Pular para o conteúdo principal

Furacão vence São Paulo e está na final da Copinha em noite do goleiro Santos

Furacão joga muito mal no primeiro tempo, mas reage na etapa final, vira o placar e agradece ao seu camisa 1, que defendeu pênalti já nos acréscimos

O São Paulo deu adeus ao sonho de conquistar o seu terceiro título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, e o Atlético-PR agora está a uma vitória de levar a inédita taça para a Arena da Baixada. Na noite desta sexta-feira, no estádio Augusto Schmidt, em Rio Claro, o Furacão mostrou bom futebol apenas no segundo tempo, mas foi o suficiente para derrotar o Tricolor Paulista por 2 a 1, de virada, e garantir uma vaga na decisão com honras para o herói da noite, o goleiro Santos, que defendeu um pênalti nos momentos finais (assista à defesa no vídeo ao lado). O adversário sai do confronto entre Corinthians e Avaí, que jogam também nesta sexta.

As duas equipes entraram em campo depois de classificações dramáticas nas quartas-de-final - o São Paulo derrotou o Internacional nos pênaltis, depois de um empate em 2 a 2 no tempo normal, enquanto o Atlético-PR avançou depois de um jogo sensacional contra o Cruzeiro, quando chegou a estar vencendo por 3 a 1, permitiu a reação do adversário, mas em nova virada garantiu a vitória por 5 a 4 e a vaga. E a promessa era de mais emoção, uma vez que Tricolor e Furacão tinham no currículo as duas maiores goleadas da Copinha: venceram por 10 a 0 Juventus-AC e Jacareí, respectivamente.

E a partida começou mesmo quente. Aos quatro minutos, a zaga atleticana salvou em cima da linha um chute de Oscar. As chances claras de gol pararam por aí, mas o jogo era bastante disputado, com o São Paulo pressionando mais em busca do gol. Aos 18, Júlio Cézar aproveitou jogada de Wellington e chutou na rede pelo lado de fora. A torcida em Rio Claro se animou, e dois minutos depois o Tricolor abriu o placar. Oscar cruzou da esquerda, e Bruno Formigoni cabeceou para fazer 1 a 0.

Com a forte marcação dos dois times, uma sequência de passes errados e lançamentos longos demais tomou conta da partida. A equipe paulista ainda obrigou o goleiro Santos a trabalhar aos 37 e 38, em chute de Júlio Cézar e cobrança de falta de Oscar. O Furacão, que até então não criara nenhuma chance real de gol, perdeu grance chance no fim da etapa inicial. Aos 45, Leonardo saiu mal do gol, e Marcelo desperdiçou mandando para fora.

Santos é o grande herói da classificação atleticana

O segundo tempo começou dando a impressão de que o São Paulo faria valer a sua força. Aos 8, Santos saiu bem do gol, aos pés de Júlio Cézar, para evitar o segundo gol são-paulino. A resposta do Atlético-PR veio dois minutos depois, mas Patrick vacilou ao tentar completar de letra, na pequena área. A bola saiu fraca, facilitando a defesa de Leonardo.

Mas foi o suficiente para o time paranaense se animar. Aos 16, Dênis cobrou falta com perigo, rente à trave esquerda. O Furacão se animou e em dois minutos conseguiu o que parecia impossível. Jackson derrubou Bruno na área, e Marco Antonio de Oliveira Sá marcou corretamente o pênalti. Raul bateu com estilo e empatou a partida, aos 20. Logo depois da nova saída, o Furacão recuperou a bola, partiu para o ataque e chegou à virada. Patrick cruzou da esquerda, e Marcelo, com um belo drible, limpou a jogada para chutar no ângulo direito (assista aos gols da partida no vídeo ao lado).

A equipe do São Paulo se desesperou, e o goleiro Leonardo chegou a segurar uma bola fora da área. Falta que Marcão cobrou mal, à esquerda do gol. Faltando menos da metada da etapa final para o encerramento do jogo, o Tricolor partiu com tudo para cima, mas de maneira afobada e nada objetiva. Ronieli ainda perdeu duas boas chances aos 41 e 42, chutando para fora. A grande oportunidade, no entanto, aconteceu já nos acréscimos, aos 47. Henrique recebeu na área, em posição legal, tentou driblar o goleiro e se atirou na área.

O árbitro errou na marcação do pênalti, e a partida ganhou um herói. Oscar foi para bola e cobrou no canto direito, o mesmo escolhido por Leonardo, que fez a defesa. A zaga atleticana não deu chance para o azar e afastou o perigo. Ironicamente, o mesmo Oscar perdeu um pênalti contra o próprio Atlético-PR na Copa Sul-Americana em 2008, quando o Tricolor utilizou reservas e juniores para disputar a competição. O goleiro não era o mesmo, mas o camisa 1 foi o herói da classificação do Furacão à final da Copinha

SÃO PAULO: Leonardo, Jeferson, Jackson e Maycon; José Victor (Bruno dos Anjos), Bruno Formigoni, Oscar e Wellington; Júlio Cézar (Ronieli) e Henrique. Técnico: Marcos Vizolli

ATLÉTICO-PR: Santos, Carlão, Bruno, Marcão e Raul; Fransérgio, Guilherme Batata, Lucas Sotero (Douglas Catita) e Dênis (Bruno Testa); Patrick e Marcelo (Fagner). Técnico: Marquinhos Santos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

O que são adivinhas, advinhações, o que é o que é, folclore, humor, cultura popular
Adivinhas: humor e desafioO que sãoAs adivinhas, também conhecidadas como advinhações ou "o que é, o que é" são perguntas em formato de charadas desafiadoras que fazem as pessoas pensar e se divertir. São criadas pelas pessoas e fazem parte da cultura popular e do folclore brasileiro. São muito comuns entre as crianças, mas também fazem sucesso entre os adultos.Alguns exemplos de adivinhas:- O que é que é surdo e mudo, mas conta tudo?
Resposta: o livro- O que é o que é que sempre se quebra quando se fala?
Resposta: o segredo- Ele é magro pra chuchu, tem entes mas nunca come e mesmo sem ter dinheiro, dá comida a quem tem fome?
Resposta: o garfo

- O que é que passa a vida na janela e mesmo dentro de casa, está fora dela?
Resposta: o botão- O que é o que é feito para andar e não anda?
Resposta: a rua- O que é o que é que dá muitas voltas e não sai do lugar?
Resposta: o relógio- Qual é a piada do fotógr…

Frases de Amor e Frases Românticas

Frases de Amor e Frases Românticas, belas palavras de carinho, frases perfeitas para você se declarar ao seu amor. Agrade quem você ama com essas belas frases de amor, de amizade, de carinho…



“Ainda que nas noites frias e solitárias, sinto o vento me acariciar, mas ao mesmo tempo me lembro de você ao meu lado a me amar…”
Roberto Klaro



“Um dia ousei sonhar um amor, e nos seus braços senti paz, na imensidão do seu prazer me realizei, e então acordei desse sonho fora da lei!”
Adriana Mallet



“A velocidade do amor é proporcional às concentrações de respeito, humildade, alegria, amizade, sinceridade e compromisso presente na vida de cada um de nós, multiplicada por uma constante essencial em nossos corações: a capacidade de amar.”
Edilene Gadelha



“Ao tocar seu coração pude sentir algo diferente acontecer,forte como um vendaval e lindo como um amanhecer.”
Alan Capato



“Se tudo o que existe no mundo possuísse uma fonte de energia, com certeza a minha seria você.”
Willians Levi

“O verdadeiro amor não traz…

Cronologia (1960 – 2008)

---------------------------------------------------------------------

1960

---------------------------------------------------------------------







13.fev.1960 - A França explode sua primeira bomba atômica.

14.fev.1960 – Um grupo de sobralenses funda o Rotary Clube de Sobral. Sua primeira diretoria estava assim constituída – Presidente: José Silvestre Saboia de Albuquerque (Zeca); Vice-presidente: José Mendes Mont’Alverne (Dr. Zé Alverne); Secretário: Armando Homem de Siqueira; Tesoureiro: Raul Vieira Lima; Diretor de Protocolo: Antonio Albuquerque Lopes; Diretores sem pasta: Edmundo Monte Coelho e José Walmir Frota.

05.mar.1960 - Após dois anos servindo o Exército, Elvis Presley retorna à vida civil.

02.abr.1960 - Em acordo assinado com a França, a ilha de Madagascar torna-se um Estado independente dentro da comunidade francesa.

03.abr.1960 - Uma coligação entre radicais e conservadores ganha as eleições gerais no Chile.

04.abr.1960 - É realizada a entrega do Oscar nos EUA. Foram agraciados …