segunda-feira, 8 de junho de 2009

Contra crise, Corinthians precisa vender ao menos um jogador


Elias é um dos cotados para deixar o Corinthians e já é observado por olheiros estrangeiros

No balancete publicado pelo Corinthians no final de abril, as dívidas em relação ao final do ano passado aumentaram pouco mais de R$ 6 milhões (de R$ 97 milhões para R$ 103,3 milhões). A presença de Ronaldo, que atraiu anunciantes para a camisa, também trouxe custos e inflacionou a folha de pagamento do clube. A cada mês, o Corinthians gasta R$ 24,3 milhões para pagar seus funcionários.

Os valores que o clube tem a receber de negociações passadas de jogadores cobririam apenas um mês dessa folha. São R$ 25,8 milhões, provenientes, principalmente, da negociação do meia Carlos Alberto com o Werder Bremen (ALE). O atual jogador do Vasco ainda renderá R$ 13,3 milhões aos cofres corintianos. As transferências do atacante Jô e do zagueiro Betão trarão, juntas, R$ 2,1 milhões para o clube.

Dos mais de R$ 24 milhões da folha salarial, R$ 13,2 milhoes são discriminados como Obrigações Contratuais - leia-se direitos de imagem, entre outras somatórias normalmente incluídas nos contratos. O clube estima que cerca de R$ 7 milhões tenham sido usados com reforços que chegaram neste ano.

Além disso, a parte social do clube passou a consumir quase o triplo de dividendos: o déficit de R$ 1,1 milhão do fim de 2008 aumentou para quase R$ 3,5 milhões, só nos quatro primeiros meses do ano. A solução para amenizar o rombo e repetir o superávit de mais de R$ 10 milhões no ano passado é clara: vender jogadores.

"Temos de vender um jogador para equilibrar esses números. Esse déficit no início do ano é normal, mas com uma venda poderemos terminar o ano novamente com lucro. É normal em qualquer clube ter de fazer caixa com algum jogador, no Corinthians não seria diferente", afirmou Raul Correa da Silva, diretor financeiro do clube.

Veja algumas das dívidas do Corinthians:

Batata (ex-zagueiro do clube) - R$ 540 mil
Nilmar (atacante do Inter) - R$ 2,9 milhões
Daniel Passarella (técnico do clube em 2005) - R$ 697 mil

Nenhum comentário: