terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Paulistão pega fogo com times 100% e grandes da capital

O Campeonato Paulista ainda está em sua terceira rodada, mas já pega fogo. Graças a gratas surpresas como São Caetano e Guarani. Os rivais ostentam 100% de aproveitamento e jogam nesta quarta-feira, na seqüência da rodada, que começou terça e acaba na quinta-feira.

Em Campinas, o Bugre luta contra um tabu de quase 12 anos sem vencer o São Paulo. A última vitória aconteceu no Paulistão de 1997, por 2 a 0, em Campinas. De lá pra cá, foram 20 jogos e 14 derrotas.

Mas neste campeonato, o Guarani, que ainda não tem o atacante Amoroso – lesionado -, está bem e após a vitória, por 1 a 0, sobre o Ituano, soma seis pontos nas primeiras colocações.

O Tricolor, por sua vez, não conta com o machucado goleiro Rogério Ceni. Mas o time vem embalado pela vitória, por 2 a 0, contra a Portuguesa, que o deixou com quatro pontos.

Velhos tempos!

Em São Paulo, o Corinthians volta a enfrentar o Botafogo após seis anos. Em 2003, no último encontro entre ambos, o Corinthians venceu por 2 a 0 e praticamente garantiu o rebaixamento do Botafogo no torneio.

Mas neste Paulistão, os rivais ainda não empolgaram. O Timão se animou com a vitória suada sobre o Bragantino, por 1 a 0, na rodada passada, que o deixou com quatro pontos. O Bota, por sua vez, empatou com o Guaratinguetá, por 2 a 2, e soma um ponto.

Defesa x ataque!

No ABC, o São Caetano, dono de uma das melhores defesas da competição – ainda não foi furado -, terá pela frente o Barueri, dono do segundo melhor ataque e com o artilheiro da competição. Com 100% e seis pontos, o Azulão vem embalado pela vitória no clássico contra o Santo André, por 1 a 0.

Em compensação, o Barueri, que conta com Pedrão, autor de todos os quatro gols do clube, tenta esquecer a síndrome do empate. Com dois pontos, o time empatou, por 2 a 2, com o Oeste, após estar vencendo, por 2 a 0.

Lado-a-lado!
Em Itápolis, Oeste e Ituano tentam a primeira vitória no embate de Rubro-negros. O primeiro conta com a força de seu apaixonado torcedor e o Galo ituano espera repetir o sucesso que teve quando jogou fora de casa contra o São Paulo – empate, por 1 a 1. O Oeste soma dois pontos e o Ituano apenas um.

Ultimão!
Em Mogi Mirim, o time da casa tenta os primeiros pontos contra o Paulista para justificar o apoio que tem do presidente Rivaldo. Derrotado pelo Palmeiras, por 3 a 0, o Sapão é o lanterna e ainda não pontuou. Já o Paulista soma três pontos, mas vem de derrota para a Ponte Preta, por 2 a 0.

Continua...
A rodada será encerrada na quinta-feira com três jogos. Destaque para o 100% Santos, que recebe o Mirassol na Vila Belmiro.

Confira os jogos de quarta e quinta-feira:

Quarta-feira
19h30
São Caetano x Barueri
Oeste x Ituano
Mogi Mirim x Paulista

22 horas
Corinthians x Botafogo
Guarani x São Paulo

Quinta-feira
19h30
Noroeste x Guaratinguetá

21h30
Santos x Mirassol

22 horas
Portuguesa x Bragantino

Em testes, meia pode ser o mais novo reforço da Macaca

e o meia Renato não faz mais parte do elenco da Ponte Preta, o meia Guilherme pode ser a grande novidade. Jogador do Paulínia, ele realiza testes na Macaca e pode ser a novidade nos próximos dias.

Enquanto isso, a diretoria definiu a carga de ingressos para os jogos contra Palmeiras e Guarani no Campenato Paulista. Contra o Verdão no domingo, as vendas devem começar nesta quarta-feira, sendo que dos 12.330 bilhetes, 4 mil foram reservados para a torcida do alviverde da capital.

Já para o primeiro derbi do ano, no dia 8 de fevereiro, a torcida pontepretana terá direito a 4.700 lugares no Brinco de Ouro, número definido depois de reuniões entre os presidentes dos clubes e a Policia Militar.

Escudero realiza exames, mas Timão adia pagamento de parcela mais uma vez

Depósito para o Argentinos Juniors ficou para quarta-feira. Zagueiro já está no Brasil e aguarda liberação para ser apresentado oficialmente

Ainda não foi desta vez que o Corinthians efetuou o pagamento pela compra do zagueiro Escudero. Em acordo com o Argentinos Juniors, dono dos direitos do atleta, o Timão adiou o depósito do montante para quarta-feira. O jogador está no Brasil e realizou exames médicos nesta terça-feira.

O Timão recebeu apenas no último final de semana o contrato para fazer a conversão cambial, já que o negócio foi sacramentado em dólar. A princípio, o Argentinos Juniors estipulou até o dia 20 de janeiro o prazo para que o Corinthians comprasse 50% dos direitos do atleta. Alguns dirigentes do clube hermano entraram em férias e atrasaram o fechamento da transação.

Escudero já está no Brasil e realizou exames médicos por volta da hora do almoço, nesta terça-feira, em uma clínica de São Paulo. A apresentação oficial será feita assim que o clube hermano comunicar que o dinheiro está em sua conta, provavelmente até o final de semana.

Por 50% dos direitos econômicos de Escudero, que atua tanto como zagueiro quanto como lateral, a equipe do Parque São Jorge pagará US$ 1,3 milhão (mais R$ 3 milhões na cotação atual). Essa primeira parcela será de US$ 500 mil, e o restante (US$ 800 mil) dividido em cinco pagamentos de US$ 160 mil.

Sem medo, atacante confia na vitória do Bugre sobre Tricolor

O Guarani venceu os dois primeiros jogos no Campeonato Paulista - 1 a 0 sobre a Portuguesa e Ituano. Animado com a campanha e o gol marcado na estréia, o atacante Fernando Gaúcho se mostrou confiante no duelo desta quarta-feira, às 22 horas, contra o São Paulo, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

“É um jogo difícil, a gente respeita a equipe deles, mas eu confio na nossa equipe e tenho certeza que a gente jogar um bom futebol e vamos vencer. É um jogo importante para nós e eu tenho certeza que a vitória será nossa”, disse o jogador.

Recuperado de uma gripe, Gaúcho não quer nem saber de ficar de fora do jogo e já se escalou para a partida.

“Estou 100% confirmado para a partida, senti um pouco a gripe ontem (segunda-feira) e o professor me tirou do treino para poupar, mas hoje já estou bem melhor”.

BOMBA! Ponte negocia seu "camisa 10" com time do exterior

Uma verdadeira bomba agitou os bastidores da Ponte Preta, no final da tarde desta terça-feira. O meia Renato (foto) está deixando o Majestoso para acertar com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. A confirmação foi feita pelo diretor de futebol pontepretano, Dicá.

Os valores da negociação ainda não foram revelados oficialmente. "Não tenho autorização para falar de valores, isso somente com o presidente. Minha função, agora, é encontrar um jogador que possa substitui-lo a altura", afirmou Dicá.

Informações extra-oficiais apontam que a Macaca vá receber em torno de US$ 3,6 milhões - aproximadamente R$ 8,5 milhões. Ele tinha contrato com o clube até 31 de dezembro de 2010.

O "camisa 10" da Macaca foi liberado por Dicá da concentração em Santo André, onde o time enfrenta os donos da casa, nesta terça-feira, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Renato está em São Paulo, definindo os últimos detalhes do negócio com seus empresários, e não poderá nem mesmo jogar contra o Ramalhão.

“Foi uma proposta irrecusável. Desde a última sexta-feira estamos negociando o atleta e, apesar de contratualmente sermos impedidos de divulgar qualquer número, podemos garantir que a Ponte Preta fez um excelente negócio”, contou.

Agora, Dicá afirmou que a diretoria vai trabalhar para que possa encontrar uma peça de reposição.

“Inicialmente ele será substituído pelo Tinga, que teve boa atuação nas duas primeiras partidas do campeonato. Mas a Ponte Preta tem o compromisso assumido com sua torcida de repor Renato com um jogador de qualidade”, disse.

Será que ele volta?
Renato afirmou que irá sentir saudade da Ponte Preta e da torcida. “Foi a Ponte Preta que me deu a chance de revelar meu futebol, em especial no Paulistão do ano passado. Agradeço muito ao time e à torcida e saio feliz por ter jogado aqui”, afirmou, acrescentando: “Quem sabe não volto um dia?”.

Incrível! Bugre só pegou ex-goleiros da Ponte pela frente

Um fato, no mínimo inusitado, envolveu os três primeiros jogos do Guarani no Campeonato Paulista. Em todos os jogos, o Bugre teve pela frente ex-goleiros da rival Ponte Preta. Foi assim nos dois primeiros jogos e poderá ser no duelo contra o São Paulo nesta quarta-feira, às 22 horas, no Estádio do Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela terceira rodada.

Com a lesão do titular Rogério Ceni, o jovem goleiro Dênis, contratado recentemente junto a Ponte Preta, pode ser o camisa 1 nesta rodada. Ele luta por uma vaga com Bosco. Aos 21 anos, Dênis César de Matos, natural de Jaú, começou a carreira na Macaca em 2002. Neste ano acertou com o Tricolor e já vestiu a camisa do clube no último domingo, na vitória, por 2 a 0, sobre a Portuguesa.

Na segunda rodada, foi a vez do Bugre encarar e furar o goleiro Alexandre Favaro, com gol de Bruno, na vitória, por 1 a 0, sobre o Ituano. Alexandre Fávaro Correia, aos 31 anos, iniciou a carreira na Macaca em 1997 e ficou até 2002. Em 2004, ele teve uma nova passagem pela Ponte.

Campeão Paraense e Brasiliense, em 2005 e 2006, respectivamente, o goleiro passou por Paysandu, Brasiliense, América-SP, Cruzeiro e Juventude.

Por fim, na primeira rodada, o ex-goleiro da Ponte foi Fábio, hoje na Portuguesa. O Bugre venceu, por 1 a 0. Fábio Gonçalves dos Santos, aos 29 anos, disputou a Série B do Brasileiro do ano passado, pela alvinegra campineira.

Ele também já teve passagens por Osasco, Inter de Limeira, Mogi Mirim, Goiás, Marítimo-POR, Adap-PR, Guaratinguetá e Ponte Preta.

Dentinho na reserva?


A participação no Sul-Americano sub-20 na Venezuela pode custar ao atacante Dentinho a vaga entre os titulares do Corinthians. "Os jogadores que voltam das categorias de base da seleção precisam de um recondicionamento mais intenso porque o ritmo é diferente. O Dentinho vai entrar na briga pela vaga e vamos avaliar quem estiver melhor", afirmou o técnico Mano Menezes. "Ninguém é titular absoluto."

Zagueiro do Cruzeiro recebe proposta milionária

O zagueiro Thiago Heleno, do Cruzeiro, recebeu uma proposta de R$ 12 milhões de um clube espanhol, de acordo com a Rádio Itatiaia.

Caso a oferta se confirme, o defensor deixará o clube, que precisa fazer caixa para pagar os credores.

Corinthians x Botafogo - Embalo para um, revanche para outro

O Corinthians busca nesta quarta-feira sua primeira vitória em casa no Campeonato Paulista. Depois do decepcionante empate contra o Barueri, na estréia, por 2 a 2, o Timão recebe o Botafogo, no Pacaembu, em São Paulo, em partida válida pela terceira rodada.

Confira:
Mano alerta Ronaldo e se mostra descontente com baladas

O Corinthians vem de vitória na competição. No domingo, a equipe alvinegra bateu o Bragantino por 1 a 0, fora de casa, e deu alegrias aos torcedores. Desta vez, mesmo com o time desfalcado (Douglas, Jorge Henrique e Ronaldo estão fora), o Timão confia na vitória.

Já o Botafogo, ao contrário do Corinthians, ainda não sabe o que é vencer em 2009. De volta à primeira divisão, o time acumulou uma derrota em casa, para o Bragantino, e um empate fora, contra o Guaratinguetá. O objetivo no Tricolor é surpreender e conquistar pela primeira vez os três pontos.

Timão não muda
A vitória contra o Bragantino, por 1 a 0, foi fundamental para que alguns jogadores ganhassem de vez o espaço na equipe titular. Por outro lado, também foi ruim para aqueles que foram sacados da equipe. Esses devem esperar por uma vaga no banco de reservas.

Principal surpresa da escalação contra o Bragantino, o meia Lulinha (foto) segue na equipe titular. O jogador marcou o gol da vitória sobre o Braga e recebeu elogios do técnico Mano Menezes. Quem perde com isso é Túlio, volante que foi contratado junto ao Botafogo e que deve ser reserva a partir de agora.
Veja também:
Titular, Elias pede para mudar de posição no Corinthians

Outro que continua na equipe é Wellington Saci. Lateral-esquerdo de origem, o jogador substituiu o meia Douglas no final de semana e agradou Mano. Em uma nova função, Saci se diz pronto para atuar na vaga do camisa 10, apesar de lamentar a lesão do companheiro.

"Infelizmente, o Douglas teve a lesão. Já que ele não pode jogar, o Mano pode contar comigo. Vou dar o meu máximo para substituir o Douglas. Sabemos da qualidade dele, que é difícil ocupar o lugar dele, mas sei da minha responsabilidade", disse o jogador. O restante do time deve ser mantido.

Bota reencontra algoz de 2001 e 2003
Ainda sem vencer no Campeonato Paulista, o Botafogo volta a jogar nesta quarta-feira, contra o Corinthians, no Pacaembu. O adversário desta semana, pela terceira rodada do Paulistão, não traz boas recordações.

Em 2001, o Botafogo chegou à final do Campeonato Paulista, mas perdeu a decisão para o Corinthians, que venceu por 3 a 0 em Ribeirão Preto e garantiu o empate sem gols no Morumbi. Já em 2003, no último encontro entre ambos, o Corinthians venceu por 2 a 0 e praticamente garantiu o rebaixamento do Botafogo no torneio.

Veja também:
Botafogo "imita" grandes clubes na construção de academia

Para não cometer os erros dos times passados, o Botafogo terá mudanças. O técnico Arthur Neto confirmou a entrada do zagueiro Fernando na vaga de Júlio César, expulso contra o Guaratinguetá. Calisto também deve ganhar a vaga de Betão na lateral-esquerda. A esperança é que o Botafogo faça jogo duro contra o Corinthians.

"Acho que temos condições de surpreender. O time já evoluiu em relação à estréia e a parte defensiva aos poucos vai se encontrando", afirmou o volante Augusto Recife, garantido na equipe titular.

Rádio Futebol Interior
A equipe dinâmica comandada por Luciano Luiz vai dar novo show no Pacaembu. É a Rádio Futebol Interior (Rádio FI), já tradicional nos jogos do Timão. Basta clicar no ícone Rádio FI na home page.

Ficha Técnica

Corinthians x Botafogo

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo - SP
Data: 28/01/2009
Horário: 22h
Árbitro: Rodrigo Braghetto

Corinthians
Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Lulinha e Wellington Saci; Otacílio Neto e Souza.
Técnico: Mano Menezes.

Botafogo
Paulo Musse; Marco Aurélio, Fernando, Éverton e Calisto; Augusto Recife, Jonílson, Branquinho e Paulo Santos; Thiago Silvy e Frontini.
Técnico: Arthur Neto.

Titular, Elias pede para mudar de posição no Corinthians

Elias se destacou no Campeonato Paulista de 2008 jogando como meia, na Ponte Preta. Foi contratado pelo Corinthians, e passou a ser volante na Série B. De volta à posição de origem, Elias surpreendeu e, nesta terça-feira, afirmou que pretende ser volante no Timão.

Na visão de Elias, o Corinthians tem jogadores mais capacitados para exercer a função de meia de ligação do que ele. No atual elenco, o alvinegro conta com Douglas (titular absoluto de Mano Menezes) e Morais, que espera o fim de sua suspensão para voltar aos campos.

"Nossa equipe tem meias melhores que eu para fazer isso", resumiu o camisa 7, que também se disse a disposição de Mano Menezes para atuar em qualquer posição que o Corinthians precisar.

"Se o Mano me mandar jogar de zagueiro, vou jogar. Estou à disposição onde ele precisar. Quero sempre estar entre os 11 titulares. Eu preciso me adaptar novamente para jogar na armação. Isso acontece com o tempo", disse o jogador corintiano.

BOMBA: Treinador da Série A2 é demitido e ex-Timão assume

A diretoria do Flamengo, de Guarulhos, anunciou, no início da tarde desta terça-feira, a dispensa do técnico Nei Silva. Sem perder tempo, o Menguinho anunciou o novo treinador. Trata-se do ex-jogador Badeco, que chega com o preparador físico José Roberto Rivelino, primo do ex-craque da Seleção Brasileira, Corinthians e Fluminense.

Segundo diretores do Flamengo, a dispensa ocorreu em virtude do empate em casa no último domingo, por 2 a 2, diante do União São João, de Araras. Além disso, segundo os dirigentes, o perfil de Nei Silva não teria se encaixado no projeto que o Flamengo e sua parceria têm para este ano no clube. O preparador físico Claudinei Chelles também foi dispensado.

A nova comissão técnica foi apresentada nesta terça-feira, às 16 horas, durante treino realizado no Estádio Antônio Soares de Oliveira.

Nei Silva foi o segundo treinador a ser demitido no Campeonato Paulista da Série A2. Antes dele, quem já havia ganho mala foi o treinador do Linense, Ney da Matta.

Conheça mais sobre Badeco
Badeco foi jogador de clubes como Corinthians e Portuguesa. Foi na Lusa que viveu seu melhor momento da carreira, quando conquistou o Campeonato Paulista de 1973. O ex-jogador também é delegado da Polícia Federal aposentado, além de trabalhar no projeto para crianças carentes da Secretária Municipal de Esportes em São Paulo.

Sem mudanças, Mano confia em Lulinha e Saci no Timão

O Corinthians não deve ter nenhuma alteração para a partida desta quarta-feira, contra o Botafogo, no Pacaembu, em São Paulo, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

A vitória contra o Bragantino foi fundamental para que alguns jogadores ganhassem de vez o espaço na equipe titular. Por outro lado, também foi ruim para aqueles que foram sacados da equipe. Esses devem esperar por uma vaga no banco de reservas.

Principal surpresa da escalação contra o Bragantino, o meia Lulinha segue na equipe titular. O jogador marcou o gol da vitória sobre o Braga e recebeu elogios do técnico Mano Menezes. Quem perde com isso é Túlio, volante que foi contratado junto ao Botafogo e que deve ser reserva a partir de agora.

Outro que continua na equipe é Wellington Saci. Lateral-esquerdo de origem, o jogador substituiu Douglas no final de semana e agradou Mano. Em uma nova função, Saci se diz pronto para atuar na vaga do camisa 10, apesar de lamentar a lesão do companheiro.

"Infelizmente, o Douglas teve a lesão. Já que ele não pode jogar, o Mano pode contar comigo. Vou dar o meu máximo para substituir o Douglas. Sabemos da qualidade dele, que é difícil ocupar o lugar dele, mas sei da minha responsabilidade", disse o jogador. O restante do time deve ser mantido.

O Corinthians deve entrar em campo com: Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Lulinha e Wellington Saci; Otacílio Neto e Souza.

Quê?!? Corinthians contrata ex-atacante de Ituano e Paulista

O Corinthians não confirma, mas contratou mais um reforço para a disputa da temporada de 2009. É o atacante Lucas, de apenas 21 anos, que apareceu registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Com passagens por Paulista e Ituano, Lucas não foi apresentado, nem anunciado pela diretoria corintiana. O jogador, segundo alguns dirigentes, sequer foi contratado. É o que confirma o diretor-técnico Antônio Carlos.

"O departamento de futebol profissional não é responsável por essa contratação. É isso que posso dizer", disse o dirigente, em entrevista ao Lancenet!, órgão responsável pelo anúncio da contratação.

No BID, Lucas tem contrato com o Corinthians até o final de 2010, mas sequer treina na equipe do Parque São Jorge. Será jogada de empresário? Ou algum reforço que deve pintar nos próximos dias como opção de Mano Menezes?

O certo é que o Corinthians parece esconder a contratação do atacante. Isso não combina com o slogan do presidente Andrés Sanchez, que, quando foi eleito, no final de 2007, disse que governaria com transparência.

Meu Deus! Corinthians contrata o “famoso quem?”

Caros torcedores corintianos, vocês lembram do atacante Careca? Contratado junto ao Águia Negra, de Mato Grosso do Sul, ele atuou pouco ano passado e nesta temporada foi emprestado ao Noroeste. Mas parece que o Timão gostou da idéia e contratou outro desconhecido.

Trata-se do atacante Osvaldo, do Sergipe. O Corinthians desembolsou R$ 25.000,00 para ter o jogador. Deste total, 30% (R$ 7.500,00) fica com o Sergipe. A informação é do Futebol Sergipano.

Osvaldo terá um salário de R$ 5.000,00. Ele começou aos oito anos na escolinha do Grêmio Itaporanga, passou pelo Grêmio de Aracaju, Pirambu até chegar ao Sergipe.

Fonte: Futebol Interior

O Amor é Filme



“O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica”
–Lirinha, letra da música “O amor é filme”, do Cordel do Fogo Encantado, trilha do filme Lisbela e o Prisioneiro

Filme: http://www.youtube.com/watch?v=VqwgeZooUmQ&eurl=http://nao2nao1.com.br/o-amor-e-filme/

A Myla me enviou o curta-metragem abaixo (J’Attendrai Le Suivant, de Philippe Orreindy) e me obrigou a escrever sobre como o amor é ficção. Assista e depois continue lendo.

Uma história de amor é como uma obra de arte: totalmente desnecessária, inventada e bela. Desnecessária, pois poderíamos não ter enviado aquele email e continuado com nossa vida tranqüila. Inventada, pois nossa declaração de amor nunca deixa de ser forçada, nunca esconde por completo a fantasia que a sustenta. Bela, porque… bela. Por mais fechados que possamos estar, basta uma música como “C’etait ici”, de Yann Tiersen (que fez a trilha do excelente O fabuloso destino de Amélie Poulain), para nos mostrar que amor e beleza são uma e mesma coisa. Ouça enquanto lê e me diga se discorda. A propósito, conheci o Tiersen pelos ouvidos da Myla.

“Era só um sketch“, o ator diz assim que ela sai do trem. E nós não somos diferentes. Fazemos performances e lançamos nosso charme em todas as direções. Ao contrário do desfecho do curta, tudo o que queremos é ver alguém acreditar em nós, para que nós mesmos acreditemos também. O brilho no outro confirma a fantasia que construímos e nos permite brilhar também. Alucinação compartilhada é realidade.

E então o outro desce do trem e nos puxa junto. “Você tem certeza disso?”, um pergunta ao outro. “Você é louco!”. Eles se duvidam e seguem por uma série de testes de realidade e sanidade, até que o amor ficcional se estabilize como uma realidade a ser mostrada a amigos e parentes. “Eu te amo” é o selo final, o atestado de realidade que tanto buscamos. Pelo “Eu te amo”, os olhos do outro nos conferem existência e substância – pelo outro e no outro, eu finalmente existo.

O melhor da arte é ser vivida como realidade. Não entramos no cinema para ver um filme – isto é, a ficção não nos interessa como ficção. Entramos pela experiência de realidade que vamos percorrer, pelas emoções que vão brotar, pela abertura, pela textura real que aquele espaço oferece. Quando ouvimos “Eu te amo”, confirmamos aquilo que nós mesmos sabíamos ser possível, entramos enfim no filme que vinhamos escrevendo para nós mesmos. Afinal, temos muitos roteiros, scripts e sketches prontos. Muito material não filmado, vida não vivida.

Ao encenar nossos sketches e aguardar por um brilho diferente, na verdade estamos abrindo nosso cinema a quem quiser viver aquela fantasia como realidade. “Não, eu não amo você, mas posso fingir e ambos acreditarmos nisso. Não, eu não conheço você, mas posso conhecer e ambos acreditarmos nisso. Não, eu não sou feliz, mas posso fingir e ambos acreditarmos nisso”. Já ao adentramos o cinema do outro, dizemos: “Eu sei que você não é tão belo assim, mas posso fingir e fazê-lo ser”. Ora, tal capacidade de envolvimento não é senão uma capacidade para o fingimento. Sim, amor é coisa de artista. E por que não dizer que arte é coisa de quem ama?

Uma história de amor é também, como uma obra de arte, um percurso, uma viagem. A ficção nos libera da factualidade, do destino, da solidez dos eventos e da rigidez de nossos comportamentos. Nosso parceiro projeta um outro em nós e a partir desse personagem começamos a agir diferente. Nasce o percurso, a transformação, a aprendizagem. A paixão irrompe quando o outro abre um caminho, oferece uma história e vê em nós algo que ainda não somos. Se amor é filme, cantada é trailer.

O que se desenrola a partir daí é sonho, movimento incessante com trilha sonora de Tiersen. O desdobramento real de tudo aquilo que sequer nos era possível imaginar. E quanto mais realidade passa por nossa boca, mais essa textura de sonho permeia nossa vida. Um bom amor pode transformar nossa vida inteira em filme e nos liberar do peso das coisas, da concretude que tanto nos aflige.

E o beijo. Queremos engolir o outro, levantá-lo, tirá-lo de dentro de si. E o sexo: depois de vermos o trailer do filme que o outro nos oferece, dizemos “Sim! Pegue na minha mão e me conduza por isso tudo” ou “Sim! Eu quero levar você para todos esses locais”. Eu não apenas projeto algo nela, mas ao levá-la para cama, sussurro: “Eu vou acabar com você e não vou descansar até que você se sinta tão bela quanto só eu sei que você é”.

Somos cinemas ambulantes. Na fachada de nós, qualquer um pode ler: “Ofereço histórias de amor. Entrada gratuita”.

Diretoria explica porque obras da Fazendinha pararam!!!

A diretoria do Corinthians desmentiu terem as obras da Fazendinha sido paralisadas por falta de pagamento de funcionários do clube ou da Lusoarena. Segundo o vice de futebol, Mário Gobbi, está sendo feito um novo contrato para acerto. "É que estávamos tocando duas coisas ao mesmo tempo. A reforma do gramado, com recursos próprios, e um contrato com a Lusoarena, para reforma total do estádio Alfredo Schuring. Resolvemos, então, aglutinar tudo, por isso foi dado um descanso nos trabalhos", falou com exclusividade para o site chicolang.com.br.

Na véspera, o repórter Luís Henrique Gurian noticiou no programa "Gazeta Esportiva", da TV Gazeta, a interrupção das obras por tempo indeterminado. Funcionários do clube reclamaram não estarem com salários em dia. Gobbi, no entanto, negou a denúncia. "O problema é burocrático apenas", garantiu.
Voltar

As melhores cantadas do cinema - Um Beijo Roubado e Caos Calmo



Estou criando mais uma série aqui no Não2Não1 para comentar as principais cantadas e xavecos do cinema. Fui motivado por um post de uma amiga (“Lições de flerte”) e pelos vários vídeos do Fabiano Rampazzo produzidos pelo site iTodas. Esse cara (autor do Manual do Xavequeiro) me parece um verdadeiro pateta, diga-se de passagem. Veja o que ele fala sobre o xaveco inicial do filme Antes do Amanhecer. Ao se dirigir às mulheres, termina de modo profundo: “Você se permite?”. Sorte dele que o vídeo teve apenas 148 visualizações em mais de um mês.

Fico um pouco irritado com essa supervalorização da sedução e conquista. Ao mesmo tempo, eu me divirto com ebooks desse tipo, por exemplo: “Como conquistar mulheres”, do site www.persuasao.com.br. Conquistar é fácil… é a parte mais simples de um relacionamento. O desafio é o que fazer quando se esgotam os tipos de beijos, os restaurantes de comida internacional e as posições sexuais do KamaSutra. O que fazer no oitavo encontro, no quinto ano ou na terceira década? Ainda assim, todas as boas coisas da vida começam em algum ponto, então nada mais natural do que falar em sedução.

Vejo, no entanto, a sedução como um processo de construção de uma história, não como uma evolução do modelo caçador/presa. É claro que uma história pode durar apenas uma noite, com muito desejo, instinto e fúria, mas sedução sem história ou sonho construído não tem graça alguma. O que de bom temos a oferecer ao outro senão um filme, um sonho, um mito?

Nesse contexto, minha idéia de “cantada” ou “xaveco” foge um pouco da visão convencional. Sinto que uma boa cantada não é tanto uma série de frases ou ações quanto uma postura que possibilita o envolvimento e a entrega de ambos. Isso ficará claro logo de cara com esse post, que não fala da ousadia de roubar um beijo, por exemplo.

Para abrir a série, escolhi o último filme que vi. Estreiou na última sexta e está em cartaz em vários cinemas. Meu texto não tem spoilers, então pode ler tranqüilo.

O filme

Um Beijo Roubado (My Blueberry Nights, Kar Wai Wong, EUA, 2007) traz a cantora Norah Jones, Natalie Portman, Jude Law e Rachel Weisz para encenar uma história bastante simples, escrita e dirigida por Kar Wai Wong (de 2046 e Amor à Flor da Pele). Na trilha sonora (que já baixei), além de Norah, temos a gostosa Cat Power (que também aparece no filme), Ry Cooder (que assina a trilha), Cassandra Wilson, Amos Lee e Gustavo Santaolalla, entre outros nomes menores.



Kar Wai Wong é fascinado pelo amor. Ele nos pergunta: “Amor, o que é isso? Como ele se dá? Como ele vive e como o vivemos?”. Sem respostas, é o percurso que interessa. A viagem de Norah, aberta à vida, pelas histórias dos outros, me lembrou das vezes em que participei e convivi perto de amores de amigos, suas alegrias e confusões. Olhava cuidadosamente para eles e descobria minha própria energia, minha vontade de fazer diferente ou igual. Neles, eu via um amor (e também uma confusão) que é impessoal, usufruído por todos, sem dono.

A falta de pretensão do filme é a medida de sua calma; seu andamento, um ensinamento a qualquer amante. Todo aspirante a homem deveria assistir a filmes assim, desses que parecem que não vão a lugar algum, sabe? “Não tenha pressa, respire tudo e todos, saiba que o próximo momento não será nem um pouco diferente desse agora“, sussurra cada cena.
A cantada

O xaveco supremo de Um Beijo Roubado é simples, sem falas, sem esforço. Jude Law faz apenas uma coisa com Norah Jones: ele fica. Não vai atrás dela, não viaja, não reage, não larga seu trabalho. Além de ligações desesperadas, ele não se move. Poucos homens sabem da existência dessa cantada invertida. A cantada imóvel.

É comum olharmos para os movimentos femininos e tentarmos enlaçar a mulher desejada, partir para cima, interrompê-la de alguma forma. É claro que render e desarmar uma mulher é também uma delícia, mas muitos confundem rendição com controle. Não é fácil sorrir para as andanças de uma mulher e deixar preparada a torta de blueberry. Falta um pouco de paciência às relações contemporâneas. Paciência que pode ser uma surpresa desafiadora às mulheres pelo fato de elas não entenderem como um homem pode dizer: “Linda, pode ir, apaixone-se e desapaixone-se por mim e por outros, viaje, sinta os sabores do mundo, bata cabeça, venha e se vá”. O mistério contido nessa postura talvez deixe uma mulher ainda mais atraída e envolvida. Talvez ela se sinta totalmente acolhida, em casa, dentro desse olhar.

Um homem que não dá chiliques, que não surta, torna-se uma base, um suporte para o ziguezague feminino. Ele eventualmente ouvirá de uma mulher o que Norah diz no filme: “Sempre tive a sensação de que posso lhe dizer qualquer coisa”. Tradução: “Com você, sinto que posso fazer qualquer coisa”. Ou, em uma tradução mais ampla, “Sua postura me faz acreditar que nada nesse mundo lhe é estranho, que você está preparado e aberto para qualquer fenômeno que possa surgir, em mim ou ao meu redor. Você me dá segurança ao atravessar qualquer confusão com um sorriso malicioso nos olhos. Seus olhos, sua cama, sua vida, ah… Eu quero me deitar e me esfregar em você”.

A passagem do tempo não gera ansiedade. Ele fica além do tempo. Sua espera não é passiva. Ficar é uma forma de ação, um jeito de amar à distância, de respirar o ritmo do mundo. Ele, como um homem que dança, sabe que o começo às vezes só acontece no meio ou no fim. Ao amar o tempo da vida, sem saber, ele faz amor com a própria história dela, com seus percursos, idas e voltas. Isso porque é o tempo que nos move. Engana-se quem pensa que se move no tempo. Como ensinava o mestre zen Dogen, “a primavera passa sem nada fora de si mesma”.

Amar, se identificar, se tornar o tempo. Eis a forma mais elevada de condução. E toda história de amor é uma descrição de uma condução e uma entrega. Sempre. Jude Law, mesmo à distância, orienta e conduz Norah. Afinal, não basta ser um Jude Law, tem de saber conduzir. Caso contrário, você lembra o que aconteceu com ele em Closer, não? ;-)

Se a cantada funciona, se ela volta ou se vai para sempre, isso não importa. Assista ao filme e descubra…
Trailer

Além do trailer, deixo abaixo um trechinho da letra de Otis Redding, “Try A Little Tenderness” (ouça aqui), uma das faixas dessa excelente trilha que roda sem parar na minha playlist.

“but while she there waiting
try just a little bit of tenderness
[...]
all you got to do is know how to love her
you’ve got to
hold her
squeeze her
never leave her
now get to her
got got got to try a little tenderness
yeah yeah”

Filme: http://www.youtube.com/watch?v=gFwDOWMaH6I&eurl=http://nao2nao1.com.br/as-melhores-cantadas-do-cinema-1-um-beijo-roubado/

P.S: Já decidi quem vai ganhar o livro da Maitê. Vou fazer um post com os melhores relatos e aí revelo a sortuda.

P.S. 2: Vocês, mulheres, se interessariam em ler sobre cantadas femininas também? Posso fazer uma lista híbrida, que tal?

Update: A B. me avisou que hoje é dia internacional do beijo. Que coisa louca… Publiquei o post sem saber!



Construa relações positivas em todas as direções. Ela vai querer ser uma delas, com certeza.

Continuo com o percurso que iniciei quando assisti ao filme Um Beijo Roubado (My Blueberry Nights, Kar Wai Wong, EUA, 2007). Como expliquei anteriormente, a idéia é buscar xavecos que não parecem xavecos, apresentar cantadas que não se restringem a um discurso ou uma ação específica. Ou seja, falar das melhores cantadas e xavecos do cinema.

Quando um xaveco é ouvido como xaveco, ele perde totalmente sua força. É como um pensamento que, em vez de nos dominar e nos levar a emoções, sensações e outros pensamentos, é simplesmente reconhecido como tal: um pensamento. Cantada que se oculta, é isso que envolve uma mulher. “Ars est celare artem“ (”a arte esconde a arte”), já ensinavam os primeiros latin lovers. Não é por acaso que os melhores momentos de uma música e de um filme acontecem quando esquecemos que estamos diante de uma produção artística.

O filme: uma praça, uma vida, um mundo

Leia tranquilo: o texto não tem spoilers pois é impossível estragar a experiência que esse filme oferece. Da trilha sonora, escolhi “ L’amore trasparente” (Ivano Fossati).



Caos Calmo (Antonio Luigi Grimaldi, Itália/Inglaterra, 2008, trailer no YouTube) é um dos mais belos filmes que já vi na vida. Após os créditos, fiquei com uma agitação simultânea a uma languidez contemplativa. Caos… calmo.

O roteiro toma como base o livro homônimo de Sandro Veronesi, a direção é de Antonello Grimaldi, e o elenco traz Nanni Moretti (O Quarto do Filho) e as belas Valeria Golino e Kasia Smutniak (que dá corpo a Jolanda, o alvo da cantada aqui descrita). O enredo é simples: após a morte da mulher, o empresário Pietro Paladini (vivido por Nanni Moretti) decide passar seus dias na praça em frente a uma escola infantil e faz sua vida acontecer em um banco de madeira de onde pode ver a filha.

A cantada: conquiste a praça, a vida e o mundo antes

Curiosamente, os protagonistas de Um Beijo Roubado e Caos Calmo se assemelham pela imobilidade. Se o primeiro esperou a personagem de Norah Jones voltar até sua loja, o segundo não sai da praça em frente à escola da filha. No momento em que qualquer um se fecharia em luto dentro de casa, Pietro sai para um local público por excelência; quando todos desejariam chorar e contar o drama da perda, ele ouve as dores alheias; se o bom senso ensina que o viúvo precisa de apoio, o empresário age como um louco ao apoiar seus amigos e familiares. Ele fica e deixa o caos girar ao redor: os familiares vem e vão, colegas do trabalho pedem conselhos, a mãe da amiga tenta seduzi-lo, a irmã de sua ex-mulher bate o carro, todas as coisas rodopiam dentro e fora da praça.

Aqui também se aplica a dinâmica que abordei no primeiro texto. A estabilidade masculina, o olhar de Shiva, é o convite perfeito para a provocação feminina, o strip-tease de Shakti. Pode anotar: o homem é desequilibrado pelo movimento feminino, enquanto a mulher é desestabilizada pelo olhar masculino. Se quiser envolver uma mulher, pare e fique. Se quiser conquistar um homem, seja uma coelhinha serelepe. Não é de se estranhar que um homem muito solto, que se mexe demais, seja visto como homossexual (veja os primeiros segundos dessa apresentação, uma das músicas do filme, que explicita a feminilidade de Rufus Wainwright, músico gay).

É outra, contudo, a grande cantada de Pietro em Caos Calmo. Nenhum momento a circunscreve, nenhuma fala a define, não há gestos para evidenciá-la. Inicialmente, o empresário toca a sua própria vida, dispensa distrações e mergulha na beleza do cotidiano. Troca o estresse de um escritório pelo vinho de um bom restaurante, reuniões com empresários por conversas com mulheres fofoqueiras, luto depressivo por contação de histórias infantis.

Com isso, ele não só descansa e ganha tempo para si como arranja tempo para os outros. Ele fica disponível. Eis o charme de um homem sentado em um banco de praça. Quando a irmã da ex-mulher bate o carro e começa a chorar, ele está lá para abraçá-la e fazê-la sorrir. Quando o menino passa querendo brincar, ele está lá para empolgá-lo. A filha treina ginástica olímpica, ele observa da arquibancada.

Com disponibilidade e olhar contemplativo, Pietro logo descobre a rotina de várias pessoas ao seu redor. O jornaleiro, o dono do restaurante, a menina linda que leva o cachorro para passear, as amigas da filha e seus pais… Porque ele pára e senta, seus colegas de trabalho (que vêm para consolá-lo) terminam por contar seus problemas, desabafar e pedir conselhos. Ele se torna o banco dos outros (e todos nós queremos bancos). Ao ouvir problemas, ele enxerga soluções e se insere na vida de cada um de modo a beneficiá-los. Sem sair da praça, recebe uma proposta de emprego irrecusável. Não é de se surpreender. O mundo inteiro se abre diante de um homem que oferece suas habilidades e pergunta em todas as direções: “Olá, em que posso ajudar?”.



Antes de abraçar Jolanda, Pietro já estava abraçando o mundo – algo que ela mesmo percebeu quando lembrou de todos os abraços que observou de longe. Antes de amá-la, ele já amava a todos. Antes de penetrá-la, ele já estava atravessando e enriquecendo muitas vidas dentro e fora da praça.

Ora, toda mulher sabe que será tratada do mesmíssimo jeito que seu parceiro trata qualquer outra pessoa. Já que a natureza do feminino é o movimento, ela observa como ele lida com tudo o que se move: como chama e agradece o garçom, como sorri (ou não) para quem passa ao redor, como resolve problemas, como brinca com um cachorro, como olha para uma borboleta…

Se ele se irrita facilmente, ela sabe que terá problemas nos dias de TPM. Se ele se apaixona por tudo e todos, ela deseja ser alvo de sua paixão. Se ele sabe dançar, ela fantasia sobre como será o sexo. Se ele toma o vinho com tesão, ela quer provocar o mesmo. Se ele não come brócolis ou não gosta de sashimi, ela desconfia que seu mimo o impedirá de se deliciar com outras coisas também. Se ele oferece suas habilidades ao mundo, ela naturalmente entra na fila para recebê-las e usufrui-las também. “Se ele faz tanta gente feliz, ele me fará feliz”.

Sem sequer saber o nome dela, sem nenhuma conversa, Pietro conquista a mulher mais bonita do local apenas por direcionar a sua própria vida e se relacionar positivamente com os outros. Em vez de tentar seduzi-la diretamente, ele manifesta uma motivação mais ampla. Ele não quer apenas sua própria felicidade ou tampouco fazê-la feliz. Ele quer a felicidade de todos.

Nessa praça construída por Pietro, qualquer mulher não só já está abraçada como deseja abraçar de volta, participar desse desejo, ser olhada de modo elevado e se relacionar com outros assim também.

Portanto, meu amigo, se quiser pegar mulher, apenas se preocupe em sentar no banco e cuidar da vida da praça. Em vez de correr atrás de gaúchas ou goianas, em vez de se perguntar o que o mundo tem a lhe oferecer, brinque com cachorros, faça a mulher mais próxima sorrir, vá todo santo domingo abrir a sala de meditação e ficar 40 minutos sentado contra a parede, leia histórias infantis para seu sobrinho, limpe sua rua, tire o lixo, distribua bombons no metrô, alinhe sua coluna, ajude seus amigos, lave a louça no fim do churrasco familiar, respire árvores e construa o mundo no qual deseja se deitar com sua mulher.

Corinthians puxa três campeões da Copinha para cima!!!


Três garotos campeões da Copa São Paulo de Juniores irão ser aproveitados de imediato na equipe profissional do Corinthians. Boquita (meio-campo), Bruno (lateral-esquerdo) e Marcelinho (atacante). Decisão foi tomada pelo técnico e departamento de futebol. Mano Menezes, aliás, estava sendo acusado de omissão, principalmente por não ter ido pessoalmente a nenhuma partida da competição. Nem na final.

O vice-presidente de futebol, Mário Gobbi, disse com exclusividade para o site chicolang.com.br, que o trio terá vez sim. "São jogadores ótimos, jovens e merecem ter uma oportunidade aqui. Os outros, com todos respeito, ainda estão verdes demais. O Jadson, por exemplo, tem apenas 17 anos, é um menino ainda", explicou.

Gobbi ainda elogiou Douglas, Sacha e o goleiro André Dias. Além disso, fez questão de enaltecer o trabalho do técnico Ladeira, de 67 anos. "O presidente Andrés Sanchez fez questão de mantê-lo no cargo e foi muito criticado por isso", lembrou o dirigente. Alguns dos campeões podem até ser emprestados para equipes do Interior ou de outro Estado. O Vasco teria se interessado por Jadson.

Mano Menezes tira Souza para Ronaldo ser titular!!!

Em participação no programa “Bem, Amigos”, do canal SporTV, o técnico do Corinthians, Mano Menezes, declarou que já pensa em como vai armar o time quando Ronaldo estiver 100% para poder jogar.

Na visão do treinador, Souza deve ser o jogador que cederá a vaga para a entrada do Fenômeno. “Do que jeito que está a equipe seria o Souza. Se não mexer em nada, se fosse função por função, seria”, declarou.

Perguntado sobre um possível prazo para a estreia de Ronaldo, Mano disse que, no mínimo, o atacante deve jogar no final do mês de fevereiro.

“Acredito que no finalzinho de fevereiro, início de março, o Ronaldo vai estar em campo”, afirmou.

Ufa: Douglas escapa do bisturi e volta em três semanas!!!

O meia Douglas escapou de uma cirurgia no púbis. O médico Joaquim Grava o examinou na manhã desta terça-feira, no Parque São Jorge, e indicou tratamento clínico para recuperar o camisa 10. Sendo assim, jogador fica afastado por três semanas. Segundo o Departamento Médico, o jogador está com um sisto no local. Irá tomar medicação e, com certeza, o problema irá retroceder.

Sorte de Douglas que uma das especialidades de Grava é exatamente o púbis. Marcelinho carioca, Sebástian Domingues, dentre outros, foram acometidos dessa enfermidade, operaram e continuaram atuando sem maiores consequências.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Ponte mandará jogos fora de Campinas

A pré-temporada da Ponte Preta, realizada em Jaguariúna, animou a diretoria a lançar um projeto para incremento da torcida a partir de 2009. A equipe de Campinas pretende mandar jogos nas cidades vizinhas durante esta temporada, a fim de criar manifestações populares que tenham como resultado o crescimento de seu número de adeptos.

Desde a chegada da Ponte Preta para a preparação em Jaguariúna, no início deste ano, a prefeitura fez uma campanha com cartazes pela cidade para comunicar que a equipe estava treinando ali. O resultado foi a presença de cerca de 4 mil torcedores no jogo-treino do time alvinegro contra a União Barbarense, no dia 17 de janeiro. O número é superior à média de público dos campineiros na última edição da Série B do Campeonato Brasileiro (3.650 pagantes por partida).

"A idéia não é apenas levar jogos para outras cidades, mas criar um ambiente favorável nesses locais. A campanha em Jaguariúna envolveu a prefeitura, que falou da nossa marca, e os meios de comunicação. A população da cidade ficou curiosa para ver um time que disputa a primeira divisão do Campeonato Paulista, e é isso que nós queremos. Vamos fazer uma ativação que trabalhe a comunidade local, principalmente voltada às crianças. Precisamos renovar a nossa torcida", argumentou o diretor de marketing da Ponte, Márcio Volpe.

A idéia da Ponte Preta é aproveitar cidades situadas na região de Campinas. Segundo cálculo da diretoria alvinegra, há 3,2 milhões de consumidores em potencial nessa área, e esse público pode integrar o projeto para expansão da torcida.

Uma demonstração do quanto a Ponte Preta aposta na comunidade da região é que a equipe alvinegra pretende expandir a atuação de seus quiosques oficiais. O crescimento de pontos de venda ainda será restrito a Campinas neste ano, com a criação de postos oficiais do clube em shoppings, aeroporto e rodoviária, mas a idéia é levar esse conceito para outras cidades a partir de 2010.

"Não somos um time grande, não temos grandes verbas dos campeonatos e precisamos buscar recursos dentro da nossa torcida. Temos um projeto de desenvolvimento e venda de produtos, com uma distribuição ampliada, para ajudar a fortalecer nossa marca", reforçou Volpe.

O grande foco de marketing da Ponte Preta durante esta temporada, contudo, não será o simples crescimento do volume de torcedores. A despeito de trabalhar para isso, o clube alvinegro também tenta estreitar o relacionamento com aqueles que já o escolheram. Para isso, tenta valorizar o programa "Camisa 10".

"Essa é a nossa grande aposta. Queremos chegar a 5 mil associados durante o Paulista, com uma projeção de 7,5 mil participantes até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro. Mas para isso, é claro, a equipe precisa fazer uma boa campanha", finalizou o diretor de marketing.

Com gols bonitos, Ponte Preta vence o Paulista por 2 a 0

Depois de empatar com o Oeste na estréia do Campeonato Paulista, a Ponte Preta recebeu o Paulista e venceu por 2 a 0, neste sábado, no Moisés Lucarelli, com dois belos gols, marcados pelo atacante argentino Gustavo Savóia e pelo meia Renato.

Com este triunfo, a equipe de Campinas ficou com quatro pontos, em quarto lugar. Já o time de Jundiaí, que havia vencido o Noroeste por 2 a 0, na primeira rodada, ficou com três pontos, em oitavo lugar.

A Ponte Preta abriu o placar logo aos dois minutos do primeiro tempo. O goleiro André Luís afastou parcialmente levantamento de Renato. Leandrinho pegou a sobra e tocou para Gustavo Savóia, que marcou de letra.

No segundo tempo, o jogo estava aberto, e a Ponte aproveitou para ampliar. O jovem Tinga, que entrou no decorrer da partida, tocou para Renato, que bateu por cobertura sobre o goleiro André Luís, aos 19.

"Se eu não conseguisse esse gol iria parecer um burro, mas tentei e graças a Deus deu certo. Eu estava precisando marcar um gol, porque já fazia tempo que isso não acontecia", disse Renato, em entrevista à rádio Brasil.

Marília cede o empate três vezes e não vence o Mirassol

Em um duelo de seis gols, Mirassol e Marília empataram por 3 a 3, em Mirassol. Com isso, os donos da casa foram a quatro pontos, e estão próximos dos líderes. Já o MAC anotou o primeiro ponto no estadual e está em posição intermediária.

O Marília ficou três vezes na frente do placar, e o Mirassol empatou as três. Primeiro, Fabiano Gadelha balançou as redes aos 30. Luciano Sorriso deixou tudo igual, aos 35. Depois do intervalo, os visitantes voltaram a ficar na frente, com gol de Reinaldo, aos três.

O Mirassol não desistiu e voltou a empatar, aos 13 com Wésley. Aos 21, Fabiano Gadelha fez o terceiro do MAC. No entanto, os anfitriões não queriam decepcionar sua torcida e marcaram o terceiro com gol de Luciano Fonseca, de cabeça, aos 38.

Guarani anuncia patrocinadores para 2009

O Guarani anunciou a volta da Embracon ao seu rol de patrocinadores após quatro anos. A administradora de consórcios estampará sua marca nas mangas do uniforme do time por uma temporada.

Além da antiga parceira, o clube de Campinas terá o apoio da Tecmach durante o Campeonato Paulista de 2009. O logo da companhia será exibido nas costas a camisa bugrina.

A Lupo, por sua vez, seguirá nos calções da equipe por mais um ano. Os valores dos contratos não foram revelados.

Já a cota master continua em aberto. A previsão era de que as negociações fossem encerradas na primeira semana do ano, mas o clube segue com as tratativas para bater o martelo em relação à substituta da marca EMS em sua camisa.

Já a FYM Motos, que esteve atrelada ao Guarani em 208, retirou o apoio ao clube em virtude da crise financeira.

Guarani vence Ituano, segue 100% e quebra tabu de seis anos

O Guarani não começava tão bem um Campeonato Paulista fazia seis anos. Neste sábado, o time de Campinas venceu por 1 a 0 o Ituano, em Itu, e acumulou duas vitórias nas duas primeiras rodadas, o que não ocorria desde de 2003. O gol da vitória foi do meia Bruno, no primeiro tempo, e deixou os alviverdes com seis pontos, na liderança da competição. Já o Ituano ficou com um, em zona intermediária.

"No futebol não pode dar bobeira. Ganhamos de 1 a 0, mas poderíamos ter tido um jogo mais tranqüilo se tivéssemos feito gols nas oportunidades que criamos", disse o goleiro Douglas, em entrevista à rádio Brasil 1270.

O time de Campinas vinha de uma vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa na estréia e tinha um bom retrospecto diante do adversário. Nas últimas cinco vezes que enfrentou o Ituano, uma pelo Paulista e quatro pela Série C do Brasileiro, venceu todas. No entanto, tinha que quebrar o tabu de não triunfar nas duas primeiras partidas do estadual desde 2003.

Duas das principais contratações, o zagueiro Danilo e o atacante Amoroso, ainda não estrearam, por causa das respectivas documentações. Ambos esperam por documentos vindos do exterior para terem a situação regularizada.

Já os donos da casa, que recebem investimentos da Traffic, vinham de um empate contra o atual tricampeão brasileiro São Paulo por 1 a 1 em pleno Morumbi.

O Jogo

O Guarani começou apertando a marcação na saída de bola do Ituano. Com isso, os anfitriões só conseguiam chegar ao ataque nas jogadas de ligação direta. Do outro lado, comandada pelo volante Glauber, que organizava o meio de campo, a equipe alviverde tinha melhor toque de bola.

Aos 31 minutos, a zaga local falhou e Bruno, que não estava cotado para começar a partida entre os titulares, tabelou com Cleverson e marcou um belo gol, acertando a bola no ângulo. Já o outro meia, Chiquinho, recém-contratado, demonstrou certa lentidão e não conseguia ligar o meio ao ataque.

Depois do intervalo, o jogo ficou mais aberto, com o Ituano em busca do empate, e o Guarani procurando explorar os espaços deixados pelos anfitriões. O técnico do Guarani, Luciano Dias, passou a fazer alterações para segurar o resultado, como a saída de Bruno para a entrada do volante Claudiney Rincón.

Mesmo assim, os visitantes criaram mais algumas chances, como a desperdiçada por Dairo, em chute para fora após passe de Fernando Gaúcho, que já havia driblado o goleiro. O time da casa, por sua vez, pouco assustou.

Na próxima rodada, o Guarani vai receber o São Paulo, às 22 horas, no Brinco de Ouro. No mesmo dia, só que às 19h30, o Ituano vai enfrentar o Oeste, em Itápolis.

Sem Amoroso, Guarani bate Portuguesa com gol de pênalti

Ainda sem o atacante Amoroso, o Guarani estreou no Campeonato Paulista com vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa, nesta quarta-feira de noite, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. O gol foi marcado por Fernando Gaúcho em cobrança de pênalti, aos 25 minutos do segundo tempo. Apesar da derrota, a equipe do Canindé dominou a primeira etapa, quando deixou de abrir o placar.

"Foi injusto. Perdemos muitas oportunidades no primeiro tempo. No segundo, eles marcaram o gol de pênalti", disse o lateral-direito César Prates, da Portuguesa, em entrevista à Rádio Central.

Embalado pelo acesso da Série C para a B do Campeonato Brasileiro, o Guarani ainda não pôde contar com a sua principal contratação, o atacante Amoroso, porque a documentação do jogador ainda não está regularizada. O mesmo ocorreu com o zagueiro Danilo. Com isso, Augusto e Cléverson foram para o jogo.

Já a Portuguesa começou a temporada tentando melhorar a sua imagem após a queda para a Série B no Campeonato Brasileiro no ano passado. Para isso, manteve jogadores importantes como Bruno Rodrigo, Athirson, Edno e Fellype Gabriel e trouxe reforços como César Prates e Alex Bruno, que estrearam com a camisa rubro-verde.

No entanto, também por causa de documentação, o atacante Christian, que passou por vários clubes grandes do Brasil e estava no futebol mexicano, e mais o volante Ygor, que estava na Noruega, não puderam estrear.

O jogo

O primeiro bom lance foi em chute do meia Edno, que recebeu na área e bateu para a defesa do goleiro Douglas, aos 16 minutos. Na resposta do time de Campinas, Itaqui bateu falta com força, e obrigou o goleiro Fábio a fazer difícil defesa, aos 21. Porém, o primeiro tempo foi dominado pela Portuguesa, que acabou não conseguindo transformar a superioridade em gol.

Insatisfeito com o rendimento da sua equipe, o técnico do Guarani, Luciano Dias, colocou já o no intervalo o estreante Bruno no lugar de Mário César, no meio-campo. Estevam Soares esperou um pouco, mas também mexeu colocando o atacante Fabrício Carvalho, ex-São Caetano, no lugar de Héverton, aos 13.

Diferente dos primeiros 45 minutos, o duelo foi mais equilibrado. A Portuguesa assustou primeiro, com chute forte de Edno para fora. Porém, em uma chegada no Guarani no ataque, Bruno tocou de calcanhar para Cléverson, que foi derrubado por Rai. Fernando Gaúcho bateu rasteiro no canto direito e abriu o placar, aos 25. A Porutugesa tentou a pressão em busca do empate, mas sem sucesso.

"Ainda falta muito para equipe conseguir o entrosamento, mas para a estréia valeu. O goleiro (da Portuguesa) fez bastante catimba na hora do pênalti, mas bati forte no canto direito e fui feliz", disse o autor do gol, Fernando Gaúcho, em entrevista à Rádio Central.

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Ituano fora de casa, no sábado, às 20h30. Já a Portuguesa vai receber o São Paulo, domingo, no Morumbi.

GUARANI 1 X 0 PORTUGUESA

Guarani
Douglas; Maranhão, Augusto, Plínio e Itaqui; Glauber, Rafael Fefo, Mário César (Bruno) e Chiquinho (Claudinei Rincon); Cléverson (Dairo) e Fernando Gaúcho
Técnico: Luciano Dias

Portuguesa
Fábio; César Prates, Bruno Rodrigo, Alex Bruno e Athirson; Erick, Rai (Miltinho), Edno e Marco Antonio; Fellype Gabriel (Carlos Alberto) e Héverton (Fabrício Carvalho)
Técnico: Estevam Soares

Data: 21/01/2009 (quarta-feira)
Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Público: 4.283 pagantes
Renda: R$ 41.865,00
Árbitro: Cleber Wellington Abade
Cartões amarelos: Glauber e Rafael Fefo (Guarani); Rai (Portuguesa)
Gol: Fernando Gaúcho, aos 25 minutos do segundo tempo

Apesar da documentação pronta, lesão retarda estreia de Amoroso

A diretoria do Guarani confirmou nesta segunda-feira que a documentação do atacante Amoroso está regularizada e o atleta está pronto para fazer sua estreia pelo time campineiro. O problema agora é com departamento médico do clube, uma vez que o veterano sofreu uma pancada em um jogo-treino no domingo e não poderá jogar contra o São Paulo.

Amoroso não disputou as duas primeiras partidas do Bugre porque a documentação do Aris Saloniki, da Grécia, ainda não havia ficado pronta. Agora que os trâmites burocráticos terminaram, uma contusão atrapalha o jogador. Durante um jogo-treino da equipe reserva do Guarani contra o Libolo, de Angola, no último domingo, Amoroso levou uma pancada na panturrilha e precisará fazer uma ressonância magnética para saber a gravidade da lesão, mas é certo que ele não enfrentará o São Paulo.

Sem Amoroso mais uma vez, outro reforço importante espera a regularização de seus documentos para poder estrear. O zagueiro Danilo, que estava jogando no futebol chinês, deve estar com os papéis em dia até a próxima quarta-feira, quando o time enfrenta o São Paulo, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

O Guarani surpreende neste início de temporada como um dos líderes do Campeonato Paulista ao lado de Santos, São Caetano e Palmeiras, todos com duas vitórias. O São Paulo, por sua vez, vem de uma vitória contra a Portuguesa e um empate contra o Ituano, na estréia.

Wellington Saci e Octacílio Neto arrasam no Timão!!!


Um começo de temporada diferente no Corinthians. Quem deveria voar baixo não está e outros de quem não se esperava absolutamente nada, vão dando conta do recado. Casos de Wellington Saci e Octacílio Neto, até agora os melhores do time. Saci, então, foi uma grata surpresa. Contra o Barueri, entrou baixou e saravou. Octacílio Neto, ano passado apenas discreto, mostra grande categoria. Joga de cabeça erguida e dá passes precisos para os companheiros. Não é egoista.

Técnico Mano Menezes, a rigor, deveria colocá-los de titulares. Por incrível que pareça, Saci está em melhor fase técnica do que André Santos. Aliás, é bobagem Mano colocá-lo no meio-campo. O rapaz não se adapta à posição. Até nisso perde para Saci, mais eclético e dinâmico.

Na verdade, esse é um doce problema para Mano. Afinal, melhor ter sobras do que ausências em um elenco candidato a todos títulos que disputar. A regra deverá ser a seguinte: joga quem estiver em melhores condições. E fim de conversa.

E tenho dito!

William pensa no próximo jogo do Corinthians!!!


Depois de conquistar a primeira vitória no Paulistão 2009, o capitão William fez uma análise do desempenho do Timão na partida deste domingo e disse já estar concentrado na próxima partida na competição, quarta-feira, contra o Botafogo-SP, no Pacaembu.

“Nós havíamos feito um jogo razoável contra o Barueri, em casa, mas demoramos para marcar. Hoje (domingo) enfrentamos fora de casa uma equipe difícil de ser batida e mesmo assim conseguimos encaixar nosso jogo. Conquistamos uma boa vitória, mas agora temos que pensar na partida de quarta-feira”, ponderou o zagueiro.

Definidos os vilões de Homem de Ferro 2


Mickey Rourke

Mickey Rourke (O Lutador) e Sam Rockwell (Frost Nixon) poderão interpretar os vilões de Homem de Ferro 2, continuação de Homem de Ferro (2008), informou a Variety.

Novamente dirigido por Jon Favreau (Surpresas do Amor), a trama é roteirizada por Justin Theroux (roteirista de Trovão Tropical). Robert Downey Jr. (Trovão Tropical) interpretará novamente o milionário Tony Stark.

O personagem de Rockwell ainda não foi definido, mas Rourke deverá viver o negociante armamentista russo Crimson Dynamo, personagem considerado uma versão má do Homem de Ferro, já que combate o super-herói em uma armadura nuclear.

Homem de Ferro arrecadou US$ 581 milhões em todo o mundo e alavancou a carreira de Downey Jr. Homem de Ferro 2 estreia no dia 30 de abril de 2010 nos cinemas brasileiros.

Corinthians deve finalizar contratação de Escudero nesta terça-feira

O Corinthians espera finalizar a contratação do zagueiro Escudero, ex-Argentino Juniors, nesta terça-feira. Este foi o prazo estipulado pelo diretor de futebol do clube paulista, Mário Gobbi, que contou também que o contrato já chegou ao Brasil.

"Foi feita a conversão de câmbio, e o contrato chegou nas nossas mãos no final da semana. Amanhã [terça-feira] a situação deve estar totalmente sanada e ele deve se apresentar ao Corinthians", disse o dirigente à Rádio Record.

"Houve um atraso na devolução do contrato ao Parque São Jorge, mas estamos atrás disso e resolvendo tudo para que a novela termine o quanto antes", finalizou.

Escudero é pretendido pelo Corinthians desde o final da temporada passada. O jogador ganhou notoriedade no Brasil ao marcar o gol da vitória do Argentino Juniors contra o Palmeiras pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

No acordo fechado entre com o Argentino Juniors por Escudero, o Corinthians pagará US$ 1,3 milhão ao time argentino, sendo US$ 500 mil no ato e o restante em cinco parcelas.

Situação é delicada e Douglas pode entrar na faca já!!!

O meia Douglas e o atacante Jorge Henrique estão fora da partida entre Corinthians e Botafogo de Ribeirão Preto. O artilheiro ainda sente dores e precisa ficar de molho. O problema é o camisa 10, que pode sofrer cirurgia. Douglas está com o púbis inflamado. Douglas deixou o Parque São Jorge com cara de preocupação.

O médico Joaquim Grava irá examiná-lo com cuidado e decidir qual será o procedimento mais correto nas próximas horas, conforme apurou o repórter Luís Henrique Gurian, da TV Gazeta. Quanto a Jorge Henrique, o problema não é tão delicado e jogador deverá voltar em breve. Atacante, porém, pode ficar fora mais um ou dois jogos, diante do Bota SP e Oeste, respectivamente.

Sylvester Stallone estará em Os Mercenários


Sylvester Stallone

Caiu na rede a primeira imagem do visual de Sylvester Stallone (Rambo IV) em Os Mercenários. O fortão, que aparece em excelente forma aos 62 anos, atua, dirige, produz e roteiriza a trama.

Na trama, Stallone interpreta Barney Ross, comandante de um trio de mercenários que vai para a América do Sul, combater o ditador de um país fictício. Ainda fazem parte do trio Jason Statham (Carga Explosiva 3) e Jet Li (O Reino Proibido), cujo personagem se chama Bao Thao.

Mickey Rouke (O Lutador) também faz parte do elenco. Seu personagem se chama Emanuel e o ator não virá ao Brasil para participar das filmagens - suas cenas serão filmadas em locações nos Estados Unidos.

Uma das personagens chave da trama, Sandra, poderá ser vivida por Cléo Pires (Meu Nome Não é Johnny). A atriz poderá ir fazer testes em Los Angeles. Também fazem parte do elenco o ator Forest Whitaker (O Último Rei da Escócia), como o agente Will, e Randy Culture (campeão do Ultimate Fighting Championship), que viverá Hale Caesar na trama.

Ainda estão em fase de negociações os atores Demián Bichir (do seriado Weeds), Scott Adkins (O Ultimato Bourne) e Ben Kingsley (Fatal). Eles interpretarão Garza, Paine e Monroe, respectivamente, se forem confirmados no elenco.

Avi Lerner, John Thompson e Kevin King Templeton serão os produtores. Boaz Davidson, Trevor Short e Danny Dimbort são os produtores executivos. Esta será a segunda vez que Stallone trabalha com a produtora Nu Image/Millenium Films.

As filmagens de Os Mercenários deverão começar em março e acontecerão no Rio de Janeiro e no estado de Louisiana, nos Estados Unidos. O longa estreará em 2010.

Luís Fabiano fala sobre o Fenômeno

Atual dono da camisa 9 da Seleção, o atacante do Sevilha-ESP acredita no bom retorno do Fenômeno.

O artilheiro do Sevilha-ESP, Luís Fabiano, concedeu nessa segunda-feira uma entrevista exclusiva para o site oficial da Fifa. Além de falar sobre os altos e baixos da sua carreira profissional, seus objetivos e Seleção Brasileira, o atacante também comentou a contratação de Ronaldo pelo Corinthians.

Perguntando sobre a volta do Fenômeno aos gramados brasileiros, o atual dono da camisa 9 da Seleção crê que o novo atacante do Timão terá sucesso com a camisa corintiana. Sobre a possibilidade de Ronaldo futuramente entrar na disputa por uma vaga no ataque da Seleção, o ex-atacante do São Paulo acredita que este não deve ser o principal desejo do jogador.

– Ele ganhou absolutamente tudo o que um jogador pode esperar para ganhar. Não sinto que o Ronaldo esteja pensando em Seleção agora. Acredito que seu principal objetivo é desempenhar um bom futebol pelo Corinthians – disse Luís Fabiano.

Zico vence a segunda com o CSKA

Equipe russa bate Hakoah Ramat Gan por 2 a 0 em Israel.

Dois jogos, duas vitórias. O CSKA conseguiu nesta segunda-feira sua segunda vitória sob o comando de Zico: em Israel, a equipe russa venceu o Hakoah Ramat Gan por 2 a 0.

Os gols do time do Galinho foram marcados por Zhirkov e Necid. O atacante Vagner Love foi titular do CSKA, enquanto o meia Daniel Carvalho entrou na etapa final.

Na última quinta-feira, o ídolo do Flamengo estreou como técnico do clube russo com vitória de 4 a 1 sobre o Maccabi Netanya, também em Israel. Na ocasião, Zico recebeu a visita de um grupo de torcedores rubro-negros, que levaram bandeiras e camisas do time da Gávea para homenagear o Galinho.

Segundo o site oficial de Zico, o CSKA ainda deve fazer mais dois amistosos antes de enfrentar o Aston Villa, dia 18 de fevereiro, pela Copa da Uefa. Será o primeiro jogo oficial do time sob o comando do brasileiro.

- Esse trabalho inicial acaba servindo de base para toda a temporada e os amistosos servem para os jogadores se soltarem um pouco e irem adquirindo ritmo. O Hakoah estava chegando junto e algumas horas a partida chegou a esquentar. Deu pra observar bem o elenco, que não devera mudar pelo menos até o meio do ano - disse Zico ao seu site.

Murilo é o primeiro promovido da base

Lateral-direito não jogou a Copinha e é nova opção para Mano Menezes.


Nem Marcelinho, nem Boquita ou Fernando Henrique. O primeiro garoto da base alvinegra promovido pelo técnico Mano Menezes em 2009 é o lateral-direito Murilo, de 19 anos.

Ele não participou da campanha do hepta da Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Timãozinho pois a idade limite do torneio é 18 anos.

Murilo esteve na segunda-feira no Parque São Jorge e, a partir de terça à tarde, será observado por Mano nos treinamentos no CT de Itaquera.

O lateral estava desde o ano passado sob o comando do técnico Adaílton Ladeira. Antes, atuava nas categorias de base do São Caetano.

Além dele, o Timão tem na posição o titular Alessandro e Diogo, que também podem atuar como volante.

No início deste ano, Denis e Carlos Alberto foram dispensados.

Julio Cesar, Rafael Santos, Danilo, Diego, Renato, Bruno Octávio, Marcelo Oliveira, Lulinha e Dentinho são outros atletas que vieram das categorias de base do Timão.

Vitória bate o Bode nos últimos minutos e se isola na liderança do Baianão

Rubro-Negro sai perdendo no Lomantão, chega ao empate com Bida e vira o jogo nos acréscimos do segundo tempo com Apodi.


Aos 46 do segundo tempo, lateral Apodi garantiu mais três pontos ao Vitória

O Vitória é líder isolado do Campeonato Baiano. Neste domingo, o Leão saiu perdendo para o Vitória da Conquista. No entanto, Bida e Apodi, nos acréscimos da segunda etapa, garantiram a terceiro triunfo do time na competição. Diogo abriu o placar para o Bode.

Na próxima rodada, o Vitória recebe o Poções, no Barradão, enquanto o Vitória da Conquista encara o Madre de Deus, fora de casa. As duas partidas acontecem nesta quarta-feira, às 21h30m (horário de Brasília).

Fazendo valer o mando de campo, o Vitória da Conquista não se intimidou diante do líder e logo aos seis minutos abriu o placar. Muller roubou a bola no meio-campo e esticou para o artilheiro Diogo. O atacante invadiu a área e finalizou para o fundo da rede. Atrás no marcador, o técnico Vágner Mancini procurou corrigir o posicionamento do Leão, que passou a agredir o Bode.

Dos 20 minutos até o fim da primeira etapa, o equilíbrio foi a tônica do jogo. O Vitória explorava a velocidade de Apodi e a criatividade de William, com Muller e Diogo respondendo para o Vitória da Conquista.

Com menos de dez minutos de etapa complementar, o Vitória chegou ao empate. Após tabela entre Bosco e Anderson Martins, o volante Bida aproveitou o rebote do goleiro Gessé e empurrou para o fundo da rede. Contudo, o Bode não se entregou e partu para cima.

Aos 46 minutos, num rápido contra-ataque, Apodi aproveitou o cruzamento e virou para o Leão, decretando números finais a partida e mantendo os 100% de aproveitamento do time no Estadual.

BAIANO 2009
Primeira fase - terceira rodada
Poções 1 x 0 Feirense
Bahia 4 x 0 Ipitanga
Itabuna 0 x 1 Atlético
Madre de Deus 3 x 2 Colo-Colo
Fluminense 0 x 2 Camaçari

Pituaçu é liberado em definitivo

STF autoriza a continuação das obras, que estavam embargadas.

Acabou a polêmica do embargo do estádio de Pituaçu. No final da noite de sexta-feira, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, decidiu que a responsabilidade para conceder a licença ambiental é da esfera estadual ou municipal.

Sendo assim, o Governo do Estado contestou o embargo de Pituaçu e, por meio de sua assessoria de comunicação, disse que o Tribunal Regional Federal havia divulgado informações equivocadas.

O chefe de gabinete do Governo do Estado, Fernado Schimit, informou que o estádio de Pituaçu já tem a licença estadual fornecida pelo Cepram - Conselho Estadual de Meio Ambiente - e o alvará de funcionamento fornecido pela Sucom - órgão municipal.


Na tarde de ontem, o Tribunal Regional Federal - 1° Região - havia autorizado o jogo entre Bahia e Ipitanga, neste domingo, que marcará a reabertura de Pituaçu. Entretanto, a decisão do Tribunal permitia apenas o jogo do domingo e o estádio seria embargado.

A decisão do juiz federal Avio Mozar José Ferraz de Novais se apoiava no princípio de se evitar “qualquer espécie de tumulto, dúvidas, conflitos, ou prejuízo à população baiana”.
Elton, Ananias e Helton Luiz, duas vezes, fazem a alegria da torcida tricolor que lotou a arquibancada na nova casa do Esquadrão de Aço.


Jogadores do Bahia comemoram a goleada sobre o Ipitanga, no estádio de Pituaçu

o dia da reinauguração do estádio de Pituaçu, a nova casa do Bahia, o Esquadrão de Aço deu um presente para seus torcedores, que compareceram em massa na arquibancada, e goleou o Ipitanga por 4 a 0, pela terceira rodada do Campeonato Baiano. Elton, Helton Luiz, duas vezes, e Ananias balançaram a rede. Com o resultado, o Tricolor fica na quinta posição com quatro pontos. Já o Ipitanga fica em penúltimo na classificação, com três.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Camaçari, fora de casa, enquanto o Ipitanga recebe o Fluminense de Feira de Santana. As duas partidas acontecem nesta quarta-feira, às 21h30m (horário de Brasília).

Diante de seus torcedores, o Bahia começou a partida errando muitos passes, e o Ipitanga dominava as ações. A zaga do Esquadrão de Aço batia cabeça, irritando o técnico Alexandre Gallo. Até os 12 minutos, o Ipitanga havia criado duas oportunidades de inaugurar o placar. O Tricolor só foi ameaçar em seguida, com Alison, que cabeceou para fora após cobrança de falta de Helton Luiz. No entanto, a desorganização do Bahia era evidente.

Aos 35, finalmente, o Elton abriu o placar para o Esquadrão de Aço. Após o cruzamento de Ananias, a zaga do Ipitanga deu o rebote. Na seqüência, o meio-campo invadiu a área, se livrou a da marcação e bateu no canto do goleiro Marcos Vinícius. Oito minutos depois, aos 43, o garoto Helton Luiz anotou o segundo gol do tricolor. Já no fim da primeira etapa, o árbitro marcou impedimento no que poderia ter sido o terceiro gol do Esquadrão de Aço.

No segundo tempo, o Ipitanga partiu para cima, tentando diminuir, porém deixou espaços para o Bahia explorar os contra-ataques. Aos 20, depois da jogada de Marcone, Helton Luiz conferiu o terceiro gol do Esquadrão de Aço. Seis minutos depois, Reinaldo Alagoano rolou para Ananias, que soltou a bomba, decretando a goleada tricolor. Jairo ainda perdeu um pênalti para o Ipitanga.

BAIANO
Primeira fase - terceira rodada
Domingo, 25/01

Poções 1 x 0 Feirense

Vitória da Conquista 1 x 2 Vitória

Itabuna 0 x 1 Atlético
Madre de Deus 3 x 2 Colo-Colo
Fluminense 0 x 2 Camaçari

‘Se Marcelinho não quer ficar, a porta da rua é serventia da casa’, diz dirigente

Empresários do jogador solicitaram reunião para rescindir o contrato com o Flamengo.


Marcelinho sorri ao brincar com o filho Júnior, nesta segunda, na Gávea

A não ser que haja uma enorme reviravolta, a permanência de Marcelinho Paraíba no Flamengo termina na tarde desta terça-feira. Segundo o GLOBOESPORTE.COM apurou, dois empresários do atleta, Joseph Lee e Orlando, chegam ao Rio de Janeiro para acertar os detalhes da rescisão do contrato, que terminaria no fim de 2010.

O Rubro-Negro está ciente da decisão do atleta, motivada por atrasos salariais e descumprimento de acordos sobre pagamento de luvas, e considera praticamente inevitável a saída do jogador. O diretor Plínio Serpa Pinto, no entanto, garantiu que não sabia o motivo da reunião, mas deu um recado ao jogador.

- Para mim é uma conversa de bêbado. Ele que pediu uma reunião e não falou o motivo. Para rescindir o contrato tem de haver uma conversa. Mas se ele não quiser ficar, a porta da rua é serventia da casa – afirmou.

Em 20 jogos no Flamengo, Marcelinho fez nove gols. Ele teve um bom início no clube em agosto, mas caiu de rendimento e reclamou que estava jogando fora de posição. Na estreia da temporada de 2009, o jogador foi substituído no intervalo contra o Friburguense. Nesta segunda, esteve na Gávea, mas preferiu não dar entrevista.

Governo do Estado vai se reunir com a Fifa no estádio de Pituaçu

Encontro acontece no dia 6 de fevereiro e vai tratar de assuntos relacionados à Copa de 2014

A comissão de inspetores da FIFA vai se reunir no estádio de Pituaçu, em Salvador, no dia 6 de fevereiro, para discutir com o Governo do Estado assuntos relacionados à Copa 2014.

Para o Chefe de Gabinete do governador, Fernando Schmidt, este encontro dentro do novo estádio, servirá para mostrar a capacidade e agilidade dos baianos em construir estádios de futebol.

- Se Pituaçu foi reformado em tempo recorde e está tão bom, imagine o que não faremos com a futura Fonte Nova. Lá, as obras serão iniciadas em 2010 - afirmou Fernando Schmidt.

Em relação ao futuro de Pituaçu, o Chefe de Gabinete garantiu que já existem negociações para a realização do jogo da Seleção Brasileira, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, contra a seleção do Peru.

Rafael Bastos já pode jogar pelo Vitória

Atleta está regularizado e é opção para o meio campo de Vagner Mancini.

Após um mês de espera e muito treinamento, o meia Rafael Bastos finalmente poderá entrar em campo vestindo a camisa rubro-negra. A diretoria de futebol do Vitória confirmou que o jogador teve sua situação regularizada e está entre os 18 atletas relacionados por Vagner Mancini para enfrentar o Vitória da Conquista, neste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Baiano.

A notícia deixou Rafael ainda mais ansioso para jogar. A última vez que o atleta disputou uma partida oficial foi em novembro de 2008, quando ainda pertencia ao Nacional da Ilha da Madeira, pelo Campeonato Português.

- Do jeito que treinei forte durante todo esse período e com a vontade que estou de entrar em campo, sou capaz de jogar três partidas seguidas. Estou 110% pronto para defender o Vitória - afirmou o meia.

Fred na Espanha?


O atacante Fred, sonho de Palmeiras e Fluminense, pode jogar no Atlético de Madrid, da Espanha. O atleta está de saída do Lyon.

"Claro que gostaria de jogar no Atlético. Há alguns dias, meu irmão Rodrigo, que é meu empresário, teve uma conversa com o diretor esportivo Jesús García Pitarch. Ele pretendia saber se eu queria jogar no Atlético e ter conhecimento da minha situação contratual com o Lyon", afirmou o brasileiro ao jornal Marca.

Médicos esclarecem mitos sobre a primeira relação sexual

G1 estreia nesta segunda (26) a série 'Sexo sem dúvidas'. Até sexta, reportagens diárias abordarão tabus sobre a sexualidade.

Data Tema
Segunda (26) Primeira vez
Terça (27) Ejaculação
Quarta (28) Menstruação
Quinta (29) DSTs
Sexta (30) Métodos anticoncepcionais
Sábado (31) Masturbação
Domingo (1) Orgasmo

Sexo é gostoso e faz bem à saúde, mas pode causar muita dor de cabeça - principalmente entre os mais jovens. Para esclarecer mitos e responder perguntas, o G1 traz nesta semana a série “Sexo sem dúvidas”. Nenhum problema é tabu, nenhuma questão é motivo de vergonha.

Nesta segunda-feira (26), o tema é a primeira relação sexual. Quem já passou pela experiência pode ter esquecido, mas a verdade é que a famosa “primeira vez” enche de minhocas a cabeça dos mais novos.

E pergunta sem resposta, quando o assunto é sexo, pode ser muito arriscado. Portanto, aos especialistas!

1) É possível engravidar na primeira vez?

“Sim, é possível. Não só na primeira, mas na segunda, na terceira, na quarta e em qualquer relação sexual que ocorra de forma desprotegida”, explica a ginecologista especialista em adolescentes e adultos jovens, Arlete Gianfaldoni, doutora assistente do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Não há mistério. Sexo sem anticoncepcional e sem camisinha pode engravidar, mesmo que você seja virgem. Aliás, se você for virgem, o risco de engravidar pode até ser maior, alerta a médica.

“Pesquisas científicas mostraram que um alto nível de estresse altera o equilíbrio hormonal da mulher. Ou seja, ela pode ficar mais fértil. Muitas vezes, a primeira relação sexual causa ansiedade e isso pode deixá-la até mais propensa a uma gravidez”, explica Arlete.

Outro fator que aumenta o risco de gravidez na primeira relação é um “truque” do nosso organismo que foi herdado de nossos ancestrais. Quando a mulher está ovulando, ela sente um desejo sexual maior. “Muitas meninas têm a sua primeira relação exatamente quando estão ovulando. Isso por que o hormônio estrogênio atinge seu auge e aumenta a libido”, conta a médica.

Por isso, nada de dar bobeira. Quem quer iniciar a vida sexual precisa ter um encontro marcado - com um ginecologista! Só o médico (ou a médica) vai saber indicar qual a melhor forma de contracepção para cada mulher. A consulta também é uma excelente maneira de conhecer o próprio corpo.

“A grande maioria das meninas só aparece no ginecologista depois da primeira vez - e, geralmente, quando já deu alguma coisa errada. Ou elas estão com medo de terem engravidado ou estão com alguma infecção”, conta Arlete.

O certo é ir antes, ainda virgem mesmo. “A consulta em meninas virgens é externa e é muito importante para que ela se conheça. Mesmo as jovens que parecem mais bem informadas se surpreendem na primeira consulta”, garante a médica.

Não importa o anticoncepcional escolhido, a camisinha, masculina ou feminina (as duas juntas, nunca!), é indispensável. “Os jovens são o principal grupo de risco das doenças sexualmente transmissíveis. A camisinha evita não apenas a Aids, mas uma série de doenças - como a clamídia, que causa esterilidade”, alerta a ginecologista.

2) Toda mulher sangra na primeira vez?

Não. Isso é um grande mito. “Algumas mulheres sangram, outras não sangram. Umas não sangram na primeira vez, mas vão sangrar na segunda ou na terceira. Outras só sangram muitas relações depois. E outras ainda não sangram nunca”, conta o ginecologista Eduardo Vieira da Motta, da Universidade de São Paulo.

A causa do sangramento na primeira relação sexual é uma pequena pele na entrada da vagina chamada “hímen”. Em boa parte das mulheres, essa “barreira” se rompe na primeira relação sexual. Mas isso está longe de ser uma regra.

“O hímen varia tanto em termos de formato quanto em termos de elasticidade. Existem aqueles que são como uma borda, com uma passagem no meio. E existem outros que são como uma redinha, cheia de pequenos buraquinhos”, explica Motta. “Alguns são espessos e doem quando são rompidos. Outros são fininhos e a mulher não sente nada”, conta o médico.

A elasticidade também é um fator importante. Hímens pouco elásticos costumam romper logo na primeira relação. Hímens mais elásticos, chamados de “complacentes”, permitem a passagem do pênis e continuam ali -- alguns só vão romper depois de muitas relações.

No consultório médico, é possível ter uma avaliação do tipo de hímen da menina sem que seja necessário qualquer exame interno. “O hímen é visível no consultório. Embora não seja possível avaliar a elasticidade visualmente, é possível verificar o formato”, explica Motta. Mais um motivo para visitar o ginecologista antes da primeira relação sexual.

Para evitar maiores desconfortos, é importante estar relaxada. A vagina é um músculo que, como qualquer outro, se contrai durante momentos de estresse. Por isso, a primeira vez só deve ocorrer quando a mulher estiver muito segura e tranquila. E, sempre, com camisinha.

Companheiros comemoram volta por cima de Lulinha

O meia Lulinha se surpreendeu quando, no último domingo, soube que seria titular do Corinthians contra o Bragantino, pelo Campeonato Paulista. "Eu não esperava. Nem fui relacionado no início do ano", lembrou, com um sorriso no rosto. Porém, não foi só Lulinha que ficou satisfeito com a boa atuação e o gol marcado na vitória por 1 a 0 no Estádio Nabi Abi Chedid.

"Todos nós ficamos felizes", afirmou o goleiro Felipe. "O Lulinha enfrentou uma cobrança muito grande da torcida. Nesse caso, todos os jogadores querem comemorar junto quando sai um gol. Eu mesmo tive vontade de deixar a defesa para ir lá abraçá-lo", acrescentou.

Capitão do Corinthians, o zagueiro William foi mais um a elogiar o desempenho do meio-campista. "A forma como o Lulinha jogou foi incrível. Acho que foi a melhor partida dele pelo Corinthians. Ele mostrou para todo mundo que merece confiança", afirmou.

É a confiança de Mano Menezes que Lulinha quer ganhar definitivamente. "Continuo com uma boa expectativa para ele. Neste ano, o Lulinha poderá ganhar força e tranquilidade, já que ninguém fala tanto dele", disse o técnico.

Segundo Mano, a escolha por Lulinha como titular contra o Bragantino se deu porque o time perderia muita criatividade sem o meia Douglas, machucado. O volante Túlio foi o sacrificado com a alteração.

"Depois desse jogo, vi que tenho mais uma boa alternativa para montar o time", aprovou o comandante do Corinthians.

Lulinha desencanta depois de 11 meses, e Corinthians ganha a primeira no Paulistão

O meia, que não fazia um gol desde fevereiro do ano passado, balançou a rede e garantiu os três pontos no 1 a 0 sobre o Bragantino no interior.

Ainda longe de empolgar, o Corinthians conseguiu a sua primeira vitória neste Campeonato Paulista neste domingo (25). Jogando para o gasto, o Timão fez 1 a 0 no Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedi (novo nome do Marcelo Stéfani), em Bragança Paulista. Lulinha, que não balançava a rede desde fevereiro do ano passado, foi o responsável pelo resultado com um gol no início do segundo tempo. Assista aos melhores momentos.

Com três mudanças em relação ao primeiro jogo – o empate em 2 a 2 com o Barueri –, o Corinthians que enfrentou o Bragantino também não animou. Machucados, Douglas e Jorge Henrique deram lugar para Wellington Saci e Otacílio Neto. Pouco antes da partida, o técnico Mano Menezes ainda sacou Túlio para a entrada de Lulinha.

O Timão até que começou melhor. Saci e Otacílio, as caras novas da equipe, eram os que mais ameaçavam. Aos 7 minutos, o atacante completou um cruzamento de cabeça e assustou a defesa do Bragantino. Já o meia arriscava chutes de longa distância, levando perigo. Os donos da casa pareciam só assistir. Sem inspiração e sem qualidade, o Braga não exigiu muito da marcação corintiana.

O caminho estava livre para o Timão atacar. Otacílio teve chance, mas perdeu; Souza teve o gol na sua frente, mas errou... Tudo parecia encaminhado para mais um empate.

LULINHA, QUASE UM ANO DEPOIS


No segundo tempo, logo no começo uma cena que o torcedor corintiano já estava desacostumado. Aos 2 minutos, Otacílio Neto tocou de calcanhar para Alessandro, que rolou para Lulinha completar e acertar o alvo. O meia, rotulado por muitos de eterna promessa, não balançava as redes desde 17 de fevereiro do ano passado. Foi só o quarto gol dele em 73 partidas com a camisa corintiana. O curioso é que a sua última vez tinha sido justamente contra o mesmo Bragantino, no empate de 1 a 1, no Morumbi, pelo estadual.

Após o gol, as chances continuaram. Como o Braga não ia para cima, só o Corinthians jogava. Era tarde para golear, mas a bola insistia em não entrar mais. Otacílio Neto continuou como boa opção, Souza arriscou uma bicicleta, mas ficaram todos no quase.

Mano fez três trocas – Lulinha por Túlio, Wellington Saci por Eduardo Ramos e Otacílio por Diogo , só que o ritmo do jogo foi o mesmo até o fim: o Bragantino assistindo e o Corinthians, ainda criando pouco, e errando o alvo. Do outro lado, Paulinho Kobayashi (aquele!) entrou como esperança, mas seus 39 anos não deixaram ajudar muito.

Com a vitória, o Timão foi a quatro pontos e o Bragantino ficou nos três. Na próxima rodada, o Corinthians receberá o Botafogo, na quarta-feira, e o Braga visitará a Portuguesa, quinta.

FICHA TÉCNICA


BRAGANTINO 0 x 1 CORINTHIANS

Gilvan; Cris, César Gaúcho e Adriano; Somália (Ânderson), Moradei, Danilo Bueno (Alan), Valdir Papel (Paulinho Kobayashi) e Pará; Malaquias e Nunes. Técnico: Marcelo Veiga

Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Lulinha (Túlio) e Wellington Saci (Eduardo Ramos); Otacilio Neto (Diogo) e Souza
Técnico: Marcelo Veiga. Técnico: Mano Menezes

Gols: Lulinha, aos 2 minutos do segundo tempo
Público: 7.777 pagantes / Renda: R$ 240.360
Cartões amarelos: Cris, Pará, Malaquias e Danilo Bueno (B); André Santos, Otacílio Neto, William, Lulinha e Túlio (C).
Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Data: 25/01/2009. Árbitro: Wilson Luiz Seneme. Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Everson Luiz Luquesi Soares.

Geninho estuda manter Atlético-PR com um volante

O técnico Geninho inovou na formação do Atlético-PR com apenas um volante em campo e a estratégia deu certo, levando o time à vitória por 3 a 0 na estréia no Campeonato Paranaense contra o Rio Branco, em Paranaguá. A postura da equipe agradou ao treinador, que agora espera que o time evolua com a nova tática usada.

"Existe a possibilidade da repetição da mesma equipe. Amanhã vou começar a pensar no próximo adversário. O time tem que se habituar a jogar com um só volante", afirmou Geninho.

Com a alteração, Geninho vai exigir que os seus comandados aprendam a atuar em outra posição que não as suas de origem.

"Você tem que ter opções no jogo. O ataque tem que marcar mais, os meias têm que compor. O futebol é de muita movimentação e um se obriga a ir cobrir a posição do outro."

Na próxima rodada, o Atlético-PR fará sua estréia na Arena da Baixada, em jogo com o Foz do Iguaçu, na quinta-feira

Mano se chateia com chances perdidas pelo Corinthians

O técnico Mano Menezes desceu para os vestiários do Estádio Nabi Abi Chedid neste domingo, no intervalo da partida contra o Bragantino, com a expressão fechada. Ele só voltaria a sorrir aos 3min do segundo tempo, quando Lulinha marcou o gol da vitória do Corinthians. Após o jogo, mais calmo, Mano explicou que estava preocupado com a falta de oportunismo da equipe.

"Saí chateado porque achei que poderíamos ter terminado o primeiro tempo com a vantagem no placar. Criamos muitas chances, mas não marcamos o gol. Precisamos melhorar o nosso aproveitamento nos próximos jogos", afirmou o técnico.

O treinador lembrou que já havia percebido o mesmo problema no Corinthians na estréia pelo Campeonato Paulista.

"Por não termos aproveitado as situações de gol, aconteceu toda aquela dificuldade contra o Barueri. Mas também temos que lembrar que o Barueri soube se posicionar muito bem em campo. Eles estavam em uma noite feliz", recordou.

Apesar da insatisfação com a falta de pontaria de seus atacantes em determinados momentos dos dois jogos, Mano Menezes disse que a temporada acaba de começar.

"Todos os times estão enfrentando essas dificuldades agora. O mais importante é que fomos superiores em toda a partida com o Bragantino e fizemos o gol logo no início do segundo tempo, o que nos deu tranqüilidade", concluiu.

O ataque do Corinthians ainda será reforçado em 2009. O astro Ronaldo está recuperando a sua forma fisica, o jovem Dentinho defende a Seleção Brasileira Sub-20 e o recém-chegado Jorge Henrique se machucou.

Mano elogia Lulinha, mas pede paciência: 'Ele tem apenas 18 anos'

Treinador, um dos principais responsáveis pela manutenção do meia no elenco de 2009, diminui a pressão sobre o jovem e cita Dentinho.



Lulinha entrou de surpresa como titular do Corinthians no último domingo, contra o Bragantino, fez o gol da vitória alvinegra (veja o vídeo) e ainda ganhou rasgados elogios da comissão técnica e dos companheiros. Mas segundo Mano Menezes, uma coisa tem de ficar clara: o meia-atacante tem apenas 18 anos. É preciso ter calma.

- Nós continuamos com boas expectativas para o Lulinha. Mas o que a gente precisa lembrar, e quase sempre esquecemos, é que ele tem apenas 18 anos. Com um jogador nessa idade, você precisa ter muita paciência - falou Mano Menezes.

O comandante do Timão foi quem conseguiu segurar o camisa 19 no elenco para esta temporada. A ideia inicial era emprestá-lo para algum outro clube com a intenção de dar mais experiência ao jogador. O treinador foi contra e o bancou.

- Aos poucos, o Lulinha vem ganhando força e o mais importante, tranquilidade. Este ano ele não está no Corinthians com a responsabilidade de ser o principal jogador, como começou em 2008. Falaram demais dele no ano passado - completou Mano.

Dentinho, atualmente com a seleção brasileira sub-20, serve de exemplo para o treinador corintiano. Principalmente porque no ano passado esteve com menos holofotes em cima dele no começo e conseguiu terminar a temporada como artilheiro do time. Diferentemente de Lulinha, alvo dos raros protestos em 2008.

- No ano passado, o Dentinho teve tranquilidade e se tornou um destaque, um jogador importante para o grupo. Pode ser assim com o Lulinha - finalizou o técnico.

Apesar da boa atuação, Lulinha ainda não pode se considerar titular, porque Douglas deve voltar em breve e Túlio também. Porém, Mano Menezes ele já conquistou.

Mano elogia Lulinha, mas pede paciência: 'Ele tem apenas 18 anos'

Lulinha entrou de surpresa como titular do Corinthians no último domingo, contra o Bragantino, fez o gol da vitória alvinegra (veja o vídeo) e ainda ganhou rasgados elogios da comissão técnica e dos companheiros. Mas segundo Mano Menezes, uma coisa tem de ficar clara: o meia-atacante tem apenas 18 anos. É preciso ter calma.

- Nós continuamos com boas expectativas para o Lulinha. Mas o que a gente precisa lembrar, e quase sempre esquecemos, é que ele tem apenas 18 anos. Com um jogador nessa idade, você precisa ter muita paciência - falou Mano Menezes.

O comandante do Timão foi quem conseguiu segurar o camisa 19 no elenco para esta temporada. A ideia inicial era emprestá-lo para algum outro clube com a intenção de dar mais experiência ao jogador. O treinador foi contra e o bancou.

- Aos poucos, o Lulinha vem ganhando força e o mais importante, tranquilidade. Este ano ele não está no Corinthians com a responsabilidade de ser o principal jogador, como começou em 2008. Falaram demais dele no ano passado - completou Mano.

Dentinho, atualmente com a seleção brasileira sub-20, serve de exemplo para o treinador corintiano. Principalmente porque no ano passado esteve com menos holofotes em cima dele no começo e conseguiu terminar a temporada como artilheiro do time. Diferentemente de Lulinha, alvo dos raros protestos em 2008.

- No ano passado, o Dentinho teve tranquilidade e se tornou um destaque, um jogador importante para o grupo. Pode ser assim com o Lulinha - finalizou o técnico.

Apesar da boa atuação, Lulinha ainda não pode se considerar titular, porque Douglas deve voltar em breve e Túlio também. Porém, Mano Menezes ele já conquistou.