segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Eficiência: Corinthians levou apenas um gol nos últimos 609 minutos

A liderança do Brasileirão pelo Corinthians tem personagens importantes, como Ronaldo e seu poder de decisão, e Julio com suas defesas quase milagrosas. Mas a primeira colocação tem como principal motivo a segurança da defesa.

Nos últimos seis jogos, o Timão levou apenas um gol. É isso mesmo! Desde a noite fatídica contra o Vasco, que fez dois gols em poucos minutos e triunfou sem dificuldade, a porteira corintiana foi trancada. De lá para cá, a equipe passou em branco contra Guarani, Palmeiras, Avaí, São Paulo e Cruzeiro.

O único gol tomado foi diante do Flamengo, no Engenhão. Mesmo assim, não foi de bola rolando. Após cobrança de escanteio e um esvio no primeiro pau, o atacante Diogo vazou a defesa corintiana.

Se levar em consideração o restante do jogo contra o Vasco (69 minutos), somado ao tempo integral dos últimos seis confrontos, a defesa do Corinthians foi vazado uma única vez nos últimos 609 minutos!

– Eu sempre digo que a eficiência do sistema defensivo é um conjunto de fatores. As participações do meio-de-campo e do ataque são fundamentais. Não há dúvida de que houve uma melhora significativa – comemora William, que está ao lado de Chicão e Alessandro desde janeiro de 2008. O entrosamento do trio, somado à experiência de Roberto Carlos, que se encaixou perfeitamente com eles, fazem do Timão dono de uma das defesas menos vazadas da competição.

Fundamental também é a presença do volante Ralf que, coincidência ou não, voltou na mesma partida que iniciou a melhor sequência da zaga: contra o Guarani, no último dia 17, em Campinas.

Com o camisa 5 em campo, os homens da zaga passaram a ficar mais protegidos, já que o volante faz o papel de cão de guarda como nenhum outro jogador do elenco.

Além de Ralf, a melhora do sistema defensivo também passa pelas mãos de Tite, que não titubeou em implementar uma postura mais cautelosa, na qual a prioridade é se defender e sair na boa, muitas vezes, nos contra-ataques. Com isso, a média de gols tomadas com ele des-
pencou. Veja quadrinho ao lado.


MÉDIA DE GOLS TOMADOS NO BRASILEIRÃO 2010

Com Mano Menezes:
Treinador, hoje na Seleção, foi o comandante do Timão nos 11 primeiros jogos.

12 gols sofridos nos 11 confrontos. / 1,09 por jogo foi a média do treinador no BR-10.


Com Adilson Batista:
Contratado para substituir Mano, colocou a equipe no ataque...até com desfaques.

24 gols sofridos em 17 partidas no BR / 1,41 por jogo foi a média do ex-treinador


Com Tite:
Há cinco jogos no comando do Timão, levou apenas um gol. Defesa eficaz.

1 gol tomado em 5 jogos / 0,2 por jogo é a média do atual treinador.


ÚLTIMOS SEIS JOGOS


Guarani 0x0 Corinthians

Sob o comando do auxiliar Fábio Carille, o Timão vai a Campinas para enfrentar o Bugre, em confronto que marca a volta de Ronaldo e a zaga em branco após quase um mês (oito jogos).


Corinthians 1x0 Palmeiras

Na estreia de Tite, o Timão bate o arquirrival com gol de Bruno César, logo no início. Após o gol, equipe mostra a tática que seria rotina com o treinador: muita cautela e defesa forte


Flamengo 1x1 Corinthians

Confronto do Engenhão marca o primeiro – e único – gol sofrido pela equipe sob o comando de Tite. Com um pequeno detalhe: gol do Fla é marcado após cobrança de escanteio, por Diogo.


Corinthians 4x0 Avaí

Equipe não sofre para fazer gols contra um dos piores do BR-10. Com a expulsão de um atacante ainda no 1 tempo, a defesa não tem maiores problemas para passar em branco de novo.


São Paulo 0x2 Corinthians

Mais um show da defesa corintiana, que não dá chances aos atacantes do rival tricolor. Na frente, Elias e Dentinho fizeram os gols, que garantiu mais uma vitória no Majestoso.


Corinthians 1x0 Cruzeiro

Defesa do Timão, mais uma vez, passa em branco. Julio Cesar, assim ocorreu em outros jogos, fecha o gol. Na frente, Ronaldo sofre pênalti e, com calma, não perdoa os rivais mineiros.

Fonte: LanceNet!

Nenhum comentário: