quarta-feira, 8 de abril de 2009

Desamor Encontrado

Era uma vez a saudade.
Não conhecia ela.
Nunca a tive.

Quando ela bateu.
O coração conheceu.
Que sentimento que não cabe.

Que não acaba que cresce.
E quando te vejo.
Mi da um medo de ti perder.

De novo.
Essa dor.
Que é boa quando acaba.

Que quando age:
nunca vai acabar, e
te ver me faz bem.

Olhem que lindo.
Amor é lindo.
Coração partido, pelo amor que foi impedido.

Eduardo Matos

Nenhum comentário: