domingo, 26 de abril de 2009

Santos 1 x 3 Corinthians - Ronaldo é Fenomenal!



e alguém duvidava de Ronaldo, o craque da camisa 9 fez questão de mostrar na vitória do Corinthians, por 3 a 1, sobre o Santos, na Vila Belmiro, na tarde deste domingo, porque é chamado de Fenômeno.

Ronaldo fez seu primeiro gol na etapa inicial, com um toque na saída do goleiro Fábio Costa, após belo domínio de bola. No segundo tempo, ele fez uma pintura. O Fenômeno deu um corte seco no zagueiro, com o calcanhar, e mandou por cobertura. Um golaço! O zagueiro Chicão abriu o marcador de falta.
Com esta vitória, o Corinthians pode até perder por dois gols de diferença que fica com a 26ª taça do Estadual. Ao Santos resta uma vitória de três ou mais gols de diferença.

Mais fácil que o esperado!
Santos e Corinthians começaram o jogo de forma truncada. Por jogar em casa, o Peixe ficou com maior posse de bola. Mas o Timão não deixou por menos e foi para o ataque. Aos 9 minutos, Pará derrubou Morais na entrada da área e recebeu o terceiro cartão amarelo. Suspenso, ele está fora da final.

Na cobrança, André Santos passou pela bola e o zagueiro Chicão, sempre ele, contou com um desviou na defesa para abrir o marcador para o Corinthians. O Santos esboçou uma reação, mas sem a pressão necessária.

Com isso, o Corinthians ampliou o marcador. Aos 25 minutos, Chicão deu um chutão pra frente. Luizinho bobeou e deu condições para Ronaldo. O Fenômeno avançou e tocou com tranqüilidade na saída do goleiro Fábio Costa.

Mesmo a frente do placar, o Timão quase ampliou. Ronaldo meteu um petardo da entrada da área e a bola passou sobre o gol. NO lance seguinte, aos 35 minutos, Kleber Pereira recebeu e mesmo cara-a-cara com Felipe não chutou.

Feliiiiiiipe!
O artilheiro tentou driblar, mas Felipe deu um tapa na bola e evitou o gol. No rebote, Neymar bateu, mas a zaga desviou. E o camisa 1 do Timão estava inspirado. Ele segurou chute de Triguinho a queima roupa aos 40 minutos. Fabão ainda desviou de barriga e Felipe salvou em cima da linha.



Ufa!
Segundo tempo começou movimentado. Atrás do placar, o Santos foi pra cima. Logo aos 3 minutos, Madson bateu falta ensaiada e Pará cruzou. Fabiano Eller subiu e mandou de cabeça para o gol. A bola passou perto.

Neste lance, Chicão e Germano se agarraram na área. O santista deu um soco no corintiano e deve ser punido pelo STJD. O Timão recuou e levou um gol. Aos 15 minutos, Madson enfiou a bola e Triguinho cruzou. Felipe tentou adivinhar o canto e meteu pra dentro.

Aos 25 minutos, Chicão derrubou Paulo Henrique e recebeu cartão amarelo. Como era o terceiro, ele está fora da final. Mas o Corinthians utilizou sua melhor ara: o contra-ataque.

Aos 32 minutos, Ronaldo recebeu em profundidade e aí mostrou porque é Fenômeno. Ele deu um corte seco no zagueiro e deu um toque sutil por cima de Fábio Costa. Um golaço! Sem tempo para mais nada, o Timão festejou!

Ficha Técnica

Santos 1 x 3 Corinthians

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Wilson Luiz Seneme
Público: 17.259 pagantes
Renda: R$ 1.044.350,00
Cartões amarelos: Pará, Germano (Santos); André Santos, Elias, Cristian, Morais, Chicão (Corinthians)
Gols: Triguinho, aos 15’/2T (Santos); Chicão, aos 10’/1T (falta), Ronaldo, aos 25’/1T e aos 32’/2T (Corinthians)

Santos
Fábio Costa; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho (Maikon Leite); Germano, Pará, Paulo Henrique (Robson) e Madson; Neymar e Kléber Pereira (Roni).
Técnico: Vágner Mancini.

Corinthians
Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian (Túlio), Elias, Douglas (Boquita) e Morais; Jorge Henrique (Fabinho) e Ronaldo.
Técnico: Mano Menezes.

Nenhum comentário: