domingo, 13 de junho de 2010

Alemanha arrasa Austrália e é a 1ª a impressionar na Copa

Alemanha surpreende e mostra um futebol muito técnico e goleia a Austrália.


Cacau marca o quarto gol da goleada alemã

A seleção alemã mostrou neste domingo que os vários desfalques não tiraram a força da equipe. Com um bom futebol, o time comandado por Joachim Löw passou facilmente pela Austrália e goleou por 4 a 0, em Durban, na partida que fechou a primeira rodada do Grupo D da Copa do Mundo. Klose, que marcou o segundo tento, se tornou o quinto maior artilheiro dos Mundiais com 11 gols, ao lado de Klinsmann. Podolski, Müller e Cacau marcaram os outros gols do triunfo germânico.

Com a vitória por quatro gols de diferença, os tricampeões mundiais terminam a primeira rodada na liderança da chave. Na próxima rodada, a Alemanha enfrenta a Sérvia em Porto Elizabeth, na próxima sexta-feira. Um dia depois a lanterna Austrália tentará a recuperação contra Gana, em Rustemburgo.

Jogo

Com a segunda média de idade mais baixa da história, menos de 25 anos, a Alemanha mostrou ser um time rápido e apresentou o melhor futebol desta edição da Copa do Mundo. Mesmo sem Ballack, Adler e Träsch, que ficam de fora da competição na África do Sul por estarem machucados.

A seleção alemão demorou 6min para chegar com perigo ao gol defendido por Schwarzer. Klose avançou com liberdade e chutou da entrada da área para o goleiro australiano espalmar. No rebote, Özil recebeu passe dentro da área e finalizou. A bola desviou e foi para escanteio.

Insinuante, a Alemanha abriu o marcador em Durban dois minutos depois. Müller recebeu bom passe do lado direito da área, foi até a linha de fundo e cruzou para trás. Lukas Podolski que entrava na área pegou de primeira e soltou uma bomba, que passou por Schwarzer e estufou o fundo das redes.

Sempre jogando com velocidade pelos lados do campo, a Alemanha teve a chance de golear ainda no primeiro tempo e perdeu dois gols em um minuto. Primeiro, aos 21min, Podolski não conseguiu alcançar um cruzamento de Müller. No lance seguinte foi a vez de Podolski fazer jogada pelo lado e cruzar para Klose. O atacante do Bayern de Munique tentou finalizar de carrinho e perdeu o gol.

Além de conquistar o tetracampeonato pela Alemanha, Klose foi à África do Sul com o objetivo de ultrapassar Ronaldo e se tornar o maior artilheiro da história das Copas do Mundo. Precisando fazer seis, o atacante marcou o primeiro aos 26min do 1º tempo do jogo contra a Austrália. O capitão Lahm cruzou da direita, o goleiro Schwarzer saiu errado e o camisa 11 cabeceou para o fundo das redes e marcou o mesmo número de gols do uniforme que usa na seleção.

Para a etapa final, o técnico australiano colocou Hollman no lugar de Grella. Nos primeiros minutos a substituição deu certo. Aos 2min, a bola bateu na mão de Mertesacker e a equipe reclamou pênalti. Quatro minutos depois, o mesmo Hollman chutou de fora da área com perigo.

Porém, a pressão não continuou por muito tempo e a Alemanha teve a primeira oportunidade no segundo tempo aos 8min. Lahm cruzou da linha de fundo para trás e Ozil fez o corta luz. Müller bateu de primeira e a bola passou sobre o travessão. A situação ficou mais cômoda na partida com a expulsão de Cahill, aos 10min. O meia deu uma entrada dura sem bola em Schweinsteiger e recebeu o cartão vermelho direto do
árbitro mexicano Marco Rodríguez.

Se já chegava com facilidade no gol adversário, o caminho para a goleada ficou mais fácil. Aos 13min, Klose recebeu passe na frente do gol e bateu em cima de Schwarzer. No rebote, o atacante cruzou para Khedira, mas o meia não conseguiu desviar para as redes. Outra chance para marcar o terceiro foi perdida aos 20min. Klose tabelou com Podolski e perdeu a chance de marcar seu 12º gol em todas as Copas ao completar para fora.

O terceiro gol era questão de tempo e aconteceu aos 23min. O jovem Müller não sentiu o peso da estreia em Copas e recebeu passe na entrada da área, cortou o marcador e chutou cruzado na saída de Schwarzer, marcando o gol mais bonito do gol.

Após o gol, o técnico Joachim Löw tirou da equipe o artilheiro Klose, que estava cansado, e colocou o brasileiro naturalizado alemão Cacau, destaque da seleção nos amistosos preparatórias para o Mundial. E em seu primeiro lance, o jogador do Stuttgart deixou sua marca. O meia Özil cruzou da direita e atleta nascido no ABC paulista concluiu para o fundo das redes.

No restante da partida, a Alemanha se fechou e permitiu que a Austrália partisse para cima, mas com um jogador a menos e com quatro gols de desvantagem, a equipe do técnico Pim Verbeck pouco fez nos vinte minutos finais.

FICHA TÉCNICA

Alemanha 4 x 0 Austrália

Gols
Alemanha: Podolski aos 8min do 1º tempo, Klose aos 26min do 1º tempo, Müller aos 23min do 2º tempo e Cacau aos 25min do 2º tempo

Ponto Forte da Alemanha: Força ofensiva
Ponto Forte da Austrália: Bom começo de segundo tempo
Ponto Fraco da Alemanha: Excesso de gols perdidos no primeiro tempo
Ponto Fraco da Austrália: Indisciplina
Personagem do jogo: Klose, que se tornou o quinto maior artilheiro das histórias das Copas.
Esquema Tático da Alemanha: 4-2-3-1

Neuer; Lahm, Friedrich, Mertesacker, Bastuber; Schweinsteiger, Khedira; Müller, Özil (Gomez), Podolski (Marin); Klose (Cacau)
Técnico: Joachim Löw

Esquema Tático de Austrália: 4-2-3-1

Schwarzer; Wilkshire, Moore, Neill, Chipperfield; Valeria, Grella (Hollmann); Emerton (Jedinak), Culina, Garcia (Rukavytsya); Cahill
Técnico: Pim Verbeck

Cartões Amarelos

Alemanha: Özil e Cacau
Austrália: Moore, Neill e Valeri

Cartão vermelho

Austrália: Cahill

Árbitro: Marco Rodriguez (México)
Local: Durban Stadium, em Durban

Nenhum comentário: