segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Defederico evolui, espanta desconfiança e vira titular do Corinthians

Defederico é um dos 11 titulares do Corinthians para a sequência do Brasileiro. Reforço mais caro contratado no segundo semestre e novo dono da camisa 10, o argentino teve atuações decisivas nas últimas partidas da equipe, começou a corresponder à grande expectativa criada sobre ele e, pelo menos por enquanto, tem lugar cativo entre os titulares.

No último domingo, o meia-atacante deu as assistências para os dois gols no empate por 2 a 2 com o Palmeiras. No primeiro, deixou Jorge Henrique na cara de Marcos. Ele driblou, foi derrubado dentro da área e ainda causou a expulsão do camisa 12. Ronaldo converteu o pênalti.


Depois de dois jogos como titular Mano Menezes efetiva o argentino no time.

Depois, o passe de Defederico foi direto para o Fenômeno, que enganou Bruno e anotou o segundo gol. Na rodada anterior, o próprio argentino estufou a rede do Vitória no triunfo por 1 a 0, em Salvador.

"A qualidade técnica dele é indiscutível, já tínhamos uma noção clara disso. O Defederico precisava de um período de adaptação e estamos dando isso, ele vai crescer a cada jogo. Ele já está melhorando na criação das jogadas, trabalhando nas costas dos volantes e chamando a responsabilidade", elogiou Mano Menezes.

As últimas atuações foram suficientes para convencer o treinador a desistir do esquema com dois atacantes abertos pelas pontas. Pior para Dentinho, que amargou o banco diante de Vitória e Palmeiras. E, segundo Mano, seguirá como opção para o decorrer das partidas.

"Entendi que era o momento de abrir mão de um dos atacantes de beirada, a equipe estava muito aberta e sem controlar o meio. Vou optar de acordo com o rendimento de cada um. E como o Jorge Henrique talvez tenha sido nosso melhor jogador em campo hoje [domingo], o Dentinho vai esperar mais um pouco", argumentou Mano.

Em alta, Defederico só comemora. "Contra o Vitória fiz o gol que garantiu os três pontos e agora dei duas assistências. Estou muito feliz e já me sinto melhor em campo", festejou o camisa 10, que tem sete partidas pelo Corinthians e um gol.

Nenhum comentário: