sábado, 7 de novembro de 2009

Corinthians projeta 'dois times' para encarar Libertadores e Paulista

O Corinthians promete ter um time forte para a Libertadores de 2010. Já age em silêncio nos bastidores e vai verbalizando acordos com nomes como Ralf, Tcheco e Iarley. Mas Mano Menezes quer mais. Ciente da cobrança que o time sofrerá para conquistar o torneio continental, o treinador pretende montar duas equipes capazes de garantir um bom primeiro semestre.


Para não perder rendimento no Paulista, Mano espera contar com grupo recheado de titulares

Depois de perder três titulares no meio deste ano e iniciar a renovação do elenco em seguida, o Corinthians não espera perder atletas importantes na próxima janela. E com a chegada de reforços, a disputa interna promete ser grande.

Embora a prioridade seja a Libertadores, o comandante gaúcho almeja um bom desempenho no Paulista para evitar cobranças em meio à disputa do torneio internacional. Como alguns titulares devem ser preservados no Estadual, um elenco grande e qualificado é mais que fundamental.

"Para 2010, queremos ter um grupo com 28, 30 jogadores bem preparados e com capacidade para entrar em campo e jogar. Teremos partidas duras na quarta à noite pela Libertadores e partidas duras no final de semana pelo Paulista. É preciso ter uma equipe capaz de manter um padrão de atuação", argumentou o treinador.

Com 80% do elenco já formado, Mano precisará colocar alguns dos reforços ou dos atuais titulares no banco de reservas. E apesar do risco de insatisfação, ele vê nesse inchaço de qualidade uma arma importante para o ano do centenário.

"Acredito muito na disputa interna forte, isso produz uma equipe titular forte. E será preciso ter mais titulares que o comum para jogar bem dois campeonatos", explicou.

O atual grupo do Corinthians tem 33 jogadores. Garotos como Bruno Bertucci, Dodô e Renato podem ser emprestados. Souza, Henrique, Bill e Marcinho também podem perder espaço no clube. A meta da comissão técnica é iniciar a temporada no dia 4 de janeiro com praticamente todo o grupo fechado.

Fonte: UOL

Nenhum comentário: