segunda-feira, 27 de julho de 2009

Atrasado, Ibra jura amor ao Barça e leva Camp Nou à loucura


Ibrahimovic recebe camisa 9 de Joan Laporta

Duas horas de atraso não foram suficientes para diminuir a euforia dos torcedores do Barcelona no dia da chegada de Zlatan Ibrahimovic. Um público de cerca de 75 mil pessoas aguardou pacientemente a primeira aparição do sueco com a camisa azul-grená e muitos passaram dos limites para saúda-lo.

'Ibra' economizou nas palavras na hora do discurso: "Obrigado a todos e viva o Barça!", disse, antes de beijar o escudo do clube, fazer as tradicionais embaixadinhas e tentar dar uma volta no gramado.

Tentar porque os seguranças tiveram muito trabalho para conter os fãs que queriam invadir o gramado. O atacante, então, seguiu mais cedo para o vestiário, mas acabou desencadeando uma nova onda de desespero.

Alguns torcedores conseguiram vencer os seguranças, mas não conseguiram alcançar o astro. Assim, se contentaram em arrancar pedaços do novo gramado do Camp Nou, instalado há apenas dois dias.

O público para Ibrahimovic superou o de Ronaldinho Gaúcho (20 mil pessoas em 2003) e Thierry Henry (35 mil em 2007) e se tornou a apresentação de um reforço do Barça com maior público.

Sonho realizado: Antes de ser recebido pela torcida, o sueco foi apresentado à imprensa. O evento também atrasou (uma hora e meia) porque a contratação de Eto'o, utilizado como moeda de troca, ainda não havia sido oficializada pela Internazionale.

Apesar da demora, o primeiro a falar foi o presidente Joan Laporta, que apontou Ibrahimovic como "uma das maiores contratações da história do clube". O dirigente, então, passou a palavra para o secretário técnico Txiki Berigistain, que afirmou que a chegada do reforço "é um sonho realizado" e se emocionou quando o jogador disse a mesma coisa.

"Ninguém sabe, mas disse para Moratti (Massimo, presidente da Inter) que queria jogar no Barça. É muito difícil para um presidente vender um jogador tão importante para a equipe. Disse a ele que só uma equipe poderia me comprar e esta equipe é o Barcelona", contou o jogador.

"Estar no Barça é uma grande honra. Existem grandes clubes, mas só um é como o Barcelona. Espero virar um jogador melhor. Estou aqui para ganhar, não só por dinheiro. Sempre miro algo à frente. Estou aqui para aprender e desfrutar", completou.

Ibra aproveitou para avisar que não quer saber de comparações com Eto'o. "Não estou aqui para substituí-lo. Sou diferente. Realizei um sonho e estou aqui para trabalhar". O sueco ainda se recusou a estipular uma meta de gols para a próxima temporada.

"Sempre quero marcar mais do que na temporada passada. Na última, foram 25 gols. Mas não quero colocar uma cifra em minha cabeça. Minha meta é ajudar a equipe", concluiu o novo dono da camisa nove azul-grená.

Nenhum comentário: