,
Inda podeis tomar nova vingança
Nas relíquias da vida, que escaparam.

113

A Morte, que da vida o nó desata,
Os nós que dá o Amor cortar quisera
Na Ausência, que é contra ele espada fera,
E co Tempo, que tudo desbarata.

Duas contrárias, que uma a outra mata,
A Morte contra o Amor ajunta e altera,
Uma é Razão contra a Fortuna austera,
Outra contra a Razão, Fortuna ingrata.

Mas mostre a sua imperial potência
A Morte, em apartar dum corpo a alma;
Duas num corpo o Amor ajunte, e una;

Porque assi leve, triunfante, a palma
Amor da Morte, apesar da Ausência,
Do Tempo, da Razão e da Fortuna.

114

Julga-me a gente toda por perdido,
Vendo-me, tão entregue a meu cuidado,
Andar sempre dos homens apartado
E dos tratos humanos esquecido.

Mas eu, que tenho o mundo conhecido,
E quase que sobre ele ando dobrado,
Tenho por baixo, rústico, enganado,
Quem não é com meu mal engrandecido.

Vão revolvendo a terra, o mar e o vento,
Busquem riquezas e honras a outra gente,
Vencendo ferro, fogo, frio e calma,

Que eu só em humilde estado me contento
De trazer esculpido, eternamente,
Vosso fermoso gesto dentro n'alma.

115

Sempre a Razão vencida foi de Amor,
Mas, porque assi o pedia o coração,
Quis Amor ser vencido da razão.
Ora que caso pode haver maior?

Novo modo de morte e nova dor,
Estranheza de grande admiração
Que perca suas forças a afeição,
Por que não perca a pena o seu rigor!

Pois nunca houve fraqueza no querer,
Mas antes muito mais se esforça assim
Um contrário com outro por vencer.

Mas a Razão, que a luta vence, enfim,
Não creio que é razão, mas há-de ser
Inclinação que eu tenho contra mim.

116

Que modo tão sutil da Natureza!
Para fugir ao mundo e seus enganos,
Permite que se esconda em ternos anos,
Debaixo de um burel tanta beleza!

Mas não pode esconder-se aquela alteza
E gravidade de olhos soberanos,
A cujo resplandor entre os humanos
Resistência não sinto, ou fortaleza.

Quem quer livre ficar de dor e pena,
Vendo-a, ou trazendo-a na memória,
Na mesma razão sua se condena.

Porque quem mereceu ver tanta glória,
Cativo há-de ficar, que Amor ordena
Que de juro tenha ela esta vitória.

117

Seguia aquele fogo que o guiava,
Leandro, contra o mar e contra o vento;
As forças lhe faltavam já e o alento,
Amor lhas refazia e renovava.

Despois que viu que a alma lhe faltava,
Não esmorece, mas no pensamento,
(Que a língua já não pode) seu intento
Ao mar que lho cumprisse encomendava.

-- Ó mar (dizia o moço só consigo),
Já te não peço a vida, só queria
Que a de Hero me salves, não me veja.

Este meu corpo morto, lá o desvia
Daquela torre, sê-me nisto amigo,
Pois no meu mor bem me houveste inveja.

118

Dos Céus à Terra desce a mor Beleza,
Une-se à carne nossa e fá-la nobre
E, sendo a humanidade dantes pobre,
Hoje subida fica à mor alteza.

Busca o Senhor mais rico a mor pobreza,
Que, como ao mundo o seu amor descobre,
De palhas vis o corpo tenro cobre
E por elas o mesmo Céu despreza.

Como Deus em pobreza à terra desce?
O que é mais pobre tanto lhe contenta,
Que só rica a pobreza lhe parece?

Pobreza este Presépio representa,
Mas tanto por ser pobre já merece,
Que quanto é pobre mais, mais lhe contenta.

Sonetos da edição de 1616

Projeto que tipifica crimes cibernéticos é aprovado no Senado


O plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira, projeto de lei que tipifica crimes cibernéticos. A proposta foi batizada de “Lei Carolina Dieckmann”. A atriz teve fotos roubadas por hackers de seu arquivo pessoal e divulgadas na internet. Atualmente não há legislação específica e os crimes nessa área são tratados como estelionato.

O projeto ainda tem que ser votado pela Câmara dos Deputados.Pela proposta, a invasão de “dispositivo informático” será punida com prisão de três meses a um ano, além de multa. A mesma punição será aplicada em quem produz, distribui ou vende programas de computador capazes de permitir a invasão de dispositivo.

Há agravantes para casos em que a invasão resultar na obtenção de informação sigilosa, comunicação eletrônica privada, segredos comerciais ou industriais, controle remoto não autorizado do computador invadido.

O projeto também inclui no Código Penal a interrupção de serviço de informática. Hoje estão previstas apenas a interrupção de serviços telegráficos, telefônicos ou de utilidade pública. E também equipara cartões bancários, de débito e crédito, a documentos particulares, para punir falsificações e clonagens.

Em um primeiro momento houve reação de senadores à votação dessa proposta, já que há um capítulo inteiro do anteprojeto de reforma do Código Penal, proposto por uma comissão de juristas, destinado a crimes cibernéticos.

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) pediu celeridade na votação do projeto e esses senadores foram convencidos com o argumento de que a reforma do Código Penal caminha a passos lentos.

Fonte: O Globo

[Receitas] receitas.com › doces e sobremesas › mousse facil de chocolate Mousse Facil de Chocolate


ingredientes

  • 1 lata creme de leite tradicional ou light
  • 3 colheres de sopa de chocolate em po tradicional ou light

modo de preparo

colocar os dois ingredientes na batedeira e bater por no minimo cinco minutos.
Quanto mais se bate, mais aeradi fica o doce.

[Receitas] Pavê dos Sonhos...da Teca


ingredientes

Creme 1:

  • 3 claras
  • 6 colheres de sopa de açúcar
  • 1 lata de creme de leite sem soro

Creme 2

  • 1 lata de leite Moça
  • 1 lata de creme de leite sem soro
  • 3 colheres de sopa de chocolate em pó (Dois Frades ou Garoto)

Creme 3:

  • 1 pote de nata de 300g
  • 4 colheres de sopa de açúcar

Guarnição:

  • 1 pacote de biscoito tipo Maria ou Maizena
  • 7 bombons Sonho de Valsa pretos
  • 7 bombons Sonho de Valsa brancos
  • leite para umedecer os biscoitos

modo de preparo

Creme 1:

Bata as claras em neve firme, junte aos poucos o açúcar, batendo sempre até virar suspiro. Misture delicadamente,sem bater, o creme de leite. Despeje o creme num refratário de vidro.
Umedeça ligeiramente os biscoitos no leite e coloque uma camada sobre o creme 1

Creme 2:

Dissolva o chocolate em pó no leite Moça e leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. Junte o creme de leite, deixe esfriar e aplique sobre os biscoitos.
Fatie os bombons e espalhe metade deles sobre o creme 2.

Creme 3:

Adoce a nata com o açúcar e bata em velocidade mínima na batedeira até virar chantilly (cuide para não passar do ponto ou vira creme de manteiga). Espalhe sobre os bombons e decore com os bombons restantes. Sirva gelado.

[Receitas] Doce Gelado da Kelen


ingredientes

Creme branco:

  • 1 lata de leite Moça
  • 800 ml de leite
  • 2 gemas

Creme preto:

  • 1 lata de leite Moça
  • 800 ml de leite
  • 2 gemas
  • 2 colheres de sopa de chocolate em pó

Creme de suspiro:

  • 4 claras
  • 8 colheres de sopa de açúcar
  • 1 caixinha de creme de leite

Guarnição:

  • 10 bombons (Sonho de Valsa, Ouro Branco ou Serenata de Amor, fatiados)

modo de preparo

Creme branco:

Leve ao fogo os ingredientes, mexendo sempre até engrossar. Deixar esfriar e levar ao freezer em refratário.

Creme preto:

Levar os ingredientes ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. Deixar esfriar, retirar o refratário do freezer, espalhar metade dos bombons por cima e cobrir com o creme preto. Levar novamente ao freezer enquanto prepara o creme de suspiro.

Creme de suspiro:

Bater as claras em neve firme, juntar o açúcar aos poucos, sem parar de bater, até ficar um suspiro firme. Retirar da batedeira e juntar o creme de leite.
Retirar o refratário do freezer e cobrir o doce com este creme, decorar com os bombons restantes e recolocar no freezer. Servir gelado.

Dica; Este doce fica cremoso mesmo bem gelado.

Call of Duty: Modern Warfare 4 é confirmado por dublador do jogo

Call of Duty: Modern Warfare 4 já está em seus estágios iniciais de desenvolvimento, de acordo com o dublador do personagem Capitão Price no jogo, Bill Murray. Segundo ele, a história continuaria exatamente de onde parou no terceiro título.


Em entrevista ao site This is Xbox, Murray comentou: “Sim, na segunda-feira eu estou indo para uma reunião com a Infinity Ward sobre o próximo jogo, Modern Warfare 4. Eu estou trabalhando na sequência de Modern Warfare 3, ela continua bem de onde paramos e eu só apareço nos jogos da série Modern Warfare”.

Já se tornou uma tradição na Activision alternar o desenvolvimento da série Call of Duty entre dois estúdios. A Infinity Ward é sempre responsável pela série Modern Warfare, enquanto a Treyarch fica sempre no comando da série Black Ops.

Ainda não há datas e plataformas confirmadas neste ponto, mas Xbox 360, PlayStation 3 e Nintendo Wii U são possíveis escolhas, considerando ainda que novos consoles podem ser lançados até lá.

Fonte: 
This is Xbox

GTA 5 é confirmado para PS3 e Xbox 360; pré-venda começa em novembro

Após muito mistério e informações vazadas de forma desencontrada, a produtora Rockstar confirmou que GTA 5 vai ser lançado ainda nesta geração de consoles – para PlayStation 3 e Xbox 360. O game chega no segundo trimestre de 2013 e a pré-venda oficial começa já em 5 de novembro.


A Rockstar também confirmou que o game se passa em uma versão “reimaginada” da atual Califórnia dos Sul, nos EUA, em uma ambientação nunca antes vista na série, com elementos grandiosos, cenários gigantescos e muitas missões que poderão ser realizadas por todo este mapa dentro do jogo.
As missões se passarão na cidade, em Los Santos, em florestas, montanhas e até mesmo embaixo d’água, em grandes oceanos que rodeiam a região, algo nunca antes visto na série. Nos jogos anteriores, o território com água era tratado como delimitador, mas agora parece que vai ser altamente explorável.
A produtora promete começar a revelar mais detalhes em breve, como informações sobre a história, seus protagonistas e vilões. O mês de novembro marcará o início da campanha de marketing de GTA 5, então os fãs podem aguardar por muitas notícias e imagens oficiais – como esta que ilustra a matéria, revelada pela Rockstar nesta semana.
Mais artes de GTA 5 caem na internet
A Rockstar confirmou que a arte de Grand Theft Auto 5 que caiu na internet é mesmo real. Logo após a declaração, mais artes do jogo, no mesmo estilo da primeira, foram postadas pela loja GAME, do Reino Unido, sendo apagadas logo depois.

Uma delas já havia sido mostrada antes, chamada de “Pest control”, que traz dois assaltantes de banco com disfarces de agentes do controle de pragas. Porém, outras duas são novas, mostrando uma policial prendendo uma moça loira, que aparenta ser uma turista, e um homem em um quadriciclo na areia, segurando um rifle de precisão.
Todas as artes fazem par com uma arte da campanha de pré-venda do jogo, que diz, traduzido do inglês: “Faça a pré-venda agora – para evitar desapontamento”, mostrando um carro esportivo vermelho sendo perseguido por um carro e um helicóptero da polícia.
Fonte: Rockstar

Leandrinho perde em sua estréia pelo Boston Celtics


Na abertura da temporada 2012/2013 da NBA, o atual campeão Miami Heat venceu o clássico contra o Boston Celtics por 120 a 107, em casa, no início desta quarta-feira. A partida também contou com a estreia de Leandrinho pelo time verde. Ele foi o terceiro maior pontuador da equipe, com 16 pontos (Pierce anotou 23 e Rondo 20).

Pela equipe da casa, mais uma vez os destaques foram LeBron James, que deixou a quadra com 26 pontos, e Dwyane Wade, cestinha com 29.

O Miami foi melhor durante toda a partida. A equipe terminou o primeiro quarto com seis pontos de vantagem (31 a 25) e ampliou a diferença para oito na ida para o intervalo (62 a 54).
Na volta, os atuais campeões fizeram sua melhor etapa e foram para o quarto final com 93 a 76. No fim, o Boston entrou batido e não conseguiu recuperar o prejuízo, sendo derrotado por 120 a 107.

Fonte: LanceNet!

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Quarta Feira



Ótima quarta feira para você meu anjo e que tudo ocorra dentro do seu programado, e muitas felicidades ao longo do seu dia.

Depois da atuação contra o Bahia faz Tite desistir de emprestar Felipe


Ele é quase um desconhecido do torcedor do Corinthians. Em quase um ano no clube, fez somente quatro jogos e raramente fica no banco de reservas. No entanto, salvou a própria pele graças à boa atuação no empate contra o Bahia, semana passada, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. Depois de figurar na lista de jogadores que deixariam o Timão em 2013, o zagueiro Felipe, de 23 anos, ganhou uma nova chance do técnico Tite e será mantido no elenco.
- O Felipe veio muito verde do Bragantino, mas com qualidades interessantes. Em determinado momento, achei que seria interessante ser emprestado para ter amadurecimento jogando. Aconteceu que ele teve um nível muito bom contra o Bahia e gerou confiança. Chamei o jogador e disse que a minha posição agora é de não emprestá-lo mais - revelou o treinador.
Felipe se reveza com Antônio Carlos como última opção entre os zagueiros. No entanto, ficou no banco diante dos baianos porque Chicão se recuperava de uma cirurgia de hérnia inguinal, enquanto Paulo André estava sendo preservado em virtude do desgaste físico. Aos 11 minutos, Wallace lesionou a coxa direita e fez com que o jovem defensor entrasse para formar dupla com Anderson Polga.

Contratado em novembro do ano passado e depois de quase ser emprestado ao Flamengo, Felipe terá mais chances no início de 2013, quando os titulares ainda estarão de férias em virtude do Mundial de Clubes. Tite já adiantou que usará somente reservas nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista - alguns atletas das categorias de base também serão promovidos.
- A evolução está acontecendo e ele vai ter oportunidade no Corinthians. Revi o pensamento em função disso. É necessário ter esse diálogo - ressaltou o treinador.
O Corinthians, aliás, procura um outro zagueiro para reforçar o elenco no próximo ano. Gil, do Valenciennes-FRA, está na mira. O mesmo acontece com Cleberson, revelação do Atlético-PR. A tendência é que Antônio Carlos seja emprestado para ganhar experiência.
Fonte: Globo Esporte

Grêmio faz tema de casa, não leva gol e larga à frente do Millonarios

O Grêmio fez o tema de casa na Sul-Americana. Na noite desta terça-feira, começou com o pé direito o confronto das quartas de final com o Millonarios, da Colômbia, no Olímpico, ao vencer por 1 a 0, gol de Marco Antonio.

A tática de ganhar sem sofrer gol, defendida durante a semana, deixa o time brasileiro em vantagem para a partida de volta, em Bogotá, no dia 15 de novembro. Avança à semifinal com nova vitória, empate e derrota por um gol desde que também balance a rede. Só perde a vaga caso perca por dois ou mais de diferença.

Só que antes os dois times voltam suas atenções aos campeonatos nacionais. No sábado, às 19h30m, o Grêmio recebe a Ponte Preta pelo Brasileirão. O Millonarios joga no dia 3 de novembro com o Envigado, em Bogotá.




O Grêmio entrou em campo sem quatro titulares. Sem Werley e Souza poupados e Elano (coxa direita) e Kleber (tornozelo esquerdo) vetados pelo departamento médico, Vanderlei Luxemburgo precisou improvisar uma espécie de time misto com Naldo, Léo Gago, Marco Antonio e Leandro. Os retornos de Gilberto Silva e Zé Roberto, ao menos, amenizaram as dificuldades.

Por dois motivos. Na defesa, o capitão deu a segurança necessária para controlar um rival rápido. O camisa 10, no meio, assumiu a responsabilidade de organizar os movimentos ofensivos. Quem teve a primeira chance, porém, foi o Millonarios. Otálvaro, aos 12 minutos, em chute rasteiro de fora da área, obrigando Marcelo Grohe a espalmar, deu a mostra do que estava por vir.

Com todos os titulares, a equipe colombiana, líder do campeonato nacional, se revelou ser bem treinada. Seus jogadores guardam posição. Há valorização da posse de bola com intensa troca de passes. E, apostando na velocidade de Rentería e Cosme, ataca com perigo. Só foi ser atacado aos 17, quando Leandro fez boa jogada pela direita e descobriu Zé Roberto dentro da área: o chute de primeira, alto e no meio do gol, gerou grande defesa de Delgado.

O lance motivou o Tricolor. Embora tenha equilibrado a partida, não conseguia ter forças para entrar na área rival. A partida ficava concentrada na intermediária das duas equipes. Até que uma jogada de bola parada fez o Olímpico explodir em alegria. Zé Roberto cobrou escanteio, a bola sobrou na pequena área e Marco Antonio só completou de cabeça: 1 a 0 aos 36.

Árbitro precisou de atendimento


Em desvantagem no placar, o Millonarios voltou do intervalo mais ofensivo. Adiantou a marcação na tentativa de impedir o time local de sair com a bola dominada. Porém, deixou espaços, algo inédito até então. O Grêmio soube aproveitar.

Criou duas chances em sete minutos. Pela esquerda, primeiro, Leandro cruzou e Marcelo Moreno desviou para fora. Léo Gago, depois, chutou com violência para fora. A partir daí, o time colombiano começou a pressionar. Candelo só não marcou, pois Naldo o travou dentro da pequena área. Otálvaro cobrou falta com perigo.

E o imponderável deu uma trégua a favor do Grêmio. O árbitro Julio Bascugñan sentiu dores no quadril e precisou ser atendido pelo médico tricolor Felipe do Canto. Foram quatro minutos de paralisação. Ao conseguir se recuperar, o juiz deu prosseguimento ao jogo. Que continuou da mesma forma: os colombianos tentando o empate.

As melhores chances, porém, eram do Grêmio. Aos 24, após cruzamento de Zé Roberto, Delgado soltou a bola. Leandro bateu de primeira, mas o camisa 1 conseguiu se recuperar. Léo Gago acertaria a trave, em chute de fora da área, seis minutos mais tarde. A partir daí, o Grêmio tratou de não correr riscos. O desgaste de 68 jogos no ano, 24 deles nos últimos três meses, pesou. Preocupou-se, então, em administrar a vantagem. Teve ainda um gol, de André Lima, anulado, em cobrança de falta, sob alegação de impedimento. E o placar ficou desenhado em 1 a 0. Tema de casa finalizado.



Fonte: Globo


Começa a produção de Sin City 2

Depois de sete anos de espera, enfim foi anunciado o início da produção de Sin City: A Dame to Kill For, o segundo filme adaptando a HQ Sin City, desta vez baseado na história A Dama Fatal. Até pouco tempo se afirmava que a trama contaria com novas histórias criadas por Frank Miller especialmente para o filme.

Robert Rodriguez e Miller são novamente os diretores. Rodriguez produz ao lado de Alexander RodnyanskyAaron Kaufman,Iliana NikolicSergei Bespalov e Stephen L´Hereux. Miller é o produtor-executivo, cargo que divide com Harvey Weinstein eBob Weinstein (da The Weinstein Company) e Adam Fields (da Miramax). O roteiro é de Miller e William Monahan (Os Infiltrados). A produção começará durante o verão na Troublemaker Studios, empresa de Rodriguez localizada em Austin, Texas.

Nenhum ator foi confirmado no elenco por enquanto, mas espera-se que boa parte do elenco original retorne. Angelina Jolie,Johnny DeppAntonio Banderas e Danny Trejo estão entre os novos nomes indicados em diversos rumores não confirmados.

Sin City é uma série de HQs sobre crimes, com clima noir, criadas por Frank Miller. As histórias se passam na cidade fictícia de Basin City, com personagens e histórias co-relacionados. A série foi publicada no Brasil pelas editoras GloboPandora Books e por último, pela Devir Livraria. Um filme sobre Sin City estreou em 2005, com direção de Robert Rodriguez e do próprio Frank Miller.

Momento Sorriso


Temos no humor algo que se possa extravasar de uma maneira em que nos mesmo as vezes não temos o grande poder de demonstrar para com determinada situação com um olhar clinico como esses que fazem do humor determinada sátira do que se ocorre para com a sociedade atual e sei muito bem que vivemos um mundo onde devemos esconder as vezes em nosso orgulho para desferir algum tipo de opinião sobre isso e quando vemos pessoas como os palhaços que fazem do sorriso um modo fantástico de esconder os problemas são ainda para comigo a melhor terapia que se possa recomendar.