quarta-feira, 22 de abril de 2009

Cristian é denunciado e pode pegar até 10 jogos de suspensão

Sorridente e sereno na manhã desta quarta-feira, já sem o uniforme de treinamento do Corinthians, o volante Cristian voltou a se preocupar com uma eventual punição do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) paulista ao deixar o Parque Ecológico do Tietê. A procuradoria do órgão denunciou o jogador por cruzar os braços e mostrar os dedos médios ao comemorar gol contra o São Paulo, no domingo retrasado.

Cristian será julgado na próxima segunda-feira, com base no artigo 258 (assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em relação a componente de sua representação adversária ou de espectador) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), cuja pena varia de um a dez jogos de suspensão. O volante já havia prestado esclarecimentos ao TJD na última sexta-feira.

"Estou muito tranquilo e confiante em relação a esse problema. O Corinthians tem bons advogados. Só depende deles", comentou Cristian, levando a mão direita à cabeça. "Não fiz aquele gesto para prejudicar ninguém. O que me tira mesmo o sono é falarem que posso ser preso ou ter que ir à delegacia. Existe uma precipitação muito grande no Brasil", protestou.

Pela provocação ao São Paulo, Cristian chegou a ser indiciado no artigo 40 (provocar tumulto ou portar-se de modo inconveniente ou desrespeitoso) da Lei das Contravenções Penais, com pena que varia de 15 dias a seis meses de detenção. Há a possibilidade de conversão da punição para multa ou ações comunitárias.

João Zanforlin, advogado do Corinthians, não acredita que o caso seja julgado pela Justiça comum. Caso o TJD aplique ao menos a sanção mínima a Cristian, no entanto, o técnico Mano Menezes não poderá utilizá-lo no segundo confronto da decisão do Campeonato Paulista, contra o Santos, no Pacaembu.

Fonte: Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: