segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Justiça Eleitoral de São Paulo aceita denúncia contra Tiririca

O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Sérgio Rezende Silveira, aceitou nesta segunda-feira denúncia contra Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, eleito ontem deputado federal pelo PR com 1,35 milhões de votos.

O pedido foi feito pelo Ministério Público Eleitoral de São Paulo.

Segundo o juiz, a carta que apresentou para provar que é alfabetizado justifica o recebimento da denúncia. "A prova técnica produzida pelo Instituto de Criminalística aponta para uma discrepância de grafias", afirma Silveira.

Para o juiz, o laudo levanta dúvida sobre a afirmação do deputado eleito de que sabe ler ou escrever.

Para o juiz, o laudo levanta dúvida sobre a afirmação do deputado eleito de que sabe ler ou escrever.

A denúncia foi recebida como complemento de outra aceita no dia 22 de setembro por omitir a declaração de bens quando se registrou candidato.

Tiririca tem 10 dias para se defender. O advogado do humorista afirmou que o partido é quem deve se pronunciar. Não foi encontrado ainda representante do PR que pudesse falar do assunto.

DESCANSO

Tiririca está em Fortaleza (CE) para descansar. Com a família, o comediante desembarcou na capital cearense na madrugada desta segunda-feira e falou, ainda no aeroporto Pinto Martins, com a TV Diário, uma emissora local. "Eu tô muito feliz, agora a gente vai dar uma descansada.

Viemos comemorar aqui, na terra da gente, que é muito importante, e a expectativa é a melhor possível. Se Deus quiser, vamos fazer muita coisa boa", disse, em relação ao seu mandato.

Tiririca disse ainda que não imaginava que seria eleito. "É sensacional, é coisa de Deus", disse.


Fonte: UOL

Nenhum comentário: