sexta-feira, 26 de junho de 2009

O Brasil já tinha entrado em campo três vezes antes de enfrentar e vencer a África do Sul por 1 a 0 nesta quinta-feira, dia 25 de junho, pela Copa das Confederações. Até então, o time comandado por Dunga vinha mostrando uma disciplinar exemplar. Porém, diante dos donos da casa, a invencibilidade não durou até à disputa da decisão contra os EUA. Três jogadores brasileiros acabaram levando cartão amarelo diante do time comandado pelo brasileiro Joel Santa. Foram as primeiras advertências do Brasil na competição mundial.

O Brasil manteve a disciplina até aos 29 minutos do primeiro tempo do duelo pelas semifinais da competição. O volante Felipe Melo levou o cartão amarelo depois de cometer falta em Gaxa. Já no segundo tempo, aos 15, o lateral André Santos parou um contra-ataque adversário com falta ao puxar a camisa de Modise. Aos 43 minutos, na comemoração do gol, Daniel Alves levantou a camisa e foi punido.

Com as punições, o Brasil não continua como time mais disciplinado da Copa das Confederações. O lugar agora é ocupado pela seleção do Iraque, que levou apenas dois amarelos. O time mais indisciplinado é um dos finalistas da competição. O time americano levou seis amarelos e três vermelhos. Em seguida, vem o Egito, com seis amarelos e um vermelho. Três seleções levaram seis amarelos: Nova Zelândia, África do Sul e Espanha. A Itália levou quatro advertência durante sua participação.

O próximo compromisso do Brasil será no domingo, às 15h30 (de Brasília), contra os EUA. O adversário já foi inclusive batido nesta Copa das Confederações. No segundo jogo da Seleção na primeira fase, o time do técnico Dunga passou fácil pelos americanos ao vencer por 3 a 0.

Nenhum comentário: