Romário aceita pagar dívida de R$ 90 mil e deixa a prisão

Romário finalmente deixou a 16ª Delegacia de Polícia na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. O ex-jogador seguiu calado para o Fórum da Barra, onde participou de audiência com um juiz da Vara Familiar. Em reunião de 45 minutos, provou ter pago a dívida de R$ 90 mil referente à pensão alimentícia de seus dois filhos com Mônica Santoro e recebeu alvará de soltura.

Envolto por microfones, câmeras fotográficas e de cinegrafistas, o ex-camisa 11 não abriu a boca enquanto deixou a delegacia, na qual passou a noite dormindo no chão em uma sala pequena, sem ficar junto aos outros presos. O problema se resolveu, segundo o delegado Carlos Nogueira Pinto, quando o craque aceitou pagar os R$ 90 mil pedidos por sua ex-esposa.

O melhor jogador do mundo em 1994 foi preso na noite dessa terça-feira suspeito por atrasar a pensão de Mônica, de 19 anos, e Romário, de 15 anos. A decisão tem relação com ação movida por Mônica Santoro cobrando as pensões de abril e maio. Nesta quarta-feira no Fórum, o ex-atacante encontrou Mônica e sua filha Moniquinha.

Em 2008, o ex-vascaíno selou acordo para pagar R$ 9 mil mensais a cada um de seus filhos, mas teria atrasado a pensão em dez dias. Como compensação, o advogado da ex-esposa, Morval Valério, quer juros de 5% para cada dia não pago, além de fazer valer a multa de 0,05% estipulada no acordo.

De acordo com Morval, parte da dívida já havia sido depositada pelo ex-atleta, enquanto o restante foi adquirido na manhã desta quarta-feira. No próximo dia 23, em audiência especial, o Baixinho terá de pagar os juros referentes ao atraso no pagamento das pensões. O craque preferiu não dar entrevistas durante todo o dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas