Anjos encerra polêmica: "Trabalharia com homossexuais"

A classificação do Goiás para as oitavas de final da Copa Sul-americana ficou em segundo plano depois de polêmicas declarações do técnico Hélio dos Anjos. O treinador se irritou com parte da imprensa goiana que relaciona a queda do rendimento do time com a chegada do atacante Fernandão.

"Primeiro ficam pedindo jogador experiente. Aí quando vem, começam a criticar. O Fernando sei lá o quê, que o grupo está com ciúme. Homem com ciúme de homem para mim é viadagem. Não trabalho com homossexual, não tem viado aqui no meu grupo", disparou o comandante esmeraldino após a vitória nos pênaltis sobre o Atlético-MG, na noite de quarta-feira.


Técnico criado um polemico com os "supostos" gays do futebol brasileiro.


Para evitar maiores problemas, Hélio veio a público nesta quinta e tentou esclarecer o caso. "Se existe esse negócio de ciúme e inveja no grupo, existe a frescuragem, a viadagem. Mas isso não quer dizer que o cara seja homossexual", argumentou, em entrevista à ESPN Brasil.

O treinador ainda reiterou que o relacionamento de Fernandão com o restante do grupo é bom. "O cara estava há um ano e meio jogando fora, em um futebol diferente. Daí ele chega e já começam a falar de ciúme, essas conversinhas. O Fernando é um cara simples, faz tudo que é pedido. Não tem tratamento diferenciado nem da diretoria nem da comissão técnica", assegurou.

Por fim, o comandante do Goiás garantiu que aceitaria comandar um jogador homossexual. "Um homossexual jogaria no meu time, com toda a certeza. A gente sabe que no futebol não tem tanto como falam. Mas, desde que seja profissional, eu escalaria sem problemas", concluiu.

Fonte: GE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas