domingo, 29 de novembro de 2009

Sanchez ignora campeonato, mas ataca arbitragem em Campinas

O trio de arbitragem na derrota do Corinthians para o Flamengo, neste domingo, desagradou o presidente do clube paulista, Andrés Sanchez. O mandatário corintiano criticou especialmente a atuação de um dos bandeiras, que teria dado uma peitada no jovem lateral esquerdo do time, Dodô.

"O bandeira ficava batendo no braço, dizendo que era Fifa, e deu uma peitada do Dodô, que é um garoto de 17 anos", indignou-se Sanchez, antes de ignorar o que venha a acontecer na ponta de cima na tabela na última rodada. "Só espero que não haja mais erros de arbitragem", concluiu o presidente.

Quem também desaprovou a arbitragem foi Mano Menezes. Segundo o técnico, que foi expulso no primeiro tempo, o árbitro Evandro Rogério Roman influenciou diretamente na derrota do Corinthians por 2 a 0 para o Flamengo, que se tornou ponteiro a uma rodada do término do Campeonato Brasileiro.

"Jogaram uma baqueta de bumbo no campo, uma baqueta vermelha. De que torcida será que veio? Ele disse que veio do nosso lado. Foram muitas decisões que mostram um desequilíbrio que não é normal para um árbitro com a qualidade do Roman", disse o treinador, ao demonstrar preocupação.

"Foi muito grave o desequilíbrio para um árbitro do porte do Roman, que já está acostumado com partidas deste nível. A gente sai preocupado com o futebol. A arbitragem errou muito contra o Corinthians e, consequentemente, muito a favor do Flamengo", finalizou, bastante descontente.

Fonte: GE

Nenhum comentário: