terça-feira, 9 de junho de 2009

Barrichello ainda terá tratamento igual, garante equipe

A vantagem de 26 pontos de Jenson Button, líder do campeonato, sobre o Rubens Barrichello, que é o segundo colocado, não garante tratamento preferencial para o inglês. Ao menos é o que o chefe de equipe Ross Brawn. Em entrevista ao site Autosport.com, o dirigente garantiu que a situação na tabela não faz com que ordens de equipe sejam necessárias.

Brawn ainda deixou a entender que a forma com que a Ferrari ganhou os títulos com Schumacher, dando clara preferência para o alemão, o incomodaram de alguma forma. "Eu tive a sorte de ser campeão do mundo várias vezes e, talvez, vencer de uma certa forma seja importante para mim", disse.

"Acho que há fases. No começo, quando você não pode identificar um piloto que esteja em melhores condições, você deve deixar as coisas acontecerem", disse. "Sem dúvida, uma hora haverá uma fase em que será preciso tomar algumas decisões, que serão tomadas se houver necessidade. Por enquanto, não há necessidade nem o desejo de nossa parte de fazer isso."

Nenhum comentário: