quinta-feira, 17 de junho de 2010

Andrés Sanchez: 'Abertura não será no estádio do Corinthians'

Presidente do Timão garante construção de arena do Timão para, no máximo, 45 mil pessoas.


Andrés diz que estádio maior que 45 mil lugares não interessa (Crédito: Eduardo Viana)

O presidente do Corinthians, e chefe da delegação brasileira na Copa do Mundo de 2010, voltou a desmentir que o novo estádio do clube vá sediar a abertura do Mundial de 2014. Ele garante que não se interessa por um estádio com capacidade acima de 45 mil lugares.

– Para ter um estádio com 45 mil lugares, a manutenção é um preço. Se aumentar em 20 mil lugares, o custo triplica. O Corinthians vai construir o seu estádio. Mas não será o estádio da abertura da Copa. Pode até ser utilizado em 2014, se eles quiserem, mas não na abertura – avisou.

A cidade de São Paulo terá de apresentar até o dia 13 sua nova proposta para sediar jogos da Copa. Uma das possibilidades faladas é a de um estádio construído em parceria entre Odebrecht e Traffic, onde o Corinthians seria o seu principal usuário após o Mundial .

Segundo o LANCENET! apurou, este projeto acima já tem o apoio do presidente Lula. A construção seria feita pela Odebrecht e a participação da Traffic seria na comercialização (naming rights, camarotes, cativas, restaurantes, estacionamento etc).

Este projeto ainda não tem local definido, mas poderá ser no terreno ocupado hoje pelo Playcenter, na beira da Marginal Tietê. A obra seria tocada pela iniciativa privada com empréstimos de organismos federais, como o BNDES. Depois, a arena passaria a ser utilizada pelo Corinthians, parceiro de peso na exploração comercial.

Fonte: LanceNet!

Nenhum comentário: