segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Sem Amoroso, Guarani bate Portuguesa com gol de pênalti

Ainda sem o atacante Amoroso, o Guarani estreou no Campeonato Paulista com vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa, nesta quarta-feira de noite, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. O gol foi marcado por Fernando Gaúcho em cobrança de pênalti, aos 25 minutos do segundo tempo. Apesar da derrota, a equipe do Canindé dominou a primeira etapa, quando deixou de abrir o placar.

"Foi injusto. Perdemos muitas oportunidades no primeiro tempo. No segundo, eles marcaram o gol de pênalti", disse o lateral-direito César Prates, da Portuguesa, em entrevista à Rádio Central.

Embalado pelo acesso da Série C para a B do Campeonato Brasileiro, o Guarani ainda não pôde contar com a sua principal contratação, o atacante Amoroso, porque a documentação do jogador ainda não está regularizada. O mesmo ocorreu com o zagueiro Danilo. Com isso, Augusto e Cléverson foram para o jogo.

Já a Portuguesa começou a temporada tentando melhorar a sua imagem após a queda para a Série B no Campeonato Brasileiro no ano passado. Para isso, manteve jogadores importantes como Bruno Rodrigo, Athirson, Edno e Fellype Gabriel e trouxe reforços como César Prates e Alex Bruno, que estrearam com a camisa rubro-verde.

No entanto, também por causa de documentação, o atacante Christian, que passou por vários clubes grandes do Brasil e estava no futebol mexicano, e mais o volante Ygor, que estava na Noruega, não puderam estrear.

O jogo

O primeiro bom lance foi em chute do meia Edno, que recebeu na área e bateu para a defesa do goleiro Douglas, aos 16 minutos. Na resposta do time de Campinas, Itaqui bateu falta com força, e obrigou o goleiro Fábio a fazer difícil defesa, aos 21. Porém, o primeiro tempo foi dominado pela Portuguesa, que acabou não conseguindo transformar a superioridade em gol.

Insatisfeito com o rendimento da sua equipe, o técnico do Guarani, Luciano Dias, colocou já o no intervalo o estreante Bruno no lugar de Mário César, no meio-campo. Estevam Soares esperou um pouco, mas também mexeu colocando o atacante Fabrício Carvalho, ex-São Caetano, no lugar de Héverton, aos 13.

Diferente dos primeiros 45 minutos, o duelo foi mais equilibrado. A Portuguesa assustou primeiro, com chute forte de Edno para fora. Porém, em uma chegada no Guarani no ataque, Bruno tocou de calcanhar para Cléverson, que foi derrubado por Rai. Fernando Gaúcho bateu rasteiro no canto direito e abriu o placar, aos 25. A Porutugesa tentou a pressão em busca do empate, mas sem sucesso.

"Ainda falta muito para equipe conseguir o entrosamento, mas para a estréia valeu. O goleiro (da Portuguesa) fez bastante catimba na hora do pênalti, mas bati forte no canto direito e fui feliz", disse o autor do gol, Fernando Gaúcho, em entrevista à Rádio Central.

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Ituano fora de casa, no sábado, às 20h30. Já a Portuguesa vai receber o São Paulo, domingo, no Morumbi.

GUARANI 1 X 0 PORTUGUESA

Guarani
Douglas; Maranhão, Augusto, Plínio e Itaqui; Glauber, Rafael Fefo, Mário César (Bruno) e Chiquinho (Claudinei Rincon); Cléverson (Dairo) e Fernando Gaúcho
Técnico: Luciano Dias

Portuguesa
Fábio; César Prates, Bruno Rodrigo, Alex Bruno e Athirson; Erick, Rai (Miltinho), Edno e Marco Antonio; Fellype Gabriel (Carlos Alberto) e Héverton (Fabrício Carvalho)
Técnico: Estevam Soares

Data: 21/01/2009 (quarta-feira)
Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Público: 4.283 pagantes
Renda: R$ 41.865,00
Árbitro: Cleber Wellington Abade
Cartões amarelos: Glauber e Rafael Fefo (Guarani); Rai (Portuguesa)
Gol: Fernando Gaúcho, aos 25 minutos do segundo tempo

Nenhum comentário: