terça-feira, 24 de novembro de 2009

Sonho com minha Mulher



Vivo por pensamentos;
Eras que se passa em momentos;
Paralisado estou a cada movimento;
Pois vejo-me apaixonado;
Parece simples mas vejo o futuro;
Ilusão logo me abraça;
Queria ser um deus;
Não perco minha graça;
O tempo não para;
Os fatos cumina nas reviravoltas;
Antes criança e agora maduro;
Sinto a experiencia do seus beijos;
Poucos mais muito calientes;
Doe o coração a sua partida;
Escuto o som do vento;
Aclamando seu nome;
Esta decisão de ficar comigo ou não é sua;
As cortinas cobre seu rosto;
Você não enxerga o quanto sofro;
Medito as palavras aos poucos;
Não esqueço do seu corpo;
Me embriago com as curvas;
Me deixa a perigo e olhando no vazio;
Faz-me de homem mas pareço capacho;
Suas vontades são fatos;
Os meios sem confude;
A paixão bate e escuto sua voz;
Imploro o sim esquecendo minha escuridão;
Enfrento o meu e seu medo;
Quero você como minha mulher;
Apenas isso e nada a dizer.

Paulo

Nenhum comentário: