Paulistas vetaram verde na bandeira

O vice de marketing do Timão, Luís Paulo Rosenberg, que também citou o Furacão como modelo de gestão e modernidade no futebol, explicou a concepção da nova “filial”
corintiana.

“O que estamos fazendo aqui é um licenciamento, pois não envolve dinheiro, mas intercâmbio de jogadores, ações de marketing. Pretendemos abrir, em breve, lojas do clube (Poderoso Timão) nas principais cidades do Paraná (Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu).”

Sobre o escudo do “Corintinha”, que mantém a bandeira paulista, Rosenberg contou que o verde e branco do estandarte paranaense foi vetado pelo Conselho Deliberativo corintiano.

“Todo mundo sabe que nós, corintianos, temos alergia à cor verde. Então, só mudamos o ano de fundação (de 1910 para 2009) e colocamos o Paranaense (as estrelas também saíram). Vamos aproximar ainda mais os dois estados. E essa bandeira é de nós todos: São Paulo é Paraná e Paraná é São Paulo”, completou o bem-humorado vice de marketing, antes de saborear um suculento barreado, servido na sede social do J.Malucelli, agora Corinthians Paranaense, no Barigui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas