sábado, 14 de março de 2009

Roteirista explica por que script de Um Tira da Pesada 4 tem menos humor




Em entrevista ao site CineFools, um dos roteiristas de Um Tira da Pesada 4, Michael Brandt (que escreveu O Procurado com Derek Haas), disse que o script do filme - resenhado pelo Latino Review em dezembro - na verdade é uma versão de um roteiro que ele havia escrito antes, intitulado Dying Day.

"O estúdio e os produtores nos chamaram [Brandt e Hass] e disseram que tinham na mão um roteiro de Um Tira da Pesada 4 por roteiristas que insistiam em escrever uma comédia, e o estúdio não queria uma comédia. Então eles pediram pra gente pegar um roteiro que eu e Derek escrevemos há dois anos, chamado Dying Day, que já era meio um filme de parceiros policiais ambientado em Los Angeles, e transformar isso em Um Tira da Pesada 4. O filme não tinha piada nenhuma, era sobre agentes do FBI, todo mundo morria no final. Era bem sombrio. Quem leu gostou, mas ninguém tinha coragem de filmar aquilo", disse Brandt.

Isso casa com a avaliação feita pelo LatinoReview, que diz que o roteiro tem menos humor e mais tiroteio. Pela premissa, Axel Foley retorna a Beverly Hills depois de 15 anos porque seu velho amigo Billy Rosewood (vivido originalmente por Judge Reinhold) misteriosamente caiu do prédio de 20 andares do departamento de polícia de Los Angeles. Foley decide investigar, claro.

A Paramount continua tentando convencer Eddie Murphy a voltar à série. Brett Ratner (dos três A Hora do Rush e X-Men 3) está contratado para dirigir o filme.

Fonte: Omelete

Nenhum comentário: