Português de 67 anos corta o dedo na frente da juíza

Idoso protestou contra a execução judicial de um terreno. Sindicato criticou a falta de segurança nos tribunais portugueses.


Foto: Editoria de Arte/G1
Português de 67 anos cortou o dedo após ficar insatisfeito com uma decisão da Justiça do país. (Ilustração: Editoria de Arte/G1)

O português Orico Santos, de 67 anos, entrou no gabinete da juíza Cristina Oliveira, no Tribunal Judicial da Figueira da Foz (Portugal), e cortou o dedo indicador da mão esquerda na frente da magistrada após ficar insatisfeito com uma decisão, segundo o jornal português "Diário de Notícias".

Após ficar irritado com a decisão da juíza Cristina Oliveira, o idoso, que mora em Buarcos, "tirou da pasta uma faca de 17 centímetros" e desferiu "dois golpes no dedo indicador da mão esquerda", deixando na mesa pequenas partes de seu dedo.

Santos tinha ido ao tribunal para "protestar contra a execução judicial de um terreno". Mas, "insatisfeito" com a posição da juíza, ele resolveu se automutilar no gabinete da magistrada. O homem foi levado ao Hospital Distrital da Figueira da Foz.

O presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais, Fernando Jorge, criticou a falta de segurança nos tribunais portugueses. "Todos os tribunais deveriam ter, pelo menos, uma porta para detectar metais", afirmou ele ao jornal "Correio da Manhã".

Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas