Brasil vence Canadá e vai à final da Copa América contra Porto Rico

Depois de sofrer sua única derrota na Copa América na última sexta-feira, a seleção brasileira se recuperou neste sábado, teve uma apresentação convincente e venceu o Canadá por 73 a 65 e se classificou para a final do torneio continental.

O adversário do Brasil na decisão da Copa América será os donos da casa. A seleção de Porto Rico venceu a Argentina por 85 a 80 na outra semifinal. Os porto-riquenhos foram os únicos a derrotarem os brasileiros na competição, na última rodada da segunda fase.



Depois de poupar alguns jogadores nas duas últimas partidas, o técnico Moncho Monsalve voltou a contar com força máxima e o quinteto inicial foi formado por Marcelinho Huertas, Alex, Leandrinho, Anderson Varejão e Tiago Splitter.

A partida começou muito equilibrada. Com a volta de Leandrinho, o ataque do Brasil ganhou qualidade em relação aos últimos dois jogos. Mas por outro lado, os canadenses conseguiam entrar na defesa brasileira. Dessa forma, as duas equipes se revezaram na dianteira do placar, mas o período acabou empatado em 17 pontos.

O técnico do time nacional do Brasil voltou para o segundo quarto com Marcelinho Machado e Guilherme Giovannoni. O ritmo e o equilíbrio do confronto seguiram os mesmo, mas as duas equipes trocando a dianteira. Depois da metade do quarto, o Canadá esboçou uma melhora, chegou a liderar o placar por algum tempo, mas o Brasil melhorou e foi para o intervalo vencendo por 28 a 27.

"O jogo está meio amarrado, não estamos conseguindo executar bem nossas idéias. Estamos bem na defesa, mas o ataque está complicado. A galera está meio cansada por conta do último jogo, mas com certeza vamos conversa no vestiário e vamos voltar com outra atitude", disse o ala-armador Leandrinho ao final do primeiro tempo.

Com o quinteto inicial de volta, a seleção brasileira voltou melhor para o segundo tempo. Com Leandrinho desequilibrando, os comandados de Moncho Monsalve conseguiram encaixar o jogo de transição. Assim, a diferença chegou a 13 pontos falando 3min para o final do terceiro quarto de partida.

A boa vantagem feitas nos três primeiros quartos fez o treinador do Brasil passar a utilizar mais os jogadores que começaram no banco. Nem por isso a boa atuação do time foi alterada e a seleção brasileira conseguia manter, com facilidade, a diferença no placar, o suficiente para administrar o resultado e confirmar a vitória e a vaga na final da Copa América.

Fonte: UOL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas