sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Jaques Wagner não acredita em embargo do estádio de Pituaçu

Governador diz que os torcedores do Bahia irão se orgulhar de um campo 'moderníssimo'


Funcionários fazem últimos ajustes no estádio de Pituaçu

Os Ministérios Públicos Federal e Estadual pediram ao Ibama que embargasse o Estádio de Pituaçu até a meia noite desta quinta-feira (22). Em entrevista hoje ao Jornal da Manhã, o governador Jaques Wagner comentou o pedido. Ele confirmou que nesta noite vai apresentar o novo estádio à imprensa.

- Não acredito no embargo ao estádio de Pituaçu. Acredito que o momento para o embargo é inadequado. As obras já estão concluídas e estamos fazendo os acabamentos. Agora se diz que não posso utilizar o campo. O Ibama diz agora que os aspectos técnicos do Cepran não foram observados. Eu me pergunto: por que de outubro até agora não fizeram este questionamento? – declarou o governador.

Wagner ainda disse que custo de assistência a um torcedor, em Pituaçu, é de R$ 1.700, muito menor, se comparado com o custo no Engenhão, no Rio de Janeiro, que é de R$ 7.300. Ele disse que estará no estádio no domingo para assistir a primeira partida. 'Estarei lá no campo no domingo para a primeira partida. Tenho certeza que os torcedores baianos, particularmente os do Esporte Clube Bahia, irão se orgulhar de um campo que é moderníssimo e dará oportunidades para grandes jogos virem à Bahia', disse.

Wagner salientou que outros investimentos serão feitos, como a duplicação da pista da Avenida Pinto de Aguiar, a construção de uma passarela e a retirada da sub-estação elétrica da Coelba. Ele ainda afirmou que, por conta da crise econômica, a Petrobras deixou de honrar a promessa de custear as cadeiras do estádio e o placar eletrônico.

Nenhum comentário: