quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Homem nos EUA diz que erro bancário de US$ 175 mil foi ‘presente de Deus’

Banco depositou dinheiro por engano na conta de casal norte-americano. Polícia diz que eles sacaram o dinheiro e mudaram para a Flórida.

Um homem da Pensilvânia, nos Estados Unidos, disse ter considerado um “presente divino” os US$ 175 mil que caíram na conta bancária dele e da esposa depois que o banco de que são clientes cometeu um erro.

Randy Pratt, 50 anos, e Melissa Pratt, 36, foram ao tribunal em Columbia acusados de crime de furto e conspiração.

O problema ocorreu quando um depósito de US$ 1.772,50 apareceu como US$ 177.250.000 na conta que o casal possui no FNB Bank. A polícia diz que, em vez de avisar o banco, eles sacaram o dinheiro, abandonaram seus empregos e mudaram para a Flórida.

Eles já estavam comprando uma casa em Orlando quando o erro foi detectado. Randy Pratt disse à imprensa que ele tentou perguntar ao banco o que havia acontecido, mas foi ignorado. Ele disse que considerou o dinheiro “um presente de Deus”.

O casal diz já ter doado milhares de dólares. Randy Pratt permaneceu na prisão. Um juiz negou o pedido de reduzir sua fiança de US$ 100 mil. Melissa Pratt, que disse à corte que ela estava afastada do marido, foi liberada por pagamento de fiança.

Nenhum comentário: