quinta-feira, 3 de junho de 2010

Camisa 1 vai se tornar o sexto goleiro em número de jogos da História quase centenária do Timão


A partida contra o Internacional, nesta quinta-feira, às 21h, no Pacaembu, será histórica para Felipe. Assim que o árbitro apitar o início do confronto com os gaúchos, o camisa 1 vai se tornar o sexto goleiro em número de jogos da História corintiana.

Pela 191 vez, a camisa 1 do Timão será usada pelo arqueiro, que chegou ao Parque São Jorge em abril de 2007, após se destacar pelo Bragantino no Estadual. Com isso, ultrapassará o ex-goleiro Jairo que, entre 77 e 80, atuou 190 vezes.

– É uma marca significativa. Eu cheguei desacreditado, numa época que eu ouvia que ninguém se firmava na posição – lembrou Felipe.

A sua frente, permanecerão Ronaldo, Gilmar, Cabeção, Bino e Ado. Do quinteto, apenas o último pode ser ultrapassado já nesta temporada pelo atual goleiro corintiano, já que faltarão 32 rodadas do Campeonato Brasileiro.

Seu contrato termina em dezembro de 2011, tempo suficiente para aumentar esse número, mas quase insignificante caso queira conseguir um dos principais objetivos: igualar as marcas de Rogério Ceni no São Paulo e de Marcos, no Palmeiras. Para ele, exemplos a serem seguidos.

– Seria bom ser reconhecido assim. O Marcos e o Ceni são reconhecidos pelas Histórias que eles têm em seus clubes. Serão sempre Rogério…do São Paulo e Marcos…do Palmeiras. Quando se fala em goleiro no São Paulo, é o Ceni. Quando se fala em goleiro no Palmeiras, é Marcos. Quero ser assim aqui – afirmou.

Apesar de ter sido titular absoluto nas últimas quatro temporadas, Felipe viveu momentos distintos no clube. Altos e baixos fizeram parte de sua passagem pelo Parque São Jorge. O camisa 1 tem ciência disso.

– O rebaixamento e a perda da Copa do Brasil de 2008, sendo um dos culpados, foram momentos ruins. Os dois títulos do ano passado (Paulista e Copa do Brasil) e a volta à Série A foram os melhores – disse.

JOGOS NOME PERÍODO GOLS TOMADOS
602 Ronaldo 1988 a 1998 571
395 Gilmar 1951 a 1961 527
324 Cabeção 1949 a 1966 521
233 Bino 1943 a 1951 383
207 Ado 1969 a 1974 170
190 Felipe 2007 a 2010 192
190 Jairo 1977 a 1980 146
172 Solito 1975 a 1986 154
159 Carlos 1984 a 1988 130
137 Maurício 1996 a 2001 161

Bate-Bola

Felipe – Camisa 1 do Corinthians
‘Deixei a minha marca’


Contra o Internacional, você vai completar 191 jogos no Timão. Imaginava esse número?
Felipe: Estava procurando saber quando chegaria na casa dos 200 jogos, eu sempre perguntava. Fiquei oito jogos fora por lesão, teria me ajudado a ter mais jogos.

Você vai tornar-se o sexto goleiro com mais jogos na História quase centenária do clube…
Felipe: É uma marca significativa. Eu cheguei aqui, em 2007, e ouvia que o clube estava com problema de manter um goleiro fixo. Eu cheguei desacreditado e ver essa marca de ser o sexto goleiro com maior número de jogos é gratificante. Fazia tempo que ninguém conseguia ficar. Era uma posição que nenhum conseguia se firmar, em se tratando de Corinthians, é algo bastante significante mesmo.

Era sua meta fazer História?
Felipe: Depois que cheguei tinha em mente entrar para a História, deixar minha marca. Então, estou bastante feliz e espero continuar aumentando esse número.

Nenhum comentário: