sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Ex-Honda já teria três patrocinadores confirmados e correria de azul em 2009


Jean Alesi pilota carro da Prost GP em 2001

A ex-Honda já estaria com os planos avançados para disputar a temporada 2009 da Fórmula 1. A equipe já teria seus patrocinadores definidos, além da cor principal. Novos rumores também voltam a ligar Bruno Senna e seus parceiros comerciais com o time, que tem sua fábrica localizada em Brackley, na Inglaterra.

De acordo com rumores publicados na imprensa inglesa e no site "RealHondaF1", três patrocinadores já estariam assinados com a equipe. O principal nunca esteve envolvido com a categoria e ocuparia o maior espaço na carenagem do carro.

A pintura seria predominantemente azul, similar à dos carros da Prost Grand Prix, que assumiu o lugar da Ligier e correu entre 1997 e 2001. A cor estaria associada com o novo patrocinador principal do time. O modelo seria testado sem marcas na carenagem e o real esquema de cores só seria revelado na Austrália.

O nome da equipe estaria em fase final de definição, com a concordância de todas os outros times da Fórmula 1. Mas a Honda japonesa teria poder de veto na escolha. Jenson Button seria um dos pilotos, mas com seu salário reduzido, com bônus por pontos obtidos. O novo contrato valeria por uma temporada, com opção para renovação.

A equipe estaria preparada para os testes em Barcelona e Jerez de la Frontera. De acordo com um funcionário da fábrica em Brackley, o design do carro seria surpreendente, muito diferente dos modelos já mostrados pelos times confirmados na temporada. A adaptação aos motores Mercedes teria sido tranquila, já que o tamanho era parecido com o do Honda de 2008.

Revista alemã diz que chances de Barrichello são pequenas


Ao contrário da notícia publicada no site inglês "Crash.net" nesta quinta-feira, a revista alemã "Motorsport-Magazin" afirma que as chances de Rubens Barrichello na ex-Honda são muito pequenas. Segundo a publicação, o veterano brasileiro levaria desvantagem porque não traria patrocinadores consigo.

Bruno Senna, por sua vez, teria preferência pela vaga, de acordo com a revista. Ele contaria com o apoio de Bernie Ecclestone, chefão da Fórmula 1, e levaria alguns bons patrocínios para a equipe. A pintura azul do carro seria um bom indício, já que é a cor de um de seus parceiros, a Embratel, que pertence ao bilionário mexicano Carlos Slim, já cotado como um dos interessados no time.

Nenhum comentário: