quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Liberdade

Sabe amor...
Hoje acordei,
Foi tão simples
Libertei.

Eu bem sei que não devia
Trair nosso amor desfeito
Tudo estava tão perfeito
Entendas meu bem.
Acordei,

Não vou te pedir perdão
Se nem tentei evitar
Meu coração assim carente
Sozinho na nostalgia
Simplesmente quer amar

Não este amor de lembranças
Que meus sonhos conservou
Levantei-me deste abismo
Nas sombras deixo escondido
O fantasma do nosso amor.

Não me condenes, te peço
O pesadelo acabou.
Foi divino o renascer...
Hoje voltei a viver
Nos braços de um falso amor.


Olgatomaz

Nenhum comentário: