De volta, Chicão avisa: 'Ainda tenho liderança no grupo'

Demorou, mas Chicão está de volta. Com as suspensões de Paulo André e Leandro Castán, Tite confirmou a presença do ex-capitão para o confronto com o América-MG, domingo, fora de casa.

O zagueiro está afastado da equipe titular desde o clássico contra o São Paulo, em 21 de setembro, quando perdeu vaga no time e, em seguida, pediu dispensa da concentração alegando não ter condições emocionais de atuar. Mas essa polêmica já faz parte do passado...

– Penso apenas em voltar bem e ajudar o time. Quero voltar e não sair mais – declarou o camisa 3, em entrevista exclusiva ao LANCENET!.

Na última semana, Chicão ficou internado, em observação, no Hospital São Luiz - Morumbi, durante dois dias por suspeita de pneumonia. No domingo, ele compareceu ao Pacaembu e fez uma oração com os jogadores antes do começo da partida contra o Avaí.

A reza com os companheiros foi apenas mais um sinal da proximidade dele com o grupo. No empate com o Internacional, em 1 a 1, no Beira-Rio, o defensor mostrou sua liderança mesmo no banco. Após a expulsão de Alessandro, ele conversou com Tite sobre a mudança tática faltando poucos minutos para o fim da primeira etapa

– Chamei o Tite e falei que o Paulinho já havia jogado de lateral. Sugeri de colocarmos o Danilo e o Alex atrás para segurar o jogos, já que estava acabando o primeiro tempo. Chamei o Danilo e expliquei isso para ele – lembrou.

Para domingo, a tarefa é formar dupla com o também reserva Wallace e ajudar na manutenção da liderança do Campeonato Brasileiro. Com 186 jogos e três títulos pelo Timão, parece que não existe adversidade que ele consiga superar.

– Quero passar tranquilidade ao Wallace, que vem crescendo muito e tem qualidade. Vamos conversar bastante e contar com apoio do Alessandro e do Fábio Santos. Não podemos errar – finalizou.

Vibração e paz selada com Tite

Apesar de ainda não ter sido escalado por Tite desde que deixou o time titular, Chicão segue com a função de líder. E a euforia nas comemorações de gol não foi deixada de lado.

No confronto com o Internacional, no Beira-Rio, o ex-capitão corintiano vibrou muito com a cobrança de falta de Alex, que garantiu o empate em 1 a 1, no fim do jogo.

– Estava na expectativa pelo gol do Alex, confiava na cobrança de falta dele. E não deu outra. O momento do gol foi de pura felicidade. Corri e sai abraçando todo mundo – declarou o zagueiro.

Após a comemoração, Chicão se aproximou de Tite e também o abraçou, dando sinais de que a relação conturbada entre eles já faz parte do passado.

– Nunca houve problema com ele (Tite) – justificou.

Bate-bola - Chicão (zagueiro do Corinthians, ao LANCENET!)
Como está sua relação com Tite? Vocês têm conversado?
Estamos bem, nunca houve problema entre nós. Eu procuro conversar muito com ele. Existe um respeito enorme. Ele tem acompanhado meu trabalho e minha dedicação durante os treinamentos.

Mesmo do banco de reservas, você tem participado das decisões. Ainda se sente líder do time?
Quando eu posso ajudar é legal, me faz bem. Tenho conversado com Tite durante os jogos e no vestiário também. Quero vencer e ajudar sempre o Corinthians, não importa minha condição no time.

Ainda se sente o capitão do time?
Capitão, não. Mas eu tenho uma liderança dentro do nosso grupo por tudo que conquistei pelo clube. Todos me respeitam. Faço parte do time e quero ser campeão brasileiro.

Com a sua saída, Alessandro herdou a braçadeira de capitão. Sabemos que vocês são próximos...
Tenho uma amizade muito grande com Alessandro, é meu amigo. Conversamos bastante dentro e fora do campo. Alessandro é um líder nato, merece essa responsabilidade de liderar a equipe. A braçadeira de capitão está sendo bem representada. Ele é querido no elenco.

Como está sua cabeça para voltar ao time diante do América-MG?
Estou confiante e pronto para voltar. Infelizmente, tive esse problema de saúde na semanada passada, mas não foi nada, graças a Deus. A minha cabeça está boa, isso que importa. Estou 100% e quero treinar bem nesta semana.

Como o elenco lidou com esse seu problema de saúde?
Eles ficaram preocupados e me ligaram. Recebi ligações de Alessandro, Fábio (Santos), Paulo André, Willian... Fiquei bastante feliz pela lembrança deles. Esse é o momento de o time ficar unido.

Fonte: LanceNet!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas