quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Corinthians teria de bancar parte da reforma do Pacaembu

Recentemente, na Câmara dos Vereadores de São Paulo, foi iniciada uma discussão sobre a cessão do estádio do Pacaembu ao Corinthians, clube que manda seus jogos no local e já o tem como "casa". Só que segundo Walter Feldman, Secretário Municipal de Esportes, Lazer e Recreação, a intenção já não é mais essa.

Em contato constante com o presidente do Timão, Andrés Sanchez, e o diretor de marketing alvinegro, Luis Paulo Rosenberg, Feldman contou que a nova proposta é que o Corinthians faça um investimento na modernização do estádio, que pretende se tornar uma arena multiuso, em troca dos jogos.

- Não existe mais a ideia de ceder o Pacaembu ao Corinthians. Até porque eles não querem fazer uma gestão do estádio. O que existe agora é uma parceria para o estádio ter a marca do clube, que investiria certa quantia na modernização do local e o teria em troca para todas as partidas – explicou o secretário municipal.

Para ajudar nesse modelo de gestão, a prefeitura de São Paulo está perto de fechar uma parceria com a prefeitura de Amsterdã, na Holanda.

- Estamos fechando uma parceria com a prefeitura de Amsterdã porque entendemos que o estádio mais bem administrado do mundo é o do Ajax. Portanto, eles vão nos trazer essa experiência e pretendemos usá-la no Pacaembu – completou Feldman.

Atualmente, porém, segundo o secretário, o Pacaembu tem dado lucro. Até por conta das altas rendas do Corinthians na era Ronaldo. Em 2008, por exemplo, o prejuízo anual do estádio era de R$ 2 milhões.

- Acabou o prejuízo do Pacaembu. Atualmente está em superávit. Temos até um fundo, que está com bastante dinheiro – falou Walter Feldman.

O secretário aproveitou para dizer que as pendências do Corinthians com a prefeitura já foram quitadas. O clube estava devendo alguns aluguéis.

Fonte: G1

Nenhum comentário: