sábado, 19 de setembro de 2009

Na experiência, Lapentti bate Bellucci e empata confronto entre Brasil e Equador

Com 33 anos, ex-top 10 derrota paulista por 3 sets a 0 em Porto Alegre.

Nicolás Lapentti não tem mais o físico de seus tempos de top 10, mas conhece o tênis dentro de quadra como poucos. Foi na base da experiência que, com 33 anos, ele derrotou Thomaz Bellucci por 7/6(2), 6/4 e 7/5, na noite desta sexta-feira, e deixou empatado em 1 a 1 o confronto entre Brasil e Equador válido pela repescagem da Copa Davis.


O paulista Thomaz Bellucci se irrita com um erro na derrota diante do equatoriano Nicolás Lapentti.

O primeiro jogo da série melhor de cinco foi vencido pelo gaúcho Marcos Daniel, que bateu Giovanni Lapentti, irmão mais novo de Nicolás. O duelo continua neste sábado, às 14h (de Brasília), com o jogo de duplas entre os mineiros André Sá e Marcelo Melo e os irmãos Lapentti. Quem vencer a série disputará em 2010 o Grupo Mundial, divisão principal da Davis.

O equatoriano começou melhor, confirmando seus saque com mais facilidade e dando trabalho no serviço do brasileiro. No entanto, foi Bellucci que conseguiu a primeira quebra. Após salvar três break points no quarto game, o paulista quebrou no sétimo game e abriu 4/3.

Mais agressivo em quadra, o brasileiro executava mais bolas vencedoras, mas também cometia mais erros não forçados. A estratégia se virou contra ele no oitavo game, quando Lapentti devolveu a quebra e empatou o set em 4/4. A decisão veio só no tie-break, em que Bellucci cometeu três erros bobos no começo e deixou que Lapentti abrisse 4/1. O equatoriano aproveitou e fechou em 7/2.

Lapentti usava mais slices e variava a velocidade da bola, sem deixar o brasileiro à vontade. No sexto game, Bellucci deu um show de erros. Cometeu, em sequência, uma curtinha que ficou na rede, um smash para fora, uma dupla falta e um erro não forçado de forehand. Assim, sem fazer esforço, Lapentti ganhou a quebra e abriu 4/2.

Chances desperdiçadas pesam

O brasileiro não desistiu e, mesmo encontrando dificuldades contra a variação do oponente, teve suas chances. No oitavo game, teve três break points, mas não aproveitou. No décimo game, quando Lapentti sacava para o set, Bellucci teve outras duas chances de quebra, mas novamente cometeu erros e deixou que o equatoriano, impecável nos momentos decisivos, fechasse a parcial.

No terceiro set, Bellucci continuou ameaçando o serviço de Lapentti. No sexto game, o brasileiro conquistou mais um break point, mas errou uma devolução de backhand e, mais uma vez, o adversário confirmou o serviço. Novamente, Belluci vacilou em um game decisivo, o 11º. Sacando em 30/0, o paulista comete uma dupla falta e mais uma série de erros para dar a quebra decisiva ao adversário. Em seguida, Lapentti fechou o game e o jogo.

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário: