sábado, 17 de abril de 2010

Alvo de racismo, Daniel Alves ignora ofensas no estádio do Espanyol

‘O futebol é muito maravilhoso para dar importância a este tipo de coisa’, disse o lateral do Barcelona.

Expulso no segundo tempo do empate sem gols entre Barcelona e Espanyol, o lateral-direito Daniel Alves foi alvo de ofensas racistas no estádio Cornellá El Prat neste sábado. Após o jogo, o brasileiro preferiu ignorar os torcedores que cantavam os insultos.

- O futebol é muito maravilhoso para dar importância a este tipo de coisa - disse o atleta, segundo o jornal “Mundo Deportivo”.

O site do diário “Sport” mostrou-se indignado com a atitude do árbitro Undiano Mallenco, que nada fez para parar os gritos contra Daniel Alves. De acordo com o jornal, dava para ouvir pela transmissão de rádio e televisão torcedores imitando macacos quando o brasileiro tocava na bola: “A única maneira de não escutar no campo era ser surdo”.

- Esta é uma pergunta para o senhor Pochettino (técnico do Espanyol), porque ele conhece melhor sua torcida - afirmou Pep Guardiola ao ser questionado, após a partida, sobre o incidente.

Sobre a expulsão, aos 16 minutos da etapa final, Daniel disse que não merecia receber o segundo cartão amarelo.

- Sou um dos jogadores que menos fazem faltas e no final fui o primeiro a sair.


Daniel Alves foi expulso no segundo tempo do clássico catalão

Fonte: GloboEsporte

Nenhum comentário: