terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Roberto Carlos não quer priorizar só a Libertadores

A temporada 2011 ainda não começou e um velho assunto já ronda o Corinthians: a Taça Libertadores. Depois de não conseguir o tão sonhado e inédito título no ano do centenário, o Timão tem mais uma chance de quebrar o tabu que tanto atormenta a Fiel. Mas, para o lateral-esquerdo Roberto Carlos, a obsessão alvinegra pela taça da mais importante competição sul-americana precisa diminuir.

- Temos que pensar nas três competições. Ficamos muito bitolados em ganhar a Libertadores. O Corinthians tem de viver de títulos. Não adianta ter uma boa imagem dentro de campo, suar a camisa. A torcida tem que festejar com troféu. Título é muito importante – afirmou o pentacampeão.

O ano de 2010 ficou complicado para torcida e jogadores. O Corinthians foi eliminado logo na primeira fase do Paulistão e caiu nas oitavas da Libertadores depois de realizar a melhor campanha dos grupos. No Brasileirão, última chance de levantar alguma taça, acabou em terceiro lugar.

Por conta disso, o Timão terá de disputar a pré-Libertadores contra o Deportes Tolima-COL. Roberto Carlos, porém, não se preocupa tanto com o adversário. Os duelos estão marcados para o dia 26 de janeiro, no Pacaembu, e 2 de fevereiro, em Ibague-COL.

- Foi uma pena empatar o jogo contra o Goiás. Mesmo não conseguindo o título, seria bom ir direto e não jogar a pré-Libertadores. Mas isso está nas nossas mãos. Tenho visto muitos jogos deles (Tolima). Não é um time bobo, mas não é um excelente time. Temos que decidir no primeiro jogo para jogarmos mais tranquilos lá – projetou.

A Libertadores já foi motivo para uma conversa dos jogadores durante a pré-temporada em Itu. No papo, os jogadores cobraram entre si mais concentração para avançar mais no torneio, principalmente depois de caírem diante do Flamengo no ano passado. O gol marcado pelo Rubro-Negro no Pacaembu determinou a eliminação.

- Sempre existe conversa em relação à Libertadores. O pacto é responsabilidade de cada um, se concentrar mais na competição, se acostumar a jogar. É um título importante para nós e para o clube. Cada jogo para nós será uma final, como foi ano passado. Com mais concentração, espero chegar na final da Libertadores. Time o Corinthians tem – completou.

Fonte: G1

Nenhum comentário: