Descoberta variação de gene ligada à hipertensão

Cientistas americanos descobriram um gene cuja variação mais comum é ligada à hipertensão arterial - uma descoberta que abre potencialmente o caminho a tratamentos mais eficazes para lutar contra esta doença, segundo trabalhos publicados nesta segunda-feira. O gene, chamado STK39, produz uma proteína que desempenha um papel no mecanismo renal que regula a quantidade de sódio no organismo.

"Este estudo apresenta um bom potencial para melhorar nossa capacidade de desenvolver tratamentos adaptados a cada indivíduo, através de medicina personalizada, que permite combater a hipertensão com mais eficácia", estima a dra. Yen-Pei Christy Chang, professora de medicina e epidemiologia da faculdade de medicina da Universidade de Maryland (leste).

A doutora considera a importância de prosseguir as pesquisas neste campo, explicando que "a hipertensão é uma doença complexa, na qual numerosos outros fatores genéticos, ambientais e ligados ao modo de vida entram em conta". "O gene STK39 é apenas uma peça importante do puzzle", acrescenta a cientista que teve seus estudos sobre o assunto publicados nos Anais da Academia Nacional americana de Ciências (PNAS) datados de 29 de dezembro.

"Queremos determinar como os indivíduos com diferentes variações desse gene respondem aos diuréticos e a outros tratamentos contra a hipertensão ou às mudanças no modo de vida tais como a redução da quantidade de sal consumida", prossegue.

"Tais informações devem nos ajudar a descobrir o meio mais eficaz de controlar a pressão arterial em pacientes que sofrem de hipertensão", acrescenta.

Fonte: AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas