Momento ruim do Inter é incentivo para o Corinthians

Internacional entrou em crise no mês de junho. Melhor para o Timão

Se o atual momento é o que vale no futebol, como diz velho clichê, a Fiel pode festejar o tri da Copa do Brasil!

Porque o desempenho do Internacional na reta de preparação para a decisão, em junho, foi abaixo da crítica. Em sete partidas, venceu apenas uma (3 a 0 sobre o Coritiba, ontem), perdeu quatro e empatou duas.

Enquanto o Colorado teve aproveitamento de 24%, o Timão somou 61% dos pontos que disputou.

O “melhor elenco do país” não resistiu às ausências do argentino D´Alessandro (machucado) e do volante Bolívar (suspenso e depois sem contrato), além das saídas de Kléber e Nilmar, representantes do Colorado na Seleção campeã da Copa das Confederações na África do Sul.

A derrota para a LDU, em pleno Beira-Rio, na primeira final da Recopa Sul-Americana, desencadeou críticas de torcedores e declarações públicas de repúdio de dirigentes. Uma crise que começou a ser instalada lá atrás, com a sofrível classificação à final diante do Coritiba, após derrota em Curitiba, por 1 a 0. Situação que se agravou após o revés para o próprio Corinthians na primeira final da Copa do Brasil, no Pacaembu.

Para se ter uma ideia da gravidade desse momento dos gaúchos, os 24% de aproveitamento de junho são os menores de 2009. Até então, janeiro havia registrado o “pior” mês, com 77% dos pontos em disputa.

Dá para piorar? Dá. Nesses sete últimos confrontos, marcou quatro gols. Em contrapartida, sofreu nove. O desempenho recente deixou o técnico Tite na berlinda.

O corintiano quer o tri. O que vai acontecer? É problema deles...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas