sábado, 17 de abril de 2010

Em evento do PMDB, Quércia 'lança' candidatura de Alckmin

Ex-governador Orestes Quércia lançou sua candidatura ao Senado. Ele brincou com tucano que esteve no evento e o 'lançou' ao governo.

O ex-governador de São Paulo Orestes Quércia (PMDB) 'lançou' neste sábado (17), em Araraquara, a pré-candidatura do também ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) a governador do estado.
"Como o PSDB demorou muito para lançar o Alckmin governador, nós estamos lançando. O PMDB que está lançando o nome dele", disse. Quércia lançou sua pré-candidatura ao Senado, em aliança com o PSDB paulista e o DEM.
Também participaram do evento deputados federais e estaduais do PMDB e do PSDB, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), e Aloyzio Nunes Ferreira (PSDB), outro pré-candidato ao Senado.
PT e PMDB
Sobre a praticamente certa coligação do PMDB com o PT em nível nacional, em apoio à pré-candidata Dilma Rousseff (PT), ele disse que o partido em São Paulo está fechado com o PSDB e o DEM.
"Vamos disputar, na convenção nacional do partido, a indicação do Serra (pré-candidato do PSDB à Presidência) para presidente", afirmou. O ex-governador disse também não se incomodar com a aproximação do PT paulista com lideranças do PMDB no interior. "É um direito do partido. Mas vai ficar perto dos olhos, longe do coração", afirmou.
Alckmin
Mantendo o repetido discurso, Alckmin evitou falar abertamente de candidatura. "Aqui é um encontro importante do PMDB, com a presença do PSDB, do DEM, do PPS, mas a convenção é só no dia 12 de junho", apontou.
O ex-governador também disse não ver a possibilidade de o PMDB mudar de ideia ao longo da campanha, em função da aliança nacional. "A questão nacional ainda não está totalmente definida, mas a legislação permite as coligações diferentes. E há setores muito importantes do PMDB que apoiam o nosso candidato, como o de Pernambuco, de São Paulo, de estados do Sul do Brasil", disse.
Clima de convenção
O lançamento da pré-candidatura de Quércia ao Senado ocorreu em clima que lembrou uma convenção partidária. Em um clube lotado, cerca de 80 faixas, praticamente todas do PMDB, saudaram o político. Um grande telão mostrou a história de quando ele foi vereador, deputado, senador e governador.
Duas equipes de TV da campanha gravaram o evento de posições estratégicas. Não faltou nem escola de samba. Tricampeã do carnaval araraquarense, a Gaviões do Selmi Dei levou 17 integrantes para as arquibancadas da quadra do clube.

Fonte: G1

Nenhum comentário: