domingo, 3 de maio de 2009

Corinthians e Cruzeiro são campeões invictos

Deu Timão.
1 a 1.
Pela vigésima sexta vez.
E, a exemplo do que ocorrera em 1914, 1916, 1929 e 1938, foi de forma invicta.
Na verdade, o time de Mano Menezes foi campeão na semana passada, quando o Fábio Costa resolveu se “fantasiar” de toureiro e se tornou alvo fácil para Ronaldo.
Parece que o goleiro ouviu Milton Pitonisa Neves e jogou como os arqueiros de antigamente: de preto.
Não deu, mas pelo menos o camisa 1 do Peixe não levou gol de cobertura.
E o Domingos, hein?
Nossa, como ele bate.
Bate mais do que coração.
E o Dunga foi ao Pacaembu.
Será que ele já vai convocar o Ronaldo?
Não sei, mas deveria.
E já que ele veio a São Paulo, que tal levar o Madson Maradônico com ele?
O Madson foi o melhor jogador do Paulista.
E o Ronaldo a “revelação”.
Hoje, todo mundo fala das baladas, das polêmicas, da cobertura que ele comprou, mas ninguém cita os joelhos fenomenais do craque.
Se ele tivesse sido tratado pelo SUS, estaria andando de muletas, no mínimo, mas Ronaldo esteve nas mãos dos melhores ortopedistas do mundo.
Esses médicos deveriam ganhar o salário dele, em dobro.
Eles são os responsáveis pela recuperação do craque.
Parabéns aos médicos e, claro, ao Ronaldo, o Rei da Superação!
Ronaldo é a antítese da Portuguesa.
Quando alguém acha que a Lusa vai, ela acaba “fondo”.
E o Ronaldo, quando todos acham que ele já era, ele volta e surpreende todo mundo.
Em Minas, o Galo Mais Lindo do Mundo precisava fazer seis, mas empatou com o Cruzeiro.
O Cruzeiro já era mais do que o campeão.
Ninguém mandou contratarem o Leão!
Se um Atlético faz feio, outro comemora: o do Paraná.
Deu Furacão, ao vencer o Cianorte por 2 a 0.

Nenhum comentário: