domingo, 13 de setembro de 2009

Corinthians deixa Itu mais forte para brigar pelo título

As mudanças na tabela permitiram ao Corinthians aproveitar os 14 dias sem jogos para fazer uma inter-temporada em Itu. Neste sábado, o elenco fez a última atividade no interior antes de embarcar de volta para São Paulo. Ao pisar no ônibus com seus atletas, Mano Menezes terá certeza: sua equipe estará mais forte para seguir na arrancada em busca do título brasileiro.

"O Corinthians certamente sai de Itu melhor, porque trabalhamos para isso. Não vamos sair no ponto que queremos, mas este ponto vai ser atingido nas próximas rodadas, com o retorno de jogadores importantes", estimou o técnico, que sempre reforçou a importância do retiro para acelerar a recuperação de jogadores contundidos, como Ronaldo, Edu, William e Alessandro.

Os cinco dias concentrados também serviram para integrar Marcelo Mattos e Defederico ao grupo. Na projeção da comissão técnica, os dois recém-contratados teriam tempo para entrar na mesma sintonia que o elenco deve estar neste período do Campeonato Brasileiro. Melhor campanha do segundo turno, o Corinthians crê que esta é a hora de tirar os oito pontos de diferença em relação ao líder Palmeiras.

"A partir de agora, aumenta o caráter decisivo de cada jogo. Cada vitória terá uma importância maior porque precisamos delas para nos aproximar das equipes da frente", frisou Mano Menezes, que chegou a desistir da taça nacional, mas hoje aposta na experiência de um time campeão paulista e da Copa do Brasil nesta temporada.

"Temos referências do time retornando de contusão e que estão acostumados com um momento decisivo do campeonato. Claro que agora este momento é mais longo que os outros, mas isso é uma característica dos pontos corridos", analisou o comandante, deixando claro que conta com Alessandro, William e Ronaldo "inteiros" para esta fase da competição.

A preocupação em reabilitar os lesionados foi tanta que o foco em Itu foi mais físico do que técnico. "Só fizemos um trabalho tático mais completo na sexta-feira porque resolvemos dar ênfase à parte física na primeira parte. O grupo precisava recuperar um pouco, dar uma recondicionada", justificou Mano, que só deve começar a falar ao elenco sobre o Coritiba, adversário de quarta-feira, na manhã de segunda-feira, no Parque São Jorge, após a folga de domingo.

Fonte: GE

Nenhum comentário: