Corinthians completa o quarto jogo sem vitória!

Com objetivos opostos na competição, Atlético-MG e Corinthians se enfrentaram nesta quarta-feira, na Arena do Jacaré. E o Galo, depois de começar perdendo, conseguiu a virada e superou o Timão por 2 a 1, em confronto válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Paulinho abriu o placar para os visitantes, mas Werley e Zé Luis garantiram o triunfo para os donos da casa. Com o resultado, o time mineiro emplacou a segunda vitória consecutiva na competição, fato inédito neste Brasileirão.

O revés fez com que o time paulista desperdiçasse a chance de assumir a ponta da tabela, já que o Fluminense foi derrotado por 3 a 0 para o Santos. Dessa forma, o Timão segue na vice-liderança, com 49 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Cruzeiro, terceiro, com 48, que enfrenta o Goiás nesta quinta. Já o Galo subiu para o 17º lugar, com 28, a um ponto para deixar a zona de rebaixamento.

Os dois times voltam a campo no domingo. O Corinthians recebe o Atlético-GO, às 16 horas, no Pacaembu. O Atlético-MG vai a Porto Alegre, onde pega o Internacional, às 18h30, no Beira-Rio.

Empurrado por sua torcida, o Atlético-MG partiu para cima do Corinthians. E, logo aos 5 minutos, o meia Diego Souza fez ótima jogada pela direita, passou por três adversários, mas bateu sem força.

Passado o susto inicial, o Corinthians se encontrou no jogo e passou a ter mais posse de bola. O Timão alternava as jogadas de um lado para o outro em busca do melhor momento para penetrar na defesa do Galo. Aos 19 minutos, Roberto Carlos encontrou essa brecha e lançou Iarley, livre na entrada da área. O atacante dominou, mas bateu em cima do goleiro Renan Ribeiro.

A pressão seguiu e, por muito pouco, os paulistas não abriram o placar. Danilo cruzou da esquerda para Bruno César. O camisa 10 corintiano cabeceou para a pequena área, mas Paulinho, livre, não conseguiu completar para o gol.

À medida que o tempo passava, o Corinthians se sentia cada vez mais à vontade em campo. O Galo, por sua vez, praticamente assistia às trocas de passes do adversário e não conseguia sair do seu campo de defesa. Aos 30 minutos, Renan Ribeiro evitou o primeiro gol da partida. Danilo centrou na área, Bruno Cesar bateu de primeira, mas o goleiro atleticano fez ótima defesa.

Depois desse lance, o Atlético-MG adiantou sua marcação e conseguiu equilibrar a posse de bola. Apesar disso, o domínio do Galo se restringia ao meio-campo e as jogadas de ataque inexistiam.

Aos 44 minutos, o Corinthians avançou com velocidade pela direita e abriu o marcador. O lateral Alessandro recebeu bom passe e cruzou. Renan Ribeiro e Lima tentaram interceptar o cruzamento, sem êxito. Com isso, a bola sobrou livre para Paulinho, que só teve o trabalho de escorar com o peito para o fundo das redes.

Em busca da ofensividade que faltou no primeiro tempo e da consequente obrigação de vencer, o técnico Dorival Júnior voltou do intervalo com o atacante Obina no lugar do lateral direito Diego Macedo. Com a alteração, o volante Serginho foi deslocado para a ala.

Na base da pressão, o Galo chegou ao empate, aos 15 minutos. Diego Souza cobrou escanteio pela esquerda e o zagueiro Werley subiu livre na pequena área para cabecear à direita de Júlio César.

O gol deu novo ânimo ao Atlético-MG, mas o time mineiro não conseguia criar chances reais de gol. O Corinthians, por sua vez, diminuiu o ritmo imposto no primeiro tempo e deixava a impressão de que sua estratégia seria o contra-ataque.

Aos 32 minutos, o Galo conseguiu a virada. Serginho bateu falta da intermediária, a zaga do Corinthians parou e Zé Luis apareceu sozinho para cabecear, sem chances para Júlio César.

Aos 40 minutos, o Atlético-MG ainda teve a chance de ampliar, mas o árbitro invalidou o gol do atacante Obina, ao marcar impedimento.

Fonte: Gazeta Press

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas