Pular para o conteúdo principal

Corinthians empata com o Santos e é campeão invicto pela quinta vez

O Corinthians conquistou o primeiro torneio que disputou depois de retornar à Primeira Divisão nacional. E sem perder uma partida sequer. Neste domingo, no Pacaembu, a equipe do Parque São Jorge assegurou o seu quinto título invicto do Campeonato Paulista ao empatar por 1 a 1 com o Santos, gols de Kléber Pereira e André Santos.

O último campeão invicto do Paulistão havia sido o Palmeiras, em 1972. Para repetir esse feito, que o Corinthians já havia alcançado em 1914, 1915, 1929 e 1938, o time comandado por Mano Menezes totalizou 49 pontos na competição, 13 vitórias e dez empates. O Santos se despediu com 44, total de 14 resultados positivos, cinco negativos e quatro igualdades.

Em festa pela conquista deste final de semana, o Corinthians não terá muito tempo para comemorar. Enfrentará o Atlético-PR já nesta quarta-feira, novamente no Pacaembu, precisando de uma vitória simples para avançar na Copa do Brasil. A estreia no Campeonato Brasileiro será no domingo, contra o Internacional. O Santos enfrentará outro time gaúcho no mesmo dia, o Grêmio.

A decisão - O Santos fez reconhecimento de campo no momento em que centenas cheerleaders da Federação Paulista de Futebol (FPF) se apresentavam ao público. Bastante vaiado pelos corintianos, o time comandado por Vágner Mancini caminhou distante do troféu exposto pela Federação Paulista de Futebol (FPF) e sumiu em meio às garotas, vestidas com saias e tops de todas as cores.

Após finalmente se desvencilhar da aglomeração de cheerleaders para voltar ao vestiário do Pacaembu, os santistas mostraram habilidade para também driblar os corintianos quando a partida começou. Torcedores mandantes cantavam mais alto (os organizados ainda desfraldavam bandeirões; os desorganizados tremulavam bandeirinhas de plástico), mas o time mais ofensivo no início do clássico era o adversário.

Logo no primeiro minuto, o centroavante Kléber Pereira mostrou a mesma falta de pontaria do domingo passado e isolou a bola à frente do goleiro Felipe. Mais bonito fez o meia-atacante Paulo Henrique Lima, agora de visual careca, quando passou por uma série de marcadores na intermediária e deixou alguns corintianos também descabelados nas arquibancadas.

Contando com a destreza de Paulo Henrique e, principalmente, a velocidade de Madson, Kléber Pereira conseguiu se redimir dos gols que perdeu recentemente. Aos 26 minutos, no instante em que a torcida do Santos já fazia o canto ao "time da virada" audível no estádio, o veterano invadiu a área e foi derrubado por Felipe. Pênalti, que ele mesmo cobrou com categoria: 1 a 0.

O técnico Dunga chegou ao camarote da FPF no Pacaembu quando os santistas ainda comemoravam. Obsessivo para ser convocado à seleção brasileira, o lateral-esquerdo André Santos ironicamente empatou a partida cinco minutos depois. Dentinho avançou com velocidade pela lateral esquerda aos 33 e passou a bola para o companheiro chutar forte. Fábio Costa aceitou. Festa corintiana no Pacaembu.

Se antes começava a se desesperar com o árbitro Sálvio Spínola Fagundes Filho, que havia interrompido um ataque do Corinthians para trocar a bola murcha, a torcida da casa esqueceu das reclamações e ficou eufórica após o gol de André Santos. O Santos precisava agora de ao menos uma goleada por 4 a 1 para ser campeão paulista. Ao lado de Dunga, no entanto, o presidente corintiano Andrés Sanchez mantinha a cautela: "Não está nada ganho".

Mesmo com a necessidade de marcar gols, Vágner Mancini não fez nenhuma substituição no intervalo (assim como Mano Menezes). A única mudança na equipe do Santos eram as chuteiras de Neymar, vermelhas no primeiro tempo e verdes, bastante chamativas, no segundo. O discreto Jorge Henrique, contudo, ficou mais em evidência quando o jogo recomeçou. Quase virou o placar com um chute forte e uma cabeçada, aos oito e dez minutos.

Mancini resolveu tomar providências no decorrer do segundo tempo. Trocou Neymar, que não passou de promessa na decisão, Luizinho e Paulo Henrique Lima por Maikon Leite, Molina e Robson. Não adiantou. Abatido em campo, o Santos passou a distribuir faltas enquanto a torcida do Corinthians gritava "olé" para a troca de passes de sua equipe. Os gritos foram de "é campeão" a partir dos 32 minutos.

O entusiasmo ficou mais intenso porque o zagueiro Domingos, chamado de "louco" por Ronaldo após uma dividida, foi expulso. O astro corintiano ainda acabou interceptado por um torcedor antes do final da partida, que invadiu o gramado para abraçá-lo pela conquista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

O que são adivinhas, advinhações, o que é o que é, folclore, humor, cultura popular
Adivinhas: humor e desafioO que sãoAs adivinhas, também conhecidadas como advinhações ou "o que é, o que é" são perguntas em formato de charadas desafiadoras que fazem as pessoas pensar e se divertir. São criadas pelas pessoas e fazem parte da cultura popular e do folclore brasileiro. São muito comuns entre as crianças, mas também fazem sucesso entre os adultos.Alguns exemplos de adivinhas:- O que é que é surdo e mudo, mas conta tudo?
Resposta: o livro- O que é o que é que sempre se quebra quando se fala?
Resposta: o segredo- Ele é magro pra chuchu, tem entes mas nunca come e mesmo sem ter dinheiro, dá comida a quem tem fome?
Resposta: o garfo

- O que é que passa a vida na janela e mesmo dentro de casa, está fora dela?
Resposta: o botão- O que é o que é feito para andar e não anda?
Resposta: a rua- O que é o que é que dá muitas voltas e não sai do lugar?
Resposta: o relógio- Qual é a piada do fotógr…

Frases de Amor e Frases Românticas

Frases de Amor e Frases Românticas, belas palavras de carinho, frases perfeitas para você se declarar ao seu amor. Agrade quem você ama com essas belas frases de amor, de amizade, de carinho…



“Ainda que nas noites frias e solitárias, sinto o vento me acariciar, mas ao mesmo tempo me lembro de você ao meu lado a me amar…”
Roberto Klaro



“Um dia ousei sonhar um amor, e nos seus braços senti paz, na imensidão do seu prazer me realizei, e então acordei desse sonho fora da lei!”
Adriana Mallet



“A velocidade do amor é proporcional às concentrações de respeito, humildade, alegria, amizade, sinceridade e compromisso presente na vida de cada um de nós, multiplicada por uma constante essencial em nossos corações: a capacidade de amar.”
Edilene Gadelha



“Ao tocar seu coração pude sentir algo diferente acontecer,forte como um vendaval e lindo como um amanhecer.”
Alan Capato



“Se tudo o que existe no mundo possuísse uma fonte de energia, com certeza a minha seria você.”
Willians Levi

“O verdadeiro amor não traz…

Cronologia (1960 – 2008)

---------------------------------------------------------------------

1960

---------------------------------------------------------------------







13.fev.1960 - A França explode sua primeira bomba atômica.

14.fev.1960 – Um grupo de sobralenses funda o Rotary Clube de Sobral. Sua primeira diretoria estava assim constituída – Presidente: José Silvestre Saboia de Albuquerque (Zeca); Vice-presidente: José Mendes Mont’Alverne (Dr. Zé Alverne); Secretário: Armando Homem de Siqueira; Tesoureiro: Raul Vieira Lima; Diretor de Protocolo: Antonio Albuquerque Lopes; Diretores sem pasta: Edmundo Monte Coelho e José Walmir Frota.

05.mar.1960 - Após dois anos servindo o Exército, Elvis Presley retorna à vida civil.

02.abr.1960 - Em acordo assinado com a França, a ilha de Madagascar torna-se um Estado independente dentro da comunidade francesa.

03.abr.1960 - Uma coligação entre radicais e conservadores ganha as eleições gerais no Chile.

04.abr.1960 - É realizada a entrega do Oscar nos EUA. Foram agraciados …