quinta-feira, 12 de março de 2009

Sanchez promete anunciar patrocinadores na próxima semana

O diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg se retirou apressadamente ao perceber que seria questionado sobre as negociações por contratos de patrocínio para o Corinthians, nesta quinta-feira, durante a apresentação do novo ônibus do clube. Coube ao presidente Andrés Sanchez, embora de maneira ríspida, prometer acordos até a próxima semana.

"Até a semana que vem a gente fecha", disse Sanchez, protegendo-se do sol com a mão e também incomodado com o assunto.

Desde o ano passado, quando expirou o contrato de patrocínio com o Corinthians, o presidente estipula esse mesmo prazo ("semana que vem") para apresentar os novos parceiros. O objetivo era conseguir ao menos R$ 20 milhões por vínculo válido por um ano, além de anunciantes para as mangas e calções do uniforme da equipe - o atacante Ronaldo terá direito a 80% desses últimos rendimentos.

Ao que parece, no entanto, agora o Corinthians está realmente próximo de obter patrocinadores para a temporada. Ronaldo participou dos três últimos jogos da equipe e marcou gols contra Palmeiras e São Caetano, extasiando torcedores e possíveis parceiros do clube. "Lógico que o Ronaldo jogar bem influencia. Não sou hipócrita de dizer o contrário", sorriu o gerente de marketing Caio Campos.

Andrés Sanchez discordou. "Se dependêssemos dos gols do Ronaldo, ele já teria estreado antes", esbravejou o presidente.

Segundo Campos, o Corinthians mantém negociação com as empresas que já conversava antes da estreia de Ronaldo. "O que muda é a disposição. De resto, está tudo na mesma, até com os valores iguais. Esperamos uma resposta", afirmou, sem entrar em detalhes sobre um planejamento diferente do clube para 2010, ano do centenário. "Há propostas de contratos por um ano e outras por mais tempo. Vamos ver", especulou.

Mesmo que a previsão de Andrés Sanchez não seja cumprida, o time do Corinthians deverá deixar de vestir camisas de treino com o logotipo da Medial Saúde em breve. A antiga patrocinadora pagou R$ 16,5 milhões para anunciar a sua marca em 2008, porém ganhou publicidade também em 2009.

Fonte: Gazeta Esportiva

Nenhum comentário: