sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Mano Menezes mantém Chicão e Alessandro de molho no Corinthians

Técnico confirma que zagueiro e lateral-direito seguem como desfalques para a partida de domingo, contra o Marília. Melhor para Fabinho e Diego.


Chicão comemora gol contra o Mogi Mirim, sua última partida

O técnico Mano Menezes confirmou na manhã desta sexta-feira que o zagueiro Chicão e o lateral-direito Alessandro seguem como desfalques do Corinthians, que no domingo, às 18h30m, encara o Marília, no estádio Bento de Abreu. Assim, Fabinho permanece improvisado na lateral e Diego continua ao lado de William na zaga.

- Provavelmente, o Alessandro e o Chicão só voltam na quarta-feira, contra o Itumbiara (estreia na Copa do Brasil). O processo de recuperação do Chicão está mais adiantado, mas ainda é muito cedo para voltar a jogar – falou o treinador.

Tanto o lateral quanto o zagueiro se recuperam de lesão muscular. Alessandro não joga desde o empate por 1 a 1 com a Portuguesa. Já Chicão, artilheiro do time na temporada, com seis gols, está fora de combate há três partidas. Sua última aparição foi na vitória por 2 a 0 sobre o Mogi Mirim (ele fez um dos gols).

A proximidade do clássico contra o Palmeiras, no dia 8 de março, em Presidente Prudente, pesa na decisão do treinador em colocar Chicão e Alessandro novamente para combate. A ideia da comissão técnica é ter força máxima contra o arquirrival, líder com apenas um ponto a mais que o Corinthians.

Embora a liderança seja importante para Mano Menezes, o comandante alvinegro valoriza mais a presença na zona de classificação às semifinais. No ano passado, por exemplo, o time do Parque São Jorge ficou a um ponto das semifinais. Perdeu do Noroeste na última rodada de classificação. Se vencesse passaria de fase.

- A liderança é importante, claro, e vamos brigar por ela, mas o objetivo principal é terminar entre os quatro para poder disputar as finais – acrescentou o técnico.

Além da ausência de Alessandro e Chicão, Mano Menezes não poderá contar com André Santos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, no jogo deste domingo.

Nenhum comentário: