quarta-feira, 8 de abril de 2009

A Essência do Amor é Poesia

Eu, tão pequenina...
nascendo ainda na poesia
Moldada pela intensidade vivida
dos agudos sentimentos.
Provando gota a gota,
Debruço-me em papéis.... momentos...

Entre Urros e sussuros,
Feridas abertas eu curo.
Me escondo, me perco,
Me encontro...
Dou de ombros à tristeza
E recrio, da poesia, a beleza...

Com certeza, serei sempre aprendiz
E posso até tropeçar,
mas jamais irei cair!
Novamente, intensamente amarei...
Viver pela metade é bobagem.
Insosso ato! Covarde...

Quero lapidar meu diamante
E no âmago desse instante.....acordar em você!
E escrever,
junto aos sons dos nossos corpos em melodia,
O AMOR... Minha maior POESIA!

Rose Felliciano

Nenhum comentário: