sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

[Novelas] Pedra sobre Pedra

Pedra Sobre Pedra foi uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo de 6 de janeiro a 31 de julho de 1992, e foi apresentada em 179 capítulos.

Foi escrita por Aguinaldo Silva, Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzsohn e dirigida por Paulo Ubiratan e Gonzaga Blota.

Trama

A pequena cidade de Resplendor, na Bahia, era o palco das disputas políticas entre os Pontes e os Batista. Murilo Pontes ia se casar com a jovem Pilar Farias, por quem Jerônimo, o herdeiro dos Batista, também era apaixonado. No dia do casamento de Murilo e Pilar, a noiva diz não em pleno altar, por desconfiar de que o rapaz fosse o pai da criança que Eliane, sua melhor amiga, estava esperando. Desejando vingança, Pilar se casa com Jerônimo, inimigo de Murilo, enquanto este se casa com Hilda, uma jovem que sempre o amara. Dessa união nasce Leonardo, e Murilo vai seguir carreira política em Brasília, enquanto Pilar tem uma filha, Marina, e fica viúva. A filha de Eliane nasce, mas a mãe morre no parto e Pilar assume a educação da menina, dando-lhe o nome da mãe, Eliane.

Vinte e cinco anos se passam, Murilo está de volta a Resplendor e reencontra Pilar querendo fazer de sua filha, Marina, a prefeita da cidade, destino que ele reservara para seu filho, Leonardo. Mas os dois não contam que seus filhos, ao se conhecerem, se apaixonam e têm que esconder esse amor por causa da rivalidade entre seus pais, rivalidade essa que oculta um amor mal resolvido.

Mas os Pontes e os Batista terão na briga pelo comando de Resplendor um adversário perigoso:Cândido Alegria, um homem que enriqueceu roubando e matando o amigo português Benvindo Soares, e que nutre uma paixão por Pilar Batista. Para conseguir o que quer - a prefeitura de Resplendor e o coração de Pilar - Cândido Alegria conta com a ajuda da ambiciosa Eliane, a agregada da família Batista, que nem desconfia de que ele é o seu pai biológico.

Mas Resplendor tem outros mistérios. A cidade recebe a visita do enigmático fotógrafo Jorge Tadeu, que se ocupa em fotografar e seduzir as mulheres casadas da cidade. Entre elas, Úrsula, filha da beata Gioconda, a irmã de Murilo Pontes.

Também está na cidade um grupo de ciganos liderados por Iago. A irmã de Iago, a bela Vida, se apaixona por Carlão Batista, mas tenta fugir a essa paixão, por saber que seu irmão não permitirá esse envolvimento. Carlão é o cunhado de Pilar e proprietário do Grêmio Recreativo Resplendorino, que é dirigido por seu amigo e confidente Adamastor.

Elenco

Protagonistas
Renata Sorrah como Pilar.

* Lima Duarte .... Murilo Pontes
* Renata Sorrah .... Pilar Farias Batista
* Maurício Mattar .... Leonardo Pontes
* Adriana Esteves .... Marina Farias Batista

e

* Fábio Júnior .... como Jorge Tadeu

com

* Arlete Salles .... Francisquinha
* Armando Bogus .... Cândido Alegria
* Eva Wilma .... Hilda Pontes
* Andréa Beltrão .... Úrsula Pontes
* Ênio Gonçalves .... Diamantino
* Eloísa Mafalda .... Gioconda Pontes
* Paulo Betti .... Carlão Batista
* Luiza Tomé .... Vida
* Humberto Martins .... Iago
* Carla Marins .... Eliane
* Osmar Prado .... Sérgio Cabeleira
* Isadora Ribeiro .... Suzana Frota
* Eduardo Moscovis .... Tibor
* Marco Nanini .... Ivonaldo
* Elizângela .... Rosemary
* Paula Burlamaqui .... Nair
* Tânia Alves .... Lola
* Pedro Paulo Rangel .... Adamastor
* Cecil Thiré .... Kleber Vilares(prefeito da cidade)
* Nívea Maria .... Ximena Vilares
* Míriam Pires .... Dona Quirina Batista
* Carlos Daniel .... Ernesto
* Suzana Borges .... Inês
* Nelson Xavier .... Delegado Queiroz
* Lu Mendonça .... Nice
* Raymundo de Souza .... Sete Estrelas/Emanuel
* Selton Mello .... Bruno
* Lília Cabral .... Alva
* Nuno Leal Maia .... Laíre
* Reinaldo Gonzaga .... P. H.
* Maria Mariana .... Olímpia
* Tereza Seiblitz .... Jerusa
* Thelma Reston .... Romena

Participação Especial

* Nelson Baskerville .... Murilo Pontes (jovem)
* Cláudia Scher .... Pilar Farias Batista (jovem)
* Felipe Camargo .... Jerônimo Batista
* Andréa Murucci .... Hilda Pontes (jovem)
* Elias Gleizer .... motorista de ônibus
* Marcio Ehrlich .... Van Damme, negociante belga de diamantes

Trilha Sonora
Trilha Sonora 1

Capa: Adriana Esteves

1. Entre a Serpente e a Estrela (Amarillo By Morning) - Zé Ramalho (tema de Murilo Pontes)
2. O Homem Que Amei (Someone That I Used To Love) - Fafá de Belém (tema de Pilar Batista)
3. Cabecinha no Ombro - Fagner e Roberta Miranda (tema de Jorge Tadeu)
4. Dona de Mim - 14 Bis (tema de Sérgio Cabeleira)
5. Regra do Jogo - Sá & Guarabira (tema de Cândido Alegria)
6. Madana Mohana Murari - Homem de Bem (tema de Úrsula)
7. Pedras Que Cantam - Fagner (tema de abertura)
8. Resplendor - André Sperling (tema do Delegado Queiróz)
9. O Que a Noite Faz - Elba Ramalho (tema de Lola)
10. Esse Amor - Danilo Caymmi (tema de Leonardo)
11. Medo - André Sperling
12. Herdeira da Noite - Itamara Koorax (tema de Marina)
13. Como Se Fosse - Jim Porto (tema de Daniela e Tibor)
14. Vida Cigana - Instrumental (tema dos ciganos)

Trilha Sonora 2

Capa: Isadora Ribeiro

1. Pergunte Pro Seu Coração - Roberto Carlos (tema de Leonardo e Marina)
2. Outono - Djavan (tema de Leonardo e Marina)
3. Passion - Gipsy Kings (tema de Eliane e Yago)
4. Tomara - Alceu Valença (tema de locação: Resplendor)
5. Negrinho do Pastoreiro - Be Happy (tema de Alva)
6. Noturno Em Mi Bemol Maior, Op. 9, N° 2 - The Philadelphia Orchestra (tema de Hilda)
7. Faz de Mim - Dominguinhos (tema de Carlão e Vida)
8. Brincar de Ser Feliz - Chitãozinho & Xororó (tema de Daniela e Tibor)
9. Te Amo - Wanderléa (tema de Ulisses e Jerusa)
10. Fantasia - André Sperling (tema de Vida)
11. Valsa - Carlos Paredes (tema de Inês e Ernesto)
12. Ritmo do Coração (Track Of Speed) - Instrumental

Curiosidades

* Exibida entre 6 de janeiro e 1º de agosto de 1992 em 179 capítulos.
* Pedra sobre Pedra está em terceiro lugar no ranking das 3 novelas de maior audiência da Globo na década de 90. A telenovela obteve 57 pontos de média, com picos de 73. O share, (participação do público), chegou a 60%. Só perdeu para Renascer, em 1993,com 60 pontos de média, e Rainha da Sucata, em 1990, com 59 pontos de média e 76 de pico.
* "Pedra sobre Pedra" foi reprisada no Vale a Pena Ver de Novo entre 10 de abril e 11 de agosto de 1995, as 14h20, em 90 capítulos.
* Pedra sobre pedra foi uma co-produção com a RTP, de Portugal, que financiou 20% da produção. Dois atores portugueses vieram ao Brasil especialmente para fazer parte do elenco: Carlos Daniel e Suzana Borges.
* O realismo fantástico, característica da obra de Aguinaldo Silva, esteve presente nesta novela, através da flor de Jorge Tadeu, personagem de Fábio Jr., que enlouquecia as mulheres que a comiam; do personagem Sérgio Cabeleira, vivido por Osmar Prado, que sofria nas noites de lua cheia, por se sentir atraído por ela; e pela personagem dona Quirina, de Miriam Pires, que, apesar dos 120 anos, tinha uma memória prodigiosa.
* Uma das cenas mais marcantes da novela, foi a do assassinato de Jorge Tadeu (Fábio Jr.), encontrado morto, em sua cama, enquanto borboletas sobrevoavam seu corpo. Essa cena foi ao ar no capítulo de número 30, no ar em 8 de fevereiro de 1992, um sábado. A pergunta "Quem matou Jorge Tadeu?!" parou o país. Gioconda (Eloísa Mafalda) era sua assassina. O mistério foi revelado no último capítulo.
* Outra cena marcante foi a do último capítulo, em que Cândido Alegria (Armando Bogus), se transforma em pedra, e se desfaz, em argila.
* As namoradas do retratista Jorge Tadeu (Fábio Jr.) foram vividas por Andréa Beltrão, que fazia a esfuziante Úrsula; a delegada Francisquinha, vivida por Arlete Salles; a fogosa Rosemary, personagem de Elizângela; a recatada Suzana, personagem de Isadora Ribeiro; a discreta Ximena, personagem de Nívea Maria, e por fim, a senhora Hilda Pontes, personagem de Eva Wilma.
* Foi a primeira novela do ator Eduardo Moscovis, ainda como Carlos Eduardo de Andrade.
* Foi a última novela de Armando Bogus, que ainda faria a minissérie Sex Appeal, em 1993. Ele veio a falecer em 2 de maio de 1993.
* Estréia de Isadora Ribeiro em novelas globais. A atriz já tinha feito Brasileiras e Brasileiros, em 1990, no SBT.
* Primeira novela "das oito" de Tereza Seiblitz, que havia estreado no horário das 18h, em Barriga de Aluguel, em 1990.
* Estreiou com 54 pontos, depois explodindo no ibope. Seu último capítulo registrou 69 pontos.
* A música tema de Úrsula, personagem de Andréa Beltrão, Madana Mohana Murari, de Tomaz Lima, o Homem de Bem, tornou-se uma das 10 músicas mais tocadas do Brasil na época. Foi a primeira vez que um mantra atingiu os meios de comunicação.
* Pilar Batista, a protagonista da novela, estava destinada inicialmente a Betty Faria, mas acabou ficando com Renata Sorrah, que brilhou nas suas cenas de rivalidade com Murilo Pontes, personagem de Lima Duarte.
* Interessante abordagem foi feita a cerca do sentimento homossexual enrustido do personagem Adamastor, vivido por Pedro Paulo Rangel por Carlão Batista, personagem de Paulo Betti.
* Adriana Esteves e Maurício Mattar defenderam muito bem seus personagens, Marina e Leonardo, que viviam um romance proibido, uma vez que eram filhos dos inimigos políticos, Pilar Batista (Renata Sorrah) e Murilo Pontes (Lima Duarte).
* Gioconda Pontes, (Eloísa Mafalda), chamava Eliane (Carla Marins), a filha de Cândido Alegria (Armando Bogus), de "bastardinha". Carla Marins foi o grande destaque do ano, se tornando capa da edição de 17 anos de aniversário da revista Playboy, em agosto de 1992.
* Aguinaldo Silva, Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzsohn já haviam feito outra parceria, a novela Tieta.
* A novela retratava o mundo cigano através dos personagens de Luiza Tomé, como a cigana Vida; Humberto Martins, como o cigano Iago e Eduardo Moscovis, como o cigano Tibor. 3 anos depois, em 1995, a autora Glória Perez, usaria o universo dos ciganos, para desenvolver sua novela, Explode Coração.
* Pedra sobre pedra foi reapresentada na Globo Internacional, em 2001, enquanto a matriz brasileira revia A Gata Comeu. Em Portugal, Pedra sobre pedra já voltou ao ar por mais de três vezes, sempre na co-produtora RTP.
* Murilo Pontes, personagem de Lima Duarte, voltaria à cena 5 anos depois, em uma mesma novela de Aguinaldo Silva, A Indomada, em 1997. Na ocasião, ele participava de um jogo de pôquer, na cidade de Greenville.
* Quem aparece na abertura da novela é a modelo Mônica Fraga. A modelo tornou-se atriz e tem participado de novelas globais, como Tropicaliente e Senhora do Destino. Através da computação gráfica, o corpo da modelo foi transformado em rochas e montanhas. As gravações da vinheta de abertura foram feitas em Lençóis, na Chapada Diamantina, na (Bahia), onde havia formas naturais que favoreciam a montagem desejada. Depois, em computador, as pernas e seu rosto e colo ganhavam o contorno das paisagens da chapada.
* Títulos provisórios: Fruto Proibido, Garimpo e Resplendor.

Prêmios

Troféu APCA (1992):

* Melhor Ator - Armando Bógus

Troféu Imprensa (1992):

* Melhor Novela
* Melhor Ator - Lima Duarte

Nenhum comentário: