sexta-feira, 12 de junho de 2009

Inimigo íntimo, Carpegiani espera manter no Vitória bom retrospecto no Beira-Rio

No entanto, técnico do Vitória diz torcer para que o 'Inter ganhe tudo sempre'.


Carpegiani tem novo encontro com o Inter

O bom filho à casa torna. Domingo, às 18h30m, é dia de um novo reencontro entre Paulo César Carpegiani, técnico do Vitória, e o Internacional, no Beira-Rio.

Cria do Colorado, onde foi bicampeão brasileiro e heptacampeão gaúcho, o técnico do Rubro-Negro não esconde a satisfação em voltar ao palco que o projetou para o futebol.

- Devo demais ao Inter, tenho uma relação especial com a torcida, que é fanática, mas é óbvio que quero vencer. Quando não estão contra mim torço para que sejam campeões de tudo, serei Inter na final da Copa do Brasil. Aliás, isso vale também para o Flamengo. Quero sempre ver esses times ganhando tudo - declarou.

Carpegiani tem motivos de sobra para acreditar no triunfo. Além da boa campanha dos baianos, que ocupam a terceira posição do Brasileiro, com nove pontos, o técnico perdeu apenas um jogo como técnico adversário e visitante do Inter,em 2007, nos 3 a 0 dos gaúchos sobre o Corinthians.

- Vai ser duríssimo, não existe essa de time misto por conta da Copa do Brasil, eu também estou cheio de desfalques - disse, em referência aos lesionados Jackson e Bida, e ao suspenso Neto Baiano.

Carpegiani destacou a derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro, no Mineirão, como a única partida ruim do time no Brasileiro. Para ele, o time ainda precisa provar para si e os outros que o bom início na competição não seja apenas uma arrancada de 'cavalo paraguaio'.

- Ainda precisamos manter o bom nível por um tempo, aí poderemos saber realmente aonde poderemos chegar no Brasileiro - finalizou.

Nenhum comentário: