terça-feira, 17 de agosto de 2010

Tristezas da Vida ...

Acorda no seu amanhacer ter algo para lhe dizer;
Respirar um pouco da brisa do seu respirar;
Ficamos loucos até mesmo ao pensar;
Momentos há de ser eternos;
Viajamos em algo e pedimos sempre voce por perto;
Tendo sua presença logo esqueço;
As responsabilidades sei que vem primeiro;
Com o tempo revejo minhas idéias;
Não me despero, apenas confundo com o mistério;
Será crise da minha idade;
Quantas fatalidades e tempos oportunos;
Tantas crises no nosso mundo;
Cai-se gotas de chuva ou lagrimas puras;
A tristeza predomina no momento;
Arrogancia e sentimentos duros;
Amargo à seco isso tudo.

Nenhum comentário: