Farc libertam refém sueco

Engenheiro de 69 anos foi libertado a 800 km de Bogotá. Sueco e mulher haviam sido sequestrados em maio de 2007.

O engenheiro sueco Erin Ronald Larson, de 69 anos, foi libertado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no nordeste da Colômbia, perto de Tierralta (a cerca de 800 km de Bogotá), anunciou nesta terça-feira (17) o Departamento Administrativo de Segurança colombiano.

Larson foi capturado em maio de 2007 pela guerrilha colombiana das Farc juntamente com a mulher Diana Peña. Segundo a agência de notícias “Associated Press”, ele seria o último estrangeiro que estava nas mãos dos guerrilheiros e que organizações suecas não-governamentais negociaram a sua libertação. Larson estaria sofrendo de paralisia.

Não foi divulgado se houve pagamento de resgate para a libertação do sueco.
Em maio de 2007, logo após serem sequestrados, Diana Peña contou que conseguiu fugir do poder das Farc após se jogar da mula que a levava e perambulou pela região até se refugiar em uma casa, onde foi recolhida por unidades militares.

Peña e Larson foram abordados em 16 de maio de 2007 durante à tarde por homens armados que os forçaram a deixar seu sítio, localizado no povoado Diamante, nas proximidades de Tierralta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas