Justiça autoriza casamento de Andinho, condenado a mais de 400 anos de prisão

O preso Wanderson Nilton de Paula Lima, conhecido como Andinho, conseguiu autorização da Justiça para se casar na penitenciária Presidente Venceslau 2, em Presidente Venceslau (611 km de São Paulo).

Segundo o cartório de registros civis, Andinho entrou com o processo para realizar o casamento no dia 12 de janeiro, assim como a noiva Luciane Bernardino de Seixas.

A SAP (Secretaria de Administração Prisional) informou que a cerimônia vai acontecer na própria penitenciária, mas não confirmou a data. Já o cartório afirmou que deve acontecer no dia 6 de fevereiro, mas ainda depende da autorização da direção do presídio.

Andinho cumpre mais de 400 anos de prisão pelos crimes de roubo, homicídio e extorsão mediante sequestro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas